terça-feira, 11 de maio de 2021

Saudade de ver as águas do Mar.

.
Tenho saudades de ver o mar
Ouvir os sussurros do seu silêncio
Elogiar a sua viagem sem igual
Com as suas águas poder falar
Sobre os meus delírios, tristezas
Sentir os seus pingos me beijar
.
Tenho saudades de ver as ondas
Chegarem e partirem
depois de beijarem o areal
Carentes, indiferentes
Cantando músicas sem igual
Que me delicia escutar
.
Preciso inspirar o seu perfume
O cheiro a mar que transporta
Que espalha através do vento
Confesso que tenho saudade
Do tempo em que tinha tempo
E não tinha perdido a liberdade

...

"" R y k @ r d o ""


66 comentários:

  1. tb tenho e saudades de viajar. se cuida. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  2. Também. Nunca mais vem o bom tempo =P

    ResponderEliminar
  3. O mar inspira-nos e faz-nos bem à saúde.
    Por isso é tão amado.
    Boa semana, um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Echo de menos el mar y todo su explendor y también echo de menos juntarse con los amigos y con la gente que aprecias y sobre todo echo de menos disfrutar un buen concierto. Ainssss vendrán tiempos mejores pero se hacen esperar.

    Cuídate mucho, abrazote utópico.-

    ResponderEliminar
  5. El mar.Ese elemento natural que produce un estado de calma,serenidad y belleza tan grandes.Ese elemento natural que inspira versos,como ahora los tuyos,llenos de hermosura.El mar,que aunque siempre está ahí,también lo hemos perdido como otras tantas cosas,desde hace un año y medio casi.Al igual que la libertad.
    Bonito canto al mar y a la libertad perdida.
    Un abrazo Ryk@rdo.

    ResponderEliminar
  6. Olá Ricardo!
    Muito lindo o teu poema com muitas saudades do mar junta-te a mim que já somos dois eu só lá vou ver como batem as ondas...um beijinho e uma boa semana com muitas coisas boas.

    ResponderEliminar
  7. Nem me fala,Ricardo.Estamos todos com muitas dessas saudades! Linda poesia! abraços, chica

    ResponderEliminar
  8. É com muita poesia que vejo
    o amigo meter o "bedelho" na
    vida da gente (risos). Rykardo,
    você é um amigo maravilhoso,
    daqueles que mudam o jeito de
    pensar e de agir de qualquer
    pessoa.
    Feliz somo nós que o temos
    para falar as mentiras que
    gostamos de ouvir.
    Poeta, muito obrigado. Muito
    obrigado, mesmo, por isso e por
    ser meu amigo.

    ResponderEliminar
  9. Há-de voltar esse tempo que lhe falta agora para ver o mar e fazer tantas coisas adiadas. Tenha esperança e coragem, meu Amigo.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. Embora gostasse muitíssimo do poema de hoje, Ricardo, fiquei ainda mais triste.

    PRECISO DE MAR — SIM, PRECISO DO MAR PORTUGUÊS 🌊

    ResponderEliminar
  11. Un feliz comienzo de semana ..bello lunes con bello poema .

    ResponderEliminar
  12. El mar es la verdadera patria de los humanos.
    Cada tarde voy a verlo y me relaja.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  13. Ahh, esse poema com gosto de mar e cheiro bom de maresia,
    Esses versos que ondeiam e quebram na praia do meu olhar.
    Belo de se ler e navegar. Bravos Ricardo. Mergulhei em suas palavras. Beijinho.

    ResponderEliminar
  14. Yo también tengo ganas de ver el mar y de olerlo. Abrazos.

    ResponderEliminar
  15. Uma sextilha que representa parte do que também sinto. Saudades de ver o mar.
    : )

    ResponderEliminar
  16. Cuantas cosas perdidas en un momento, nunca las echábamos de menos ni en falta, siempre estaban ahí, hasta que por desgracia el mal nos acechó. Es hora de que, el ser humano cambie de actitud y aprecie las cosas más insignificantes de la vida y el gran valor que poseen.
    Un placer leerte amigo.

    ResponderEliminar
  17. Mar é liberdade adorei o poema e esse belo borracho que colocaste a ver o mar um bjo linda semana com boas ondas.

