sexta-feira, 14 de maio de 2021

Olhando as ondas iluminadas

( Imagem retirada da net )
Olhando as ondas iluminadas de luz cintilante
Encontro-me em sonhos que nunca julguei ter
Na minha frente, existe um mar, deslumbrante
Fresco, elegante, com tanto amor para oferecer
.
Olhando o mar, sou livre, como uma gaivota
Que sobrevoa as águas, deliciando quem a vê
Expondo toda a beleza que do seu voar brota
Encantando os olhares de quem nela, se revê
.
Deslumbro-me perante a imensidão do mar
Entrego-lhe os meus receios mais temerosos
Confesso-lhe os sentires do meu sentimento.
.
Perante o mar, sinto-me pelo sonho vaguear
Esquecendo os meus anseios, mais receosos
Encontrando o sossego do meu pensamento
...
"" R y k @ r d o ""
...

62 comentários:

  1. O Mar
    que por não o ter aqui
    duas ou três vezes por ano
    o olho no que li '_'`)

    Bom e feliz dia com alegria Ricardo.

    ResponderEliminar
  2. Mais um bonito poema que vim cá conhecer!

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Un bonito poema,oda al mar,su inmensidad y su belleza através del vuelo libre de una gaviota,encontrando el sosiego de los pensamientos.
    Abrazos Ryk@rdo.

    ResponderEliminar
  4. O mar é assim, deslumbra e sossega.
    Excelente soneto, os meus aplausos pelo talento e inspiração.
    Continuação de boa semana, caro Ricardo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. El estar frente a esa masa de agua azulada es impresionante y si es mirando una puesta de sol ...es lo más. Un abrazo .

    ResponderEliminar
  6. Quando a poesia está lado a lado com um a belíssima imagem, tenho que dar nota máxima.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  7. Perante o mar, nos dixamos encantar...Linda! abraços, chica

    ResponderEliminar
  8. El mar es una cuna de embelesos, la danza salada que enamora y cautiva; en especial cuando se canta con tanto acierto, Rykardo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Excelente poema e a paisagem é lindíssima!
    Passei para desejar uma semana feliz!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira

    ResponderEliminar
  10. Como sempre, adorável poema. Como somos um País de poetas, de alma de bons poetas como se vê. Abraço

    ResponderEliminar
  11. A imensidão do mar, e a influencia na criação poética.
    Gostei

    ResponderEliminar
  12. Nasci e vivi metade da minha vida em frente ao mar...
    Maravilhosa descrição dos efeitos e sentimentos que o mar nos pode transmitir.

    Abraço
    Liliana
    Ideias Recicladas e... não só!

    ResponderEliminar
  13. O mar, que inspira os poetas.
    Também adoro o mar. Na sua grandeza e imensidão.

    Belo poema, amigo Ricardo!

    Abraço poético.

    ResponderEliminar
  14. Também adoro observar o mar, principalmente ao entardecer.
    Maravilhoso poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Soneto formoso — teu sonho erguido das ondas iluminadas de um mar deslumbrante — sonho sonhado hoje, perdido na alegria infinita de AMAR 🦋 A imagem casa bem com o soneto maravilhoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa

      Está feita uma verdadeira poetisa. Este teu comentário é. poeticamente falando/escrevendo...BRILHANTE

      Eliminar
  16. El mar es mi mejor amigo.
    Siempre está cuando lo necesito.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  17. lindisima foto com um poema lindo tambem adoro ver o mar mas ja faz algum tem que nao vejo bjs saude

    ResponderEliminar
  18. Sim, ele, o Mar nos ouve a mensagem secreta da alma. E nós inspira, e nos sossega a mente.
    Parabéns mil, poeta Ricardo!!

