quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Ofereço-te


...
Ofereço-te o meu coração
Onde guardo os meus sentimentos
Para além da minha alma
Onde guardo os meus tormentos
E a maresia da manhã
Que se esvai com o nascer do sol
.
Ofereço-te o meu abraço
Sob o luz das estrelas
Os meus lábios orvalhados
Da espuma do mar
Que neles se abandonou
Esperando por ti
.
Ofereço-te um beijo sincero
Qual desejo do meu imaginário
Que vagueia pelo anoitecer
Imbuído pelos laços da ternura
Talvez numa incessante procura
De em teus braços…adormecer
...

"" R y k @ r d o ""
.

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Utopia

( Imagem da net )
...
Passaste sorridente e pensei, quem me dera
Não ter visto como passeavas sem temores
Qual rosa da mais bonita e doce Primavera
Que no alto das rochas faz nascer as flores
.
Sorri ao ver-te assim elegante, maravilhosa
Parecias o luar em noite arrefecida e escura
Os teus olhos sedosos como pétalas de rosa
Os teus cabelos, compridos fios de ternura
.
Como te esquecer se ficaste no meu coração
Ainda me recordo como a tarde te iluminava
E como os teus cabelos adejavam ao vento
.
Aquele sorriso que prendeu a minha atenção
Decerto que era a luz do sonho que passava
Qual utopia imaginada no meu pensamento
...

"" R y k @ r d o ""
.

domingo, 9 de agosto de 2020

Paixão é fogo


...
Paixão é fogo que arde sem permissão
Nos preenche a alma, aquece e satisfaz
Entra abrasante no interior do coração
Mas nem sempre a felicidade ela traz
.
´Pode ferir, machucar, ser brisa matinal
Ter as cores do afecto, dulçor, perfume
Ter tudo o que nos desanima e faz mal
Quando vive nas raízes do triste ciúme
.
Pode ser a pétala da mais aromada flor
Arco-íris em enfeites de fineza ternura
Jardim de carinho em encantador amor
Água fresca em fonte de felicidade pura
.
Nem sempre a paixão acaba em felicidade
Podendo ser duradouro deslumbramento
Sofrendo a alma quando a triste realidade
Nos diz que essa, foi êxtase do momento
.
Nem sempre a paixão acaba em doce amor
Como o amor nem sempre inicia na paixão
Mas deve ser no equilíbrio desse esplendor
Que a felicidade resida, dentro do coração
....................................................................
Desejando a todos os visitantes em geral, e a quem deixa uma palavrinha em particular, um fim-de-semana repleto de saúde, amor, paixão, felicidade.

" R y k @ r d o "
.

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Luz do Universo


...
Quero sentir o teu beijo límpido, ardente
Tocando os meus lábios num desejo fino
Arrepiando o meu apetite, tão docemente
Que eu desbote nos alicerces do desatino
.
Quero ver o teu olhar cálido, ruborizado
Tocando no meu peito como vento norte
Onde a ternura seja um cálice encantado
Cheio de luz, em felicidade de boa sorte
.
Quero que me fales de um desejo de amor
Onde o teu olhar seja elegante como a flor
E o teu enlevo seja o poema, seja o verso
.
Quero sentir os teus lábios tocando os meus
Para que, quando os meus, tocarem os teus
Possamos voar, através da luz do Universo
...

" R y k @ r d o "
.

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

A Noite e o Pensamento


...
Quando à noite me deito e começo a pensar
Iniciando a reviver lembranças do passado
Lamento factos que a meditação vai buscar
Lastimando o tempo por mim desperdiçado
.
Sinto que choro por momentos esquecidos
Notando que afectos desta vida já partiram
Deixando a saudade arreigada nos sentidos
E nas lágrimas há emoções que se abriram
.
Existem sensações de factos não superados
Em desígnios travados por devota feiticeira
Nem vale a pena chorar pelo que já passou
.
Chegam à noite tantos devaneios ocultados
Claros lençóis que me falam a noite inteira
Dizendo que na cama muita gente já chorou
...

"" R y k @ r d o ""
.

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Solitário e árido caminho


...
Passas mais além por solitário caminho
Onde apenas existe sol quente, secura
Ruela sem magia, passos em desalinho
Flores na mão, sem aroma, sem ternura
.
Cai o meu olhar, nos teus passos incertos
Pés descalços, estéreis destinos sem vida
Onde os caminhos são enfermos desertos
Ardendo o teu sorriso na viela esquecida
.
Sendo o teu olhar resvalo dos teus passos
Perdendo-se o meu amor em teus braços
Que apertados desnudam os teus segredos
.
Abre-se o meu coração na desdita sentida
Quando a noite é, por amor, mal dormida
Escoando-se esse amor por entre os dedos
...

" R y k @ r d o "
.

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

A dor da prostituta


...
A parede, a noite, a posição
A cidade, a rua, a fria esquina
A dor espelhada no rosto
Um selo no sorriso aposto
Saia curta, cigarro na mão
Perna bonita, a tentação
.
Maria, Lurdes, Antónia, 
Nomes fictícios na sombra
De um coração de dor
Noite sem lei, a luz, o carro
Corpos torturados, abusados
Pelo desejo carnal, sem amor
.
Alguém chega, o seu homem
Estende a mão. Surge o terror
O momento, treme o coração
Sem cliente. Diz que não
A bofetada, na pobre coitada
Que oscila, e cai no chão
.
Fica só, na triste solidão
Prazer que vende, dura luta  
Alma dorida, falta de amor
Do homem que a explora
Que a maltrata, vai embora
Sem olhar para trás sequer
.
Não querendo saber da dor
Nem do choro da prostituta
Que é simplesmente mulher

...............

