sábado, 4 de dezembro de 2021

Natal: A dura vida do pobre

...
Tanto me dói o meu sofrido coração
Que sofre ao ver quem tanto padece
Viver dentro da promessa e desilusão
É folha branca, tinta que desaparece
.
É impossível dizer que não há fome
Nem que não existe dor e melancolia
Quando a gana é chaga que consome
A triste vida de quem enfrenta o dia
.
A vida é composta por tantos fatores
Não se pode dizer que é coisa pouca
Quando até os próprios desamores
São frios beijos, que ardem na boca
.
Dizer que a felicidade está no momento
E que a riqueza não é o bem primeiro
Sabemos que os euros não são alimento
Mas sofre mais quem não tem dinheiro
.
Que mundo triste é este em que vivemos
Em que passamos ao lado de tanto mal
E só repartimos um pouco do que temos
Quando nos lembramos que existe Natal
.
.......................................................

Estamos no mês de Dezembro, mês do Natal. Lembro-me SEMPRE dos pobres, dos sem abrigo, dos que sofrem por nada ter. Dedico este meu poema a todos esses que, infelizmente, têm a pobreza e a solidão, por companheiros do seu dia a dia. ( noite após noite )

Feliz fim de semana.
.
"" R y k @ r d o ""
.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Sentimento feliz

 
Quando do alto vislumbro o além
E brancas nuvens povoam o olhar
O silêncio é a presença de quem 
No meu coração nunca quis estar
.
Quando os olhos ficam molhados
É certo que a alma está dorida
Os sentimentos andam magoados
E o coração está em dura ferida
.
Não quero ter mágoas fustigadas
Nem dores que não compreendo
Nem marcas de feridas já saradas
Que durante a vida fui sofrendo
.
Quero perceber o porquê da vida
E as tristezas próprias da emoção
No meu olhar a alegria renascida
E sentir a felicidade no coração

.............................

"" R y k @ r d o ""

.

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Alegria perdida

 

...

Olho a noite, que chega no fim do dia
Vem serena, estrelada, sem nada dizer
Sinto que em mim se dissipa a alegria
Sei que, não é, por não gostar de viver
.
Sinto entrar em mim uma dura nostalgia
E nem sei, se a considere, ser amargura
Chagada a noite com o seu luar e magia
Parece-me sempre tão solitária e escura
.
Esta dor no peito que em mim persiste
Que me obriga a sentir-me assim triste
Quando gostava de dar louvores à vida
.
Chega a bela noite e esta tristeza não sai
Nem com o dormir essa mágoa se esvai
Só porque sei seres, uma alegria perdida

...

"" R y k @ r d o ""

,

domingo, 28 de novembro de 2021

Voltarei à minha terra

( imagem da net )
... 

Um dia, já velhinho, voltarei aquele lugar
Aquela terra onde o destino me viu nascer
Poder sentir o aroma que me faz recordar
Ensejos de amor, que não quero esquecer
.
Caminhar pelo campo, mesmo de bengala
Sei que as minhas pernas me irão permitir
Voltar a ver o lugar que o meu coração fala
Ser único no bem de tudo dar e nada pedir
.
Algum dia irei obedecer a esse chamamento
Qual amor que sufoca este meu pensamento
Que pela magia do campo voltarei a passear
.
Mesmo que caminhe tropeçando nas flores
Elas sabem que são e sempre foram amores
E me darão o gosto, do seu aroma desfrutar
............................................................

Quem, residente fora do seu País, ou mesmo dentro dele, mas em terra/região diferente, nunca sentiu saudades de um dia regressar à terra que o viu nascer e/ou viu crescer?

Para todos um domingo muito feliz, extensivo às vossas famílias

...