    ResponderEliminar
  18. Eu adoro também ver o mar e ouvir o barulho das ondas!!
    Boa semana!

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  19. Uma saudade que também tenho, e muito. Amei o poema! :)
    .
    A brisa descansa, e abre o caminho ...
    .
    Beijos
    Uma excelente semana...

    ResponderEliminar
  20. Bonito poema como siempre amigo, saludos

    ResponderEliminar
  21. Também tenho saudades de ver o mar!!

    Boa semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  22. Saudade que nos aflige a todos, amigo! Como precisamos do mar... e da nossa liberdade! Belo poema, meu abraço, boa semana.

    ResponderEliminar
  23. As saudades quando apertam, tornam-se os nossos dias mais tristes, contudo, é preciso ter esperança de que dias melhores estarão para vir, boa semana para ti, muita saúde e paz, muita alegria na tua vida, muitos beijinhos e fica bem!!

    ResponderEliminar
  24. Que bonito, tu escribes lo que yo mienso, la libertad perdida de ir al mar, la libertad arrebatada de salir al mundo. Un abrazo

    ResponderEliminar
  25. Tus poemas son ricos en imágenes amorosas y sensuales de gran ternura!
    Un beso grande-

    ResponderEliminar
  26. Olá Ricardo
    O amor é lindo, bela criação de Deus, poema fantástico, um forte abraço.

    ResponderEliminar
  27. También lo hecho de menos . Después de casi dos años de estar delante de él.

    Adoro el mar y me siento a gusto paseando por su orilla.

    Besos

    ResponderEliminar
  28. Eu não vivo sem o mar peto de mim, adoro, nasci na ilha, deve ser por isso, lindo poema como sempre, boa semana!

    ResponderEliminar
  29. Eu não vivo sem o mar peto de mim, adoro, nasci na ilha, deve ser por isso, lindo poema como sempre, boa semana!
    Não sei o que fiz e postou como anónimo.

    ResponderEliminar
  30. Bem verdade, apesar de já o ter visto por diversas vezes :) belo poema

    ResponderEliminar
  31. Una vez a la semana me acercó a mi mar...
    Vuelvo renovada.
    Besos.

    ResponderEliminar
  32. O mar
    Dono de tantos dos nossos desejos e amores

    ResponderEliminar
  33. O fascínio que o mar nos causa e que o poeta registo com mestria!
    Bj Ricardo

    ResponderEliminar
  34. Só gosto do mar porque quando era criança e jovem, gostava. Agora, tanto me faz. Que se lixe.
    Ok, ok. Gosto de ver, de longe, quando cintila diamantes.
    :)

    ResponderEliminar
  35. Es verdad, Rykardo...Antes teníamos tiempo para ir a caminar por la orilla del mar, ya sea en verano o invierno...pues teníamos la libertad que ahora nos falta. Muy lindo tu poema y ese deseo de conversar con el mar, contarle tus secretos, hablarle de tus tristezas. Te dejo mi abrazo grande.

    ResponderEliminar
  36. Também estou com muita saudades do mar.

    Beijos/Kisses.



    Anete Oliveira

    Blog Coisitas e Coisinhas

    Fanpage

    Instagram

    ResponderEliminar
  37. Eu ando ansioso para ver as águas do Rio Douro da varanda minha casa em Gaia.

    ResponderEliminar
  38. Você refletiu muito bem o sentimento de saudade que aqueles de nós que não temos em nossa cidade sentem pelo mar. Eu moro perto dele, mas não pude ir para o confinamento.
    Cumprimentos de Espanha

    ResponderEliminar
  39. Yo también extraño el mar. Bella nostalgia amigo. Saludos.

    ResponderEliminar
  40. Também tenho saudade do Mar, dos segredos que revela e esconde.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  41. O mar faz parte integrante da minha vida, ou não fosse eu ilhoa. Saudades só dos dias quentes em que posso desfrutá-lo.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  42. Bonito este teu Mar, Ricardo. Com a tua escrita parece que estive na praia a contemplar esse Mar.
    Tudo de bom.
    Bjs
    Olga

    ResponderEliminar
  43. Ricardo

    O mar é a eterna inspiração dos Poetas.
    Este poema está todo ele cheio de mar.
    Eu gosto!
    Desejo uma sSemana abençoada com muita paz e saúde.

