segunda-feira, 6 de julho de 2020

Olhar o além


( imagem da net )
.

Amar-te são frios dias de tormento
Por te sonhar em profunda paixão
Beijar-te seria o doce complemento
Do amor que transporto no coração
.
Não pensar em ti é vaguear pelo infinito
Onde imaginar-te é dor que me consome
Numa alucinação em suplemento erudito
Em que pronuncio as letras do teu nome
.
Desejar-te é a razão do meu cansaço
Qual puro sentimento de terna ilusão
Reside na timidez do meu embaraço
Olhar o além, no silêncio, da solidão
...
" R y k @ r d o "
.

domingo, 5 de julho de 2020

Feliz Domingo



Apenas quero ver chegar as ondas
Mais além um barco em movimento
Dizer bom dia às águas do mar
Que os meus pés vêm beijar
E eu poder abraçar o vento
.
Apenas quero ver um céu azulado
A brilhante luz das estrelas
Sentir-me pela vida abençoado
Nas nuvens vaguear apaixonado
Como se pudesse estar junto delas
.
Apenas quero perder-me entre trigais
Entre espigas de amor que sorrindo
Dançam melodias em sons celestiais
Abraçadas em namoros irreais
Numa música suave de domingo

-........................................................
Para todas as/os ilustres amigas/os deste NOSSO cantinho, desejo de coração um domingo muito feliz junto de quem mais amarem 🌹❤🌹
.
" R y k @ r d o "
.

sábado, 4 de julho de 2020

Mulher = Elegância


...

Chegaste irradiando luz de brilho vestida
Onde o teu olhar de mulher ornamentada
Encantou o meu ego em luzência rendida
Fulgente elegância de mulher sofisticada
.
Foi esse olhar que cativou o meu coração
Num feitiço pelo teu carisma, provocado
Onde a minha alma se desnudou de ilusão
Ficando presa ao desejo do amor sonhado
.
Formosa, usando um vestido, tão elegante
Cor vermelha, brincos de ouro, fascinante
Graciosos sapatos, adornavam os teus pés
.
Ateando em mim o quente fogo da paixão
Levando a desejar-te em elevada profusão
Lírico encanto por chegares linda como és
...

" R y k @ r d o "
.

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Carta de uma amante


...
Chego a casa. Sobre a mesa uma carta aberta
Falava de amor. De carinho, da forma de ser
De segredos por aclarar, de uma voz incerta
Dos teus confessos desejos de sentir mulher
.
Tinhas partido. Carta na mão. Ouvi o silêncio
Das paredes, outrora testemunhas, da ternura
Que nos pediam que imperasse o bom senso
Nos nossos desencontros, de menos frescura
.
Escreveste magoada:- Não sei porque choro
Não sei se é loucura. Se é apenas um desejo
Não sei para onde vou. Até o destino ignoro
Levo comigo o sabor da mentira do teu beijo
.
Cansei de ser tua amante em amor de verdade
Sabia que tinhas mulher e que não eras só meu
Mas as promessas juradas de eterna fidelidade
Fizeram-me acreditar que o teu amor era só eu
.
Assim nesta carta me despeço do sonho vivido
Talvez possas deixar cair uma gota de emoção
Amei-te loucamente num sentimento proibido
Levo comigo lágrimas de saudade no coração
.
Fechei a carta, olhei o vazio, vivi o momento
Percebi a partida, e a tristeza daquela mulher
Ser casado, ter esposa, e outra no pensamento
É enganar-se a si mesmo. Nem é viver sequer

.......................................................................
Poesia e apenas poesia. Existe quem defenda que a poesia são estados de alma. Até pode ser. Mas uma coisa é a escrita, outra coisa, é o ser humano, poeta ou poetisa, que está atrás desse estado de alma. E o poeta/poetisa, são uns fingidores, não é mesmo?
.
" R y k @ r d o "
..

quinta-feira, 2 de julho de 2020

Coração nas Nuvens


...
Não olhes o céu nem as nuvens que passam
Podes ver nelas figuras de querença, irreais
Não queiras sentir o quente do vento agreste
.
Ele arrasta mensagens de desejo irrefreável
E pode dizer-te que eu morri no outro lado
Da encosta onde o sol se põe e se esconde
.
No enclaves mais elementares do razoável.
Acredita que o tempo não é apenas verdade
Que um dia sonhaste serem suaves sorrisos
.
Olhos azuis, tão felinos, doces, penetrantes
Não vagueis pelo inconstante  pensamento
Que como uma nuvem mostra um coração
.
Escondendo a marca dos elos por diversão
Não deixando viver a essência do momento
Em que fechas os olhos, por amor e paixão

...