    Agradeço de coração as suas visitas e comentários sempre deliciosos nos meus dois blogs.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde Ricardo,
    Um lindo soneto!
    O mar sempre muito inspirador.
    Beijinhos e saúde.
    Ailime

    ResponderEliminar
  20. Um poema sublime! O mar é o lugar ideal para colocar as ideias em ordem, ou mesmo, para recarregar energias. Também para a isnpiração dos Poetas! AMEI 😘

    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Hermosa la inmensidad del mar y muy bello tu poema.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  22. Posso saber quanto tempo dura esse teu deslumbre pelo mar se estiveres um frente-a-frente com ele?
    Já marcaste no relógio? Eu acho que ficar a olhar para o mar é como estar numa aula chata: dá logo o sono e vamos mas é para cima da toalha, na areia, chonar.
    :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sentado no pontão, ou caminhar por ele, junto ao Mar, posso estar um dia inteiro que não me canso. Gosto de ter um caderno, uma esferográfica/lápis, ir escrevendo, riscando, escrevendo, riscando, até à última página desse caderno, onde não caiba mais poesia.
      Gosto de olhar o voo das gaivotas. Ver os barcos a passar e ... olhando para o lado, poder ver uma mulher linda como tu, desejando que fosse uma linda sereia, mas com pernas de mulher. Sei que posso ter tudo isso ... menos essa sereia que, existindo, vive para além da imensidão do mar que, embebecido, olho. Sei disso...e daí - penso eu - a minha nostalgia que, não consigo disfarçar, nos escritos gravados nas páginas do caderno que já referi.
      Áh... e quando estou nessa situação que descrevi...não tenho comigo relógio.

      "" dá logo o sono e vamos mas é para cima da toalha, na areia, chonar. ""

      Escreveste no plural: Quem são esses vamos...
      ;)

      Eliminar
    2. Prefiro ser besuga que sereia. Se não for muito incómodo.
      Olha, por acaso eu gosto mais de alguém com um caderninho e com uma caneta na mão do que dos que andam com o colar da máquina fotográfica ao pescoço.
      Quando eu digo "vamos", refiro-me a quem está comigo, quando eu comungo até é Deus que está comigo.
      ;)

      Eliminar
    3. PS, eu não sou linda, sou de cair para o lado.
      ;)
      Sou normal, homem! Não sonhes nem inventes!

      Eliminar
    4. Diz o irmão brasileiro: "" Ajoelhou tem de rezar ""
      Diz o português "" Ajoelhou tem de comungar ""

      Haverá ser humano que consiga contrariar o imaginário?
      E será que o imaginário tem limites?
      :)

      Eliminar
    5. Besuga – “É uma mulher atraente, sensual e bonita "
      :)

      Eliminar
  23. Momentos destes são únicos, e sempre desejados! Belíssimo poema,que toca a alma! Beijinhos, um bom resto de dia Ricardo!

    ResponderEliminar
  24. Realmente o mar acalma e traz reflexões incríveis. Mais um bonito poema!
    Boa noite... Abç

    ResponderEliminar
  25. Boa tarde, caro amigo Ricardo!
    O mar para os poetas é uma linda fonte de inspiração!
    Poema muito iluminado!
    Um beijinho!
    Megy Maia🌼🐱🌼

    ResponderEliminar
  26. Boa noite, Ricardo.

    Um belo soneto, contemplativo e sonhador.

    Abraço poético !

    ResponderEliminar
  27. Boa tarde ,meu querido amigo Ricardo, poesia e imagem bela se completam totalmente, imagino como seria sua inspiração no por do sol na Pedra do Arpoador aqui no Rio de Janeiro.

    ResponderEliminar
  28. O Mar é um tema de fascinação poética. Parabéns, Ricardo.
    F. Carita Mata

    ResponderEliminar
  29. Qualquer dia estamos a pagar para ir ver o mar

    gostei

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reconheço que já faltou mais. Oxalá alguém do Governo não leia essa sua opinião, senão...queres ver o mar? Paga 1 euro, lol
      Abraço

      Eliminar
  30. Con una vista tan preciosa de una puesta de sol así es fácil inspirar poesías que nos ofreces.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  31. Un atardecer frente al mar es fuente de inspiración, esa calma regala palabras hermosos a quien sabe ordenarlas en versos. Un abrazo

    ResponderEliminar
  32. Que belo poema ,Ricardo. Tão real a tua presença diante da imensidão do mar , pensamentos perdidos a vaguear aleatoriamente.E o poder de sua magnitude. Abraços.

