sábado, 1 de maio de 2021

Sentir-te como se não existisses.

( Foto da net )
...
 Olhar-te meu amor, como se não existisses
É adaga afiada que entra e me fere a vida
É como olhar-te e tu sem olhar me pedisses
Para te esquecer quando me és tão querida
.
Toda a história de amor é como uma balada
Com notas graves e agudas em fina sintonia
Deixar escorrer a lágrima, nunca derramada
Como se a seguir à noite não nascesse o dia
.
Como pudeste esquecer quando de um beijo
Os nossos corpos ardiam em demente desejo
Para agora, tão absurdo pedido vires fazer
.
Quando nossos lábios, por amor se tocavam
E os sons estridentes desses beijos, soavam
Como, diz-me,  esse pedido pode acontecer?
.....................................................................

Para todas as amigas e amigos deste NOSSO cantinho, votos de um Sabado FELIZ
.

"" R y k @ r d o ""

...

43 comentários:

  1. Existem , realmente, pedidos bem absurdos...

    Que tenha bom fim de semana, Rykardo, abraço

    ResponderEliminar
  2. Difícil esquecer o amor...Linda inspiração e poesia! Feliz MAIO! abraços, chica

    ResponderEliminar
  3. Mas, quando há amor, permanecerá de qualquer modo (deve ser o substrato dos seres)! Gostei de ler.

    ResponderEliminar
  4. Otra maravilla de poema Ricardo!

    Te dejo mis cariños para este finde

    ResponderEliminar
  5. Abres o meu mês com um soneto maravilhoso.
    Emoções de amor próprias do mês de MAIO.

    Beijo, desejando que o mês de Maio te traga tudo de bom à tua vida 🦋 poeta do amor.

    ResponderEliminar
  6. que bonito mas é normal pois aqui tem sempre lindos poemas bravo bjs saude

    ResponderEliminar
  7. Cuando hubo un gran amor es difícil olvidar a la otra persona.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  8. Por vezes existem pedidos difíceis e dolorosos! Na poesia não é diferente!:))
    ~~
    Coisas de uma Vida
    ~
    Beijo, e um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. Um outro belo poema de amor/desamor. Por qué terá sempre de ser asim? Tal vez, aí radique a paixão, nesse tira e afrouxa das relaciãos amorosas.
    Bo finde, amigo Rikardo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. (tão bonito, o poema...)
    Estás a inventar, Ricardo, eu não te pedi nada disso!
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não? Confessa-me baixinho com a tua boca bem colada ao meu ouvido: " O que te anda a provocar esse (grave) esquecimento? "
      ;)

      Eliminar
    2. «É como olhar-te e tu sem olhar me pedisses
      Para te esquecer quando me és tão queridO»
      --> sou muito obediente, eis.

      Eliminar
  11. Ricardo!
    Um lindo poema como não podia deixar de ser com muito amor...um beijinho e resto de um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Por vezes também quero esquecer!!! 😉
    Bom domingo 😘

    ResponderEliminar
  13. Rykardo, gracias por tus palabras en mi blog, amigo. Tu poema nos plantea el dolor que deja el desamor en el alma cuando el otro/a ha cambiado y ha dejado de amar...El amor es un misterio, que a veces viene y va y nos deja perplejos. Te felicito por profundizar en ello con la belleza de tus letras.
    Mi abrazo entrañable por tu amor a las letras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estoy muy agradecido por esas maravillosas palabras que me dejaron conmovido. Creo que son exagerados, que no los merezco, pero me gusta escucharlos / leerlos.
      Gracias de todo corazón por tu amabilidad y cariño.
      Que la felicidad esté siempre presente en tu corazón.
      Vuelva siempre.

      Eliminar
  14. disculpa el error: "nos plantea el dolor". Gracias y feliz tarde, amigo.

    ResponderEliminar
  15. Maio mês do coração, mês das mães, mês de Maria.
    Traz-nos um poema de amor ainda que sofrido.
    Abraço
    Olinda

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde Ricardo,
    Um poema lindo!
    Gostei imenso.
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Bom feriado.
    Ailime

    ResponderEliminar
  17. Alguna veces, aun después de tanto amor aparece la desilusión y la carencia, y para la persona que se queda aun con el amor entre los dedos, sin ser correspondido, es muy difícil de comprender y aceptar.
    Un gran poema Rick@rdo!!!Te deseo un feliz sábado!!!

    ResponderEliminar
  18. El amor empieza y termina, recordar y olvidar son el yin y yang que nos cuenta el taoísmo. Un abrazo

    ResponderEliminar
  19. Aquele amor que bate no peito, e sempre difícil de esquecer!


    Beijinho e bom fim de semana!
    😊

    ResponderEliminar
  20. Un bonito poema, y doloroso a la vez, sobre las relaciones que terminan unilateralmente.Muy difícil de entender y más de olvidar.
    Saludos Ryk@rdo.

    ResponderEliminar
  21. Sente- se no ritmo deste belíssimo soneto o o pulsar de um coração por pedido tão incrédulo
    Belíssimo!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  22. Um soneto belíssimo, Ricardo.

    Parabéns!

    Um bom mês de Maio... Em desconfinamento o perigo aumenta. Cuide-se.
    ~~~~~~~

    ResponderEliminar
  23. Un precioso poema que nos dejas para esta sábado donde podamos sentirlo bien a dentro de nuestro corazón. Un fuerte abrazo .

    ResponderEliminar
  24. O amor, o amor!!

    Bom fim de semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  25. Soneto primoroso! Impossível esquecer um grande amor, mesmo em poesia. Abraços e uma noite abençoada. _____________LL

    ResponderEliminar
  26. Quem viveu e sonhou um grande amor, sabe nada de absurdo.
    Mas sabe a delicia de sentir no doce beijo o gosto do amor.
    Bonito poema amigo.
    Um bom domingo de festas para as mães e saudades das que foram,
    mas que nos inspiram e afagam de onde estão.
    Abraços e feliz nova semana.

    ResponderEliminar
  27. linda a poesia e o dilema é cruel, são ciladas do destino, pois o amor não avisa quando chega. Tenho um blog que tem poesias tb, creio que vais gostar mais, abraço

    https://mulheresquecorremcomsapos.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  28. Un lindo poema de amor. Saludos amigo Ricardo.

    ResponderEliminar
  29. Oi R y k @ r d o Não tenho facilidade com as palavras, mas amei ler seu poema...

    Com carinho feliz domingo !
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  30. Um pedido que fez sofrer um coração que tanto amava.
    Belíssimo soneto
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  31. Saint Michael pray for me and defend us in the fight that I am facing in my health. Amen!

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.