" R y k @ r d o "
,

quarta-feira, 1 de julho de 2020

SOMBRA

...
Que mal fiz eu para ser perseguido
Não sou delinquente, nem foragido
Já não sei mais o que posso fazer
Ao meu lado esta sombra misteriosa
Anda comigo, se paro, pára vaidosa
Até me parece estar orgulhosa
Imita-me em tudo, já nem a posso ver
.
Será que é uma assombração?
Será um fantasma?, será que tem vida?
A verdade é que é muito atrevida
Apareceu nestes dias de verão
Nunca apareceu durante o Inverno
Embora veja que tem um andar terno
Não havia reparado na sua perseguição
.
Descobri que era uma manhosa
E por medo ou por cobardia
Ao passar por uma sombra diferente
Olhei, oh minha santa gente
Essa sombra já não existia
Mas logo apareceu mais adiante
E digo-vos: Até parece que sorria
.
Anda a deixar-me muito nervoso
Porque mesmo sendo eu cuidadoso
Se me mexo ela também se mexe
Disse-lhe um dia muito zangado
Sombra tem muito cuidado
Levas um pontapé no rabo
Que vais parar ao Bangladeche
..

" R y k @ r d o "
.

terça-feira, 30 de junho de 2020

O beijo das ondas

AKI GIFS: Gifs animados Praia
...
Soltam-se as ondas que nunca ninguém viu
Num mar que tem a areia como namorada
Que vêm beijar os sonhos de quem resistiu
E que no espírito um sentimento já existiu
Num coração que anseia pela sua chegada
.
Amam as ondas um areal de águas vencidas
Quem vêm beijar numa querença sem futuro
Abandonam o areal, envoltas e convencidas
Que voltarão a abraçar-se em futuras vidas
Como se o seu retorno fosse um dado seguro
.
 Não sabem as ondas que não vão mais voltar
Que o areeiro não sentirá mais a sua frescura
Se o soubessem, o areal não quereriam beijar
Fazendo com que, por amor, ficasse a chorar
Com saudade dos seus beijos de alva ternura
...

" R y k @ r d o "
.

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Chuva na vidraça

IP
Chove lá fora. Vejo como bate na vidraça
Escorrendo, oferece carinho e sentimento
Purifica o espírito de quem nela se enlaça
Cria nostalgia nos sorrisos do pensamento
Parece doar amor nas suas gotas delicadas
Como uma trova que a mente compreende
Afectos vão libertando águas aprisionadas
Que o distinto e árido coração, surpreende
Chove lá fora. Águas soltas como num rio
Abençoando o sentimento que triste e frio
Sofre de emoções corporais, tão dolorosas
Queria perceber, a chuva, e o seu mistério
Talvez, quando o meu corpo no cemitério
Estiver envolvido pelo perfume das rosas


" R y k @ r d o "
.

domingo, 28 de junho de 2020

Aves orando em dia de domingo


...
Toda esta calma que estou sentindo
Quando olho a rua através da janela
Talvez por hoje ser dia de domingo
Canta o melro uma balada para ela
.
Percebe-se o seu coração, sorrindo
Olha-o feliz com certo ar de cautela
Se calhar sabe, que hoje é domingo
E o melro quer rezar junto com ela
.
Gostei de ver aquela doçura, emoção
Que um pelo outro estavam nutrindo
Juntei-me a eles a rezar uma oração
Sabendo que hoje, é dia de domingo
.........................................................
Desejando a todas as amigas e amigos deste meu/NOSSO cantinho, um Domingo repleto de Saúde,  Paz, Alegria, Fraternidade, Convívio, Poesia, para que, no seus lábios, nunca falte um sorriso de amor e esperança e, nos seus olhos, um olhar de felicidade.
...
" R y k @ r d o
.

sábado, 27 de junho de 2020

Pedaços de vento


...
Sopravam pedaços de vento
 Trémulos, extenuados
Pelos caminhos sem tempo
Nos meus passos cansados
Nas dunas da desventura
Secas nas áureas do desatino
Porque nas vielas do destino
Está fechado o sentimento
.
Marchei por áridos areais
Deixei marcas de nostalgia
Vivi a noite, o calor do dia
Suportei cansaços e dor
Não encontrei o oásis
Da frescura da tua boca
Que saciasse a sede louca
De te beijar, meu amor

...