    ResponderEliminar
  33. Que belo passeio do olhar por cima do mar
    Ricardo sempre muito inspirado pela imensidão marítima
    é verdade que o mar é de uma grande beleza e tão inspirador e poético
    quando não desencadeia os perigos dos naufrágios!

    ResponderEliminar
  34. Hola Rik@rdo!Me han encantado tus versos hoy.. doy fe que estar frente al mar nos da un monton de sensaciones imposibles de describir, pero una de ellas es la paz y el agradecimiento frente a tanta belleza. Hermoso poema!!! Besos

    ResponderEliminar
  35. O mar é sempre uma fonte de inspiração inesgotável.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  36. Olá, amigo Ricardo, gostei muito de ler esse teu inspirado poema, tendo por tema um sentimento amoroso. Parabéns, Poeta.
    Um bom final de semana,
    um abraço.

    ResponderEliminar
  37. Será que ainda vou ver esse amar este ano??
    Um abraço, bfds

    ResponderEliminar
  38. Que bello es el mar inspirador, y que bello tu sentir poético amigo Ricardo.- Saludos.

    ResponderEliminar
  39. Mirar el mar en encontrarnos con una fuente de inspiración; también de nostalgia.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  40. Adoro seus poemas!!

    Boa sexta feira.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  41. Así es, Rykardo. El mar tiene un encanto especial...y estando en una playa solitaria al atardecer, se disfruta más de esa paz que nos trasmite su oleaje, su eterno vaivén. Me encantó tu dulce poema. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  42. Olá Ricardo,
    Repleto de inspiração este seu poema sobre o ar. Gostei especialmente deste verso:

    "Olhando o mar, sou livre, como uma gaivota
    Que sobrevoa as águas, deliciando quem a vê
    Expondo toda a beleza que do seu voar brota
    Encantando os olhares de quem nela, se revê"

    Votos de um fim-de-semana feliz.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  43. Mais um belo poema...
    Antes de mais obrigado pela preocupação, não tenho publicado nada apenas por falta de tempo...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  44. Vaguear na poesia e no olhar do mar... é puro relaxe! Bj

    ResponderEliminar
  45. O mar, isse redentor de soidades e saudades é o lugar ao que acudir para redimirnos de tanta frialdade que nos habita, como bem definiu na sua anterior postagem que lí mas não comentei.
    Agardando que poidamos resucitar antes de ser um mundo de afectos congelados.
    Abraço e boa fin de semana, Rikardo.

    ResponderEliminar
  46. ¡Qué grande ese el mar y qué peñines somos nosotros!

    Besines utópicos.-

    ResponderEliminar
  47. Un placer leer portugués, esa lengua hermana. Máxime si es hacerlo a través de un poema tan sensible, lúcido, hondo, preciso...
    Muchísimas gracias, Ricardo.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  48. Olá, amigo Ricardo!
    Passando por aqui, relendo este excelente poema, e desejar um Feliz fim de semana!
    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
  49. Lindo o poema e é tudo o que se pode fazer é olhar as ondas o que já anima um pouco...um beijinho e um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  50. Apreciado Ricardo, acabo de leer un excelente poema cargado de gran belleza como así lo requiere el bello mar. Bendita paz, la que nos da y ofrece con el simple hecho de poder mirar y observar su grandeza.
    Un abrazo y buen fin de semana.

    ResponderEliminar
  51. O mar sempre nos inspira....
    Gostei ��

    ResponderEliminar
  52. O mar... esse mundo em que mergulhamos o olhar e a alma, e que nos fala para além do que os nossos olhos alcançam!...

    Bom fim-de-semana, Ricardo!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.