"" R y k @ r d o ""

...

quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Ilha deserta, pura utopia


 Sinto uma vontade de dizer, confessar
Este sentir que reside em meu coração
Gostava de, sozinho, poder ir habitar
Numa ilha sem telefone nem televisão
.
Onde não ouvisse falar de notícia triste
Nem de pessoas que por pequena razão
Pegam numa arma e com essa em riste
Disparos tiros que perfuram o coração
.
No silêncio, escutar, somente as águas
Esquecer as minhas tristezas e mágoas
Sorrir quando visse nascer o novo dia
.
Mas sei que isso jamais vai acontecer
Que entre tristezas e dores vou morrer
Nesse desejo, que não passa de utopia
...
"" R y k @ r d o ""
.

terça-feira, 23 de novembro de 2021

Amor suspenso

 

Se te lembrasses de que eu vivo para ti
Que sonho estar enleado em teus braços
Saberias que, do teu amor, nunca desisti
Sendo esse a causa dos meus embaraços
.
Quando penso no sabor dos teus beijos
E do sublime aconchego do teu sorriso
Todo o meu corpo arde em finos desejos
Como um sonho iluminado pelo paraíso
.
Se quisesses saber, do que sinto e penso
Não estaria o meu amor assim suspenso
Esperando que um dia decidisses aceitar
.
Que o amor não se compra nem se vende
Que nenhum coração quer e compreende
E por isso se cansam desse amor esperar

.............

"" R y k @ r d o ""

...

domingo, 21 de novembro de 2021

Velhinhos/as, rosto fechado, voz cansada

 

Solidão, rosto fechado, voz cansada
O sossego da sombra, pura fantasia
A árvore, a companheira, a estrada
Silêncios que ditam versos e poesia
.
Não entendo a lua quando esvaecida
Ou porque as ondas deixam espuma
Nem a dor de uma noite mal dormida
Servem para acalmar tristeza alguma
.
Vive o velhinho silêncios de deceção
Por tanto ter trabalhado e tanto ganhar
Decerto que lhe dói o cansado coração
Por nada ter, e na solidão se encontrar
.
Tudo tem um começo, e tudo termina
Banco de jardim, fisionomia fechada
Estrada da vida, que tudo nos ensina
E agora se recorda numa voz cansada
...............................................

Não podemos esquecer que:

Quando o amor arde em cálida chama
Chegando quase a entrar em erupção
É uma sublime bênção que se explana
Saindo das auréolas do servo coração
....................................................

Que sempre se amem os nossos velhinhos e velhinhas
Um feliz domingo de paz e bem
...
"" R y k @ r d o ""
..

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Sonho ardente na noite escura

 

Afogueei os meus tristes olhos
Não brilho do teu sedutor olhar
Senti como ardia o meu coração
Quando num abraço apertado
O meu corpo vibrou de emoção
.
Abrasei no fogo dos teus abraços 
Quentes como a lava de um vulcão
Perdi-me na frescura do teu sorriso
Incendiando-se este meu coração
Na flama rebelde, dos teus braços
.
Queimei os meus lábios atrevidos
Ao beijar os teus em chama pura
Lábios que fantasiei serem meus
Que inundaram os meus sentidos
Em sonho ardente na noite escura
.

"" R y k @ r d o ""
.

terça-feira, 16 de novembro de 2021

Rosa branca com o teu nome

 

Se eu pudesse pelas ondas caminhar
Como um barco navega, suavemente
Então sim, eu saberia, como te amar
De uma forma simples, eternamente
.
Se eu pudesse falar de ti ao puro vento
De forma que esse me soubesse ouvir
Então nunca te tirava do pensamento
Serias sempre a minha forma de sorrir
.
Se eu pudesse ser, aquilo que não sou
E soubesse mudar este jeito tão meu
Desconhecia o caminho por onde vou
Nem saberia se, alguma vez, seria eu
.
Se eu pudesse ser o dono da natureza
Ou se eu fosse, um poeta de renome
Entre as rosas colheria com destreza
A rosa branca porque tem o teu nome
..............
"" R y k @ r d o ""
.

domingo, 14 de novembro de 2021

Amar tem a cor da neve

 ...

Amar-te, bem sabes, já não ser novidade
Pois és o meu momento, o meu instante
És o fio que prende os elos da felicidade
Que me cerram duma forma perturbante
.
Nem sempre o sorriso é sinal de alegria
Como um olhar não esconde inquietação
Quando o amor é preso pela melancolia
Choram os olhos, sofre o sábio coração
.
Se o amor fosse límpido como pura água
Da fonte, que sacia, a sede da inquietude
Sem o mistério que tanto o circunscreve
.
O amor não teria lágrimas, dor, ou mágoa
Nem para o coração seria maldoso e rude
Pois amar só é belo se tiver a cor da neve

..............................................................

Para todas as amigas e amigos deste NOSSO cantinho, um domingo muito feliz.