" R y k @ r d o
.

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Papoula

...
Quero caminhar por entre ventos e estios
Onde possa encontrar o teu lindo sorriso
Por entre campos e espigas dos desvarios
Possa encontrar a felicidade que preciso
.
Quero caminhar, entre searas sem censura
Onde as preces sejam amor e não desatino
Em que os trigais, sejam rios de água pura
Que lavem a mente das chagas do destino
.
Quero caminhar, através da fantasia da voz
Onde nada queime como uma chama feroz
Que transmita ao coração piedade e tristeza
.
Quero caminhar por entre flores em botão
Onde sinta alegre, o olhar do meu coração
Ao ver na papoula, a ternura da tua beleza
...

" R y k @ r d o "
.

quinta-feira, 25 de junho de 2020

Fulgor dos Amantes




Suspiro pelo teu corpo
desnudado
Carente, entregue
transpirado
De onde caem gotas
 desobedientes
sabendo a sal, quentes
Amor sedento, 
bocas delirantes
Fogo que me queima
Em chamas constantes
Soltos gemidos de prazer
Corações a arder
No fulgor dos amantes
.

" R y k @ r d o "
.

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Amar apenas uma vez...

(imagem da net )
...
Não tenho saudade nem nostalgia
Nem me sinto indiferente, nem só
Mas sinto na garganta apertado nó
Não sei se de tristeza, se de alegria
.
Sei que estás comigo, permanente
Que resides no meu pensamento
Mas tenho como pressentimento
Não ficarmos juntos para sempre
.
Dizem que o amor é carta fechada
Um desvario que enche o coração
Alegra, magoa, juiz na condenação
Por vezes é tudo, outras não é nada
.
Sentimos que o amor está a chegar
Brilha o olhar, o sorriso é profundo
Sendo o mais belo afecto do mundo
Porque não existir sem nos magoar
.
Surgindo o amor em sedução amena
Acredito que seja um simples talvez
Mesmo que se ame apenas uma vez
Que seja uma vez, que valha a pena

...

" R y k @ r d o "
.

terça-feira, 23 de junho de 2020

Silêncios


Diz a minha alma

Que os silêncios são palavras oprimidas
Pela solidão dos reversos da melancolia
Que ficam presas pelos fios da nostalgia
Em secas doutrinas de amor, esquecidas

Diz o meu coração

Que as marés são mensagens libertas
Das mordaças, de um mar profundo
Da vivência acorrentada lá no fundo
Entre as paisagens escuras e desertas

Diz a minha boca

Sendo os lábios, uma porta semi - fechada
Para outros lábios de género desconhecido
Sentem os sussurros dum coração, vencido
E de uma alma sorrindo de tão apaixonada
...

" R y k @ r d o "
.

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Porta do Coração


...

Quando eu partir e notares a minha ausência
À porta do teu coração eu não estar à entrada
Não busques entre os versos nem na ciência
Porque sabes, que a relação, está terminada
.
Fica em silêncio, e nas áureas da inteligência
Encontrarás um sorriso de uma boca cansada
E sentirá o teu peito a dor da dura evidência
Que chegou ao fim a magia na nossa estrada
.
Terminará a altivez, o olhar frio, duro, furtivo
Nem o sonho será visto no sentido imperativo
Podendo existir a torrente da mera recordação
.
Nem palavras vazias, ciciadas junto ao ouvido
Poderei ter viajado para destino desconhecido
Onde a Paz seja a sentimento do meu coração
...

" R y k @ r d o
.

domingo, 21 de junho de 2020

Flor de Amor Puro


...
Trago comigo uma bonita flor
De cor púrpura, aveludada
Até pode não representar nada
Nem por ela estenderes a mão
Estarás fria sem sentir ardor
Ter secado o teu lindo coração
Por ter sido ferido pelo amor
.
O dia está nublado, céu escuro
Meus olhos felizes, por te ver
Sabes que na áurea do meu ser
Esconde-se um amor inseguro
Nesta flor que te quero oferecer
Acredito que a queiras receber
Porque sabes ser um amor puro
.
Pisei folhas dispersas pela erosão
Caminhei por caminhos isolados
Vi pássaros cantar, apaixonados
Apanhei a flor com tanta emoção
Para que num momento sentido
Ter um pouco do amor prometido
Que ainda exista no teu coração
...
...................................................
Desejo a todas as amigas e amigos um domingo muito feliz. Muita Paz, Amor, Compreensão, Solidariedade, Amizade e, essencialmente, muita Saúde.
Estão todos dentro do meu ❤ .
.
" R y k @ r d o ".
.