    :)

    ResponderEliminar
  44. Sou uma privilegiada com o mar a 2 minutos de casa.
    Há que não perder a esperança.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma privilegiada mesmo, sem dúvida.
      Perder a esperança é "morrer" à beira do caminho. E, penso, que todo o mundo quer seguir viagem em direção à felicidade completa.

      Fique feliz.

      Eliminar
  45. "Ouvir os sussurros do seu silêncio..." a poesia é toda linda, mas só mesmo uma alma sensível e poética para ter a sutileza espiritual de sentir e traduzir em palavras. Abraços.

    ResponderEliminar
  46. O mar sempre o mar...lava-me a alma, dá-me bons conselhos, fonte de inspiração, adoro ouvi-lo ao longe e apreciá-lo de perto.
    Muito bonito.
    Um dia feliz.

    https://adizercoisas.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  47. Pois é Ricardo, detesto comédias.
    Adoro um drama.
    Abraços,

    ResponderEliminar
  48. Me siento identificada con tu poema, amigo mío, echo mucho de menos el mar, su olor, su danza, su marea, su belleza, perderme en su inmensidad, cuántas ganas de verlo.

    Preciosos versos.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  49. Boa tarde Ricardo. Obrigado pelo texto elaborado e incrível.

    ResponderEliminar
  50. Por acaso também já sinto saudades. Um belo poema. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  51. Nem imagina quanto me reconheci nas suas palavras...

    Boa tarde

    ResponderEliminar
  52. Olá, eu estou aqui. você tocou em um assunto com o qual muitos de nós, a maioria de nós identificamos e concordamos com você, mas para aqueles de nós em terra de aeman e o mar é algo que tanto almejamos.
    Saudações.

    ResponderEliminar
  53. Boa tarde Ricardo,
    Um poema nostálgico sobre o mar que tanto aprecia.
    Por aqui já se pode admirar e depois há os pescadores amadores que não falham;))!!
    Beijinhos e saúde.
    Ailime

    ResponderEliminar
  54. Que belíssimo poema de saudades, sim, de voltar a fazer as coisas mais simples, como passear na praia, passear na região serrana, passear pelo meu bairro despreocupada e parando de vez em quando para uma palavrinha com os outros moradores do bairro que há tantos anos nos conhecemos. Hoje, amigo Ricardo, tenho saudade de fazer as coisas mais simples, como colocar o nariz para fora do meu prédio e respirar sem máscara e sem medo.
    Uma feliz semana, amigo, adorei esse seu poema.
    beijo

    ResponderEliminar
  55. Um poema lindo sobre a saudade do mar. Todos estamos vivendo saudades e sonhos esperançosos nestes dias...
    Vamos adiante...
    Boa noite e um abç

    ResponderEliminar
  56. Oi R y k @ r d o muito lindo o poema amei ler...que saudades do mar (•ᴗ• ٩)*
    Com carinho sempre bjinhos

    ResponderEliminar
  57. Oi Ryc@rdo compreendo estas emoções, afinal muitos como você perdeu a liberdade, o tempo e agora só resta a saudades do mar, eu me incluo.
    Amei o poema.
    Boa semana, abraços, Vi

    ResponderEliminar
  58. Amo o mar! há 2 anos visitei esse gigante azul e me apaixonei por ele,
    Não vejo a hora de voltar a cair novamente em teus braços.
    Sentir seu toque a força dos teus braços fortes, ouvir sua linda melodia, sua respiração ofegante no mais lindo delirio de amor.❤❤

    ResponderEliminar
  59. Não me posso queixar muito, o mar não está muito longe de mim! Adorei demais este seu poema, Ricardo! Beijinhos,uma boa noite e boas marés!

    ResponderEliminar
  60. Também tenho tanta saudade de ver e sentir o mar.
    Talvez lá para Junho consiga "matar" saudades.
    Lindo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  61. Também eu tenho saudades de entrar no mar (vejo-o todos os dias)... e do tal "tempo sem tempo".
    Belo poema!
    Beijo.

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.