.

"" R y k @ r d o ""

.

sexta-feira, 12 de novembro de 2021

A dança

 


Rapariga sedutora, convidei-a para dançar
Entrava na sala, mas ainda, estava à porta
Tendo eu um mau jeito, quis-me desculpar
Dizendo-lhe, que era a pista, que era torta
.
Dançando coladinhos, pela sala esvoaçando
Pelo meio de vários pares, que se divertiam
À nossa passagem, todos se foram afastando
Olhavam-nos e os seus belos lábios sorriam
.
Olhei a rapariga, que mostrava estar corada
E quando no meio da sala, só um par havia
Pareceu-me que a garota estava atrapalhada
Vi logo que era o meu dançar que a seduzia
.
Confesso, que fiquei feliz, até algo vaidoso
Nem imaginava como era tão bom a voltear
Sentia nos outros pares um certo ar invejoso
Ciumentos de como nós não saberem dançar
.
Após algum tempo, fui por alguém, alertado
Sentindo no corpo um suave e fino friozinho
É que há muito que a música se tinha calado
Enquanto eu, alegremente, dançava sozinho
...
"" R y k @ r d o ""
.

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Ouvindo os meus silêncios

 

Sou feliz, em meus silêncios ouvir
Em seus ais perceber a mensagem
Recordar – me, no seu douto sentir
Que a vida, é uma mera passagem
.
Nos silêncios, ouço o pensamento
Sussurrar-me para o que proclamo
Alertar para em nenhum momento
Me esquecer, de quem, tanto amo
.
Sendo o silêncio, um sublime viajar
Murmura-me em voz calma, sentida
Dizendo-me, que o simples acordar
É somente, a maior bênção da vida
.
Compõe o sorriso pureza e verdade
Que denuncia a ternura, sem mentir
Sinto no coração, enorme felicidade
Por, os meus sábios silêncios, ouvir
...
"" R y k @ r d o ""

segunda-feira, 8 de novembro de 2021

A elegância da Rosa

 

Sendo as suas pétalas finas fontes
Que regam o seu perfume de flor
Não tem a sua luzência horizontes
Nem em seu jardim acaba o amor
.
A linda rosa que tem no seu estar
E no seu balançar tão encantador
A forma de quem passa a admirar
E sorrir perante tão formosa flor
.
São as suas pétalas doce harmonia
De uma beleza suave e  cativante
Oferecem cor, e perfumam o dia
E doam à noite, odor fascinante
.
Não sendo por um acaso qualquer
Mas somente pela sua delicadeza
Que a Rosa sendo nome de mulher
Ao mundo oferece aroma e beleza
,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Saudações fraternas ... tenha um dia com Saúde, Paz e Amor

..............................

"" R y k @ r d o ""

sábado, 6 de novembro de 2021

Sonhos e agruras da noite escura

 

Noto que a noite chega tão suavemente
Trocando a luz do dia, pela sua textura
E os meus olhos se fecham lentamente
E na minha mente acontece a amargura
.
Nada nem ninguém a consegue ajustar
E dela despir, tão forte e douta negrura
Nem a claridade que nos oferece o luar
Tira da mente, essa sensação de agrura
.
Não entendo porque chega a noite triste
Se beleza igual à sua, de dia, não existe
Oferecendo descanso a uma vida vivida
.
Não será por ter cobiça da luzência do dia
Pois a noite tendo as estrelas e sua magia
É a mais linda emoção da aurora perdida

...

"" R y k @ r d o ""

quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Que a dor e a tristeza nunca vençam

 

Onde anda aquela garota tão elegante
Que eu via na minha rua, diariamente
Sempre tão radiosa, hoje tão distante
Saudades daquele olhar tão sorridente
.
Onde anda aquela mulher de voz nua
De saia curta, andar travesso, tão feliz
Que era a luz que aclarava aquela rua
E os seus olhos eram luminosos rubis
.
Onde anda aquela mulher tão aguerrida
Por quem eu um dia tanto me apaixonei
Que hoje se esconde pesarosa e vencida
E se fechou numa concha vazia sem lei
.
Onde anda aquela mulher amiga de ser
Que se deixou derrotar pela vil revolta
De uma vida dura mas tão bela de viver
Quero ver essa elegante garota de volta

...

"" R y k @ r d o ""

.