sábado, 20 de junho de 2020

Um coração - duas partes

❤❤
Sinto meu coração em duas partes, partido
Como se partem as ondas dum mar agitado
Uma delas sei que não faz qualquer sentido
Outra, é um enigma que está nele guardado
Ecoam em meu redor calafrios sem sonido
Transparências de silêncio, esvoaçam no ar
Como se um coração, sem amor retribuído
Só uma dessas partes tivesse direito a amar
Tem o coração a cor, da rosa, que floresceu
Uma parte é colorida. Outra já se esqueceu
Se algum dia foi pertença de quem já partiu
Sei que minha, nunca o quis ou desejou ser
Decidiu o coração deixar uma parte morrer
Do que dar a quem amor por ela não sentiu


"" R y k @ r d o ""
.

sexta-feira, 19 de junho de 2020

Sereia


...
Apenas o sossego dos desvarios
O som da água. É noite de luar
A Sereia cantando odes e brios
Sentada na firme rocha do mar
.
Rompem-se os silêncios na voz
De um mar mulher, mar amante
Barco navegando desatando nós
Para um destino, quiçá distante
.
Ouvem-se sussurros, sobre o mar
Ondas revoltas, ruídos e lampejos
Ritmos sonoros, som instrumental
Lírico musical no eco dos desejos
.
Talvez uma sereia chegue e dance
Oferecendo amor e sensualidade
Numa voz silenciosa que alcance
A pacatez da suave musicalidade
,,,

"" R y k @ r d o ""
.

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Amar-te é ...


...
Amar-te é doença incurável
Desejar-te é terapia salutar
Querer-te é vício intratável
Beijar-te é doce luz do luar
.
Abraçar-te é remédio natural
Pelos delírios mais sagrados
Destino em desígnio material
Em desejos loucos e saciados
.
Sentir nossos lábios colados
É ternura, líri imaginação
Sei que os beijos imaculados
São uma doença do coração
.
Por isso sinto estar tão doente
Embora de um amor saudável
Confessa-me o subconsciente
Que amar-te é doença incurável
...

" R y k @ r d o "
.

quarta-feira, 17 de junho de 2020

A Flor da Primavera


...
Sapientes recitais cantam as aves em seus ninhos
Músicas encantadoras em notas de real sabedoria
Como pintores que em quadros pintam miminhos
Assim cantam as aves numa Primavera em alegria
.
Nascem as flores em jardins de beleza e encanto
Enchem-se os campos de plantas em vários tons
Soltam-se os aromas das rosas que adoram tanto
Odorar os musicais das aves em seus líricos sons
.
Flutuam coloridas borboletas que de flor em flor
Distribuem sensualidade num delírio tão sedutor
Dançando ao som da imaginativa e doce quimera
.
Deus criou a natureza, o homem, a linda mulher
Que das flores é a que o coração veio preencher
Por isso o homem a nomeia a flor da Primavera
...
" R y k @ r d o
.

terça-feira, 16 de junho de 2020

SEM SAUDADE

(imagem da net )
...
Nem por ódio nem por caridade
Vou dizer-te o que estou a sentir
Rompeste aquele laço sagrado
Partiste, não tiveste humanidade
Nem de mim te vieste despedir
Como se tudo tivesse sido falado
.
Foste embora, para lugar incerto
Olvidaste o nosso pacto de união
Escolheste destinos irreflectidos
Numa inóspita falta de respeito
Deixaste os sorrisos prometidos
Entrando nos ecos da ingratidão
.
Nunca comunicaste a tua partida
Nem uma palavra, uma verdade
Recebi agora uma carta rasurada
Em letra ilegível, tão angustiada
Numa débil penitência, vencida
Dizendo que sentes infelicidade
.
Foste tu, meu amor, que escolheu
Chamo-te assim com sinceridade
Já não sinto respeito nem carinho
Sabendo que o amor já se perdeu
Nem quero saber qual o caminho
Nem de ti sinto qualquer saudade
.
"""""""""""""""""""""""""""""""""
""""""""" R y k @ r d o """""""""
.
Um amigo perguntou-me um dia
Porque escreves de forma triste
Respondi sorrindo, com alegria
Acredita que tristeza não existe
Existem apenas versos e poesia
"""""""""""""""""""""""""""""""""
"""""""""""""" /// """""""""""""""

"" R y k @ r d o ""
.