"" R y k @ r d o ""
.

domingo, 2 de agosto de 2020

Desabrochar Espinhos


...
Existe o amor, o sonho, uma imagem presente
A dúvida, o despertar, a realidade, a sabedoria
Uma flor, a rosa em botão, abrindo docemente
O devaneio, a mensagem, a doçura da fantasia
.
 Um amor sentido, que o meu coração, abalou
Porque no teu apenas existiu a pura falsidade
Tens um coração que de verdade nunca amou
Como ama um coração, um amor de verdade
.
Queres ser livre, como o vento, na sua viagem
Botão de ternura desfolhando em flor perfeita
Escolhendo o jardim onde queres deixar amor
.
Que importa o esvoaçar na frescura da aragem
Se a hipocrisia do sorriso no coração se deleita
Quando o desabrochar são espinhos, e não flor

...........................................................................

Para todas as amigas e amigos deste nosso cantinho, um feliz fim de semana

" R y k @ r d o "
...

sábado, 1 de agosto de 2020

Vivências

...
Jamais esqueço um passado incrível
Tudo o que a vida me proporcionou
Melhor decerto que seria impossível
Mas como já é passado, tudo mudou
.
Não posso dizer que sou insensível
Ao que fui, ao que vivi, o que tive
Nada foi folha branca nem invisível
Felicidade que na minha mente vive
.
Por vezes penso se fui o que parece
Se sou mesmo o que digo que sou
Ou o que o meu coração transparece
.
Vivi o utópico, o sentimento seguro
E só por ter vivido o que já passou
Sei ter passado ... presente, e futuro
...........................................................

Para todas as amigas e amigos um FELIZ FIM DE SEMANA

" R y k @ r d o "
........

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Coração de Amor


...

Existe um coração meigo, apaixonado
Que como uma flor perfuma a verdura
Presente como a letra em verso falado
Que vive ofertando dilecção e ternura
.
Desertor do sentir, atributo enamorado
Num silêncio que no seu peito perdura
Agradecido por num gesto amoriscado
Existir em seu jeito laivos de aventura
.
Corre pelas suas veias emoção e prazer
Quando os seus sentimentos são tantos
Sorrisos que no alvoroço são puro lazer
.
Existe um coração que um dia já sofreu
O sussurro de líricos amores e encantos
Coração esse que ... felizmente é o meu
...

" R y k @ r d o "
,,,

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Imaginando o tempo passado ...


Encontro-me tanta vez a imaginar
Como seria o futuro sem passado
O que seria se eu conseguisse amar
O tempo que foi por mim esbanjado
.
Haveriam lágrimas descontroladas
Nas noites de sono mais distante
Dor, alegria, superações delicadas
Vidas unidas em braços de amante
.
Como idealizar o tempo adormecido
Ou uma palavra que nunca foi dita
Quiçá ver o luar em livre pensamento
.
Talvez um passado que não foi vivido
Num sentimento de rendição bendita
Para um futuro sem dor nem lamento
...

" R y k @ r d o "
.

terça-feira, 28 de julho de 2020

És onda do mar

(imagem da net )
...
És ternura és onda do mar
No seu ondular tão sereno
Que o areal vem beijar
Em beijos de sabor ameno
.
Umas vezes mais ousada
Outras mostrando timidez
Mas sempre enamorada
Beijam-se uma e outra vez
.
O teu encanto será eterno
E a beleza que tens e terás
Não se perderá no inverno
.
Enquanto eu te puder ver
No meu coração viverás
Até que o amor o quiser
...

" R y k @ r d o "
.

segunda-feira, 27 de julho de 2020

Amor como oásis no deserto


...
Meu amor não me deixes padecer
Não quero o chão como dura cama
Onde eu não possa sentir nem ver
Os lábios de quem me quer e ama
.
Quero um amor terno e dedicado
Mesmo que não seja a perfeição
Quero sentir que sou por ti amado
Que queres receber o meu coração
.
Quero provar o sumo do teu sorriso
Qual vinho que me faça desfalecer
Onde eu imagine estar no paraíso
E nos teus lábios amor possa beber
.
Quero sonhar mesmo sem dormir
Sentindo o meu coração desperto
Onde a minha alma possa sentir
Nosso amor como oásis no deserto
...

"" R y k @ r d o ""
.

domingo, 26 de julho de 2020

Amor ... Amar...


...
Padece o meu coração, devastado
Em triste chorar o consigo sentir
Não chega um sorriso declarado
Para que da angústia possa fugir
.
Sofre a minha alma amor cansado
Por caminhar nas ondas do desejo
Querer o teu corpo lindo, delicado
Provar a textura do teu doce beijo
.
São finas dores que me consomem
Nem entendo por maior delicadeza
Como podes dizer que sabes amar
.
Se sofre o meu coração de homem
Que te ama na mais sincera pureza
Como a areia ama as ondas do mar
...

"" R y k @ r d o ""
.

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Amor imaginário


(imagem da net)
...
Sentado no avião, brancas nuvens, recordava
O aeroporto, a garota sentada, seguro sentido
Pensava nela. Na sua beleza. Ar descontraído
Corpo esbelto. Tímida, atributo desconhecido
.
Senti o coração palpitar de estranha sensação
Como sinal de perda sem limites imaginários
Vivia os seus lábios molhados, o seu perfume
O seu sorriso, o seu olhar, sentimentos vários
.
O amor é como vento na sua amena passagem
Umas vezes frio, outras quentes, dor e paixão
Sentimentos que se misturam em libertinagem
Na programação da esfinge do nosso coração
.
Sentada, bela, cabelo curto. Telemóvel na mão
Parecia pensativa. Seria solteira, casada talvez
Eu que partia. Ela que ficava. A interrogação;
De onde viria. Para onde iria. Só a vi uma vez
...

" R y k @ r d o "
.