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Fria Estrada


...
Marchei pela fria estrada, quiçá por engano
Confiando encontrar o amor que me negas
Foi apenas fadiga, quiçá um desejo insano
Porque sei que para mim tu não o entregas
.
Sinto um cansaço nas palavras que secaram
Nas promessas de amor que foram miragem
Até os abraços que os nossos corpos ataram
Se perderam nos cruzamentos dessa viagem
.
Lembro os teus beijos dados com sentimento
Como um arco-íris que erra pelo firmamento
Genuína fantasia, sendo uma nuvem sagrada
.
Como o sol que alumia o sorriso do teu olhar
Assim é o meu coração, que não quer deixar
De na frígida estrada, procurar a sua amada
,,,

" R y k @ r d o "
.

domingo, 14 de junho de 2020

Máscaras abandonadas ....O direito de viver


...
Não me peçam para me calar
Porque não o consigo fazer
Ao presenciar tanta sujidade
Em mentes em que a maldade
Parece ser feita por prazer
.
Depois de tanta recomendação
Como posso não censurar
A maldade do ser humano
Que teima em ser tão desumano
E nem sua própria vida, respeitar
.
Como pode esta vergonha existir
Quando está tanta gente a morrer
Uns infectados pelo destino
Outros por maldade de um cretino
Que não respeita nem o seu ser
.
Não me peçam para me calar
Quando vejo máscaras abandonadas
Até à porta de estabelecimentos
Onde pessoas assistem a eventos
Podendo assim ser infectadas
,
Não desejo a morte a ninguém
Mas tenho que bem alto dizer
Respeitem a vossa própria vida
Não provoquem a despedida
De quem tem o direito de viver
....

" R y k @ r d o "
...

Queria ser a Tela

...
Queria ser a tela que pintada de improviso
Através de um pincel, seguro pela tua mão
Desenhando o lírico traço de amor preciso
Onde pudesses pintar a cor do teu coração
.
Que importava ser uma tela branca, evasiva
Se as tintas nela insertas, tivessem a tua cor
Numa áurea sorridente duma tela exclusiva
Pintada com as tintas coloridas do teu amor
.
Sei que não terei voz, pois sou apenas a tela
Que quer receber algo como parte mais bela
Para que a magia do amor me possa honrar
.
Ser a moldura decorativa, da parede do salão
Que ao me olhares, sintas o bater do coração
Como bateu quando na tela o quiseste pintar
...
" R y k @ r d o "
.

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Máscaras e álcool gel

...
Conheceram-se no Carnaval
A Riquita e o Joel
Usavam máscaras no Arraial
Não usavam álcool gel
.
Ela de olhar sorridente
Ele chamando-a: Meu mel
Não mostrava sorriso nem o dente
Nem cheirava a álcool gel
.
Tímida, ela baixava o olhar
Ele imaginando como ela sorria
Ela sem ver o dente sujo do fumar
Ele da sua boca nada sabia
.
Terminado o arraial, um dia
Passaram meses sem se encontrar
Chegou a Pandemia
E outras máscaras para usar
.
Quis o destino que se voltassem a ver
Na Praça dos Arcos de Wrangel
Ambos usando máscaras a valer
E as mãos higienizadas de álcool gel
.
Nem um beijo, nem um abraço
Nem um aperto de mão
Apenas um olhar de embaraço
E o bater do coração
.
Aconteceu a semana passada
Sem máscara, mas que emoção
Ela feia por tão desdentada
Ele dente sujo sem higienização
.
Olharam-se sentindo a desilusão
Pareciam ter provado fel
As máscaras caíram no chão
As mãos secaram sem álcool gel
.
Acabou o sonho encantado
Para tristeza do coração
O álcool gel ficou de lado
E a máscara caída no chão
.
.
Escrevi este simples poema usando ironia e humor. No entanto, não esquecer que, é um assunto muito sério, com o qual jamais se pode brincar. Atendo assim a simpática solicitação feita nos comentários do meu poema anterior - Luz de Liberdade - da ilustre amiga Fatyly, administradora do lindíssimo blogue ... UMA NOVA CUBATA ... que pode (e deve) visitar... AQUI.
....................................................
Agora a sério
.
Que o bom senso e a educação
Não permita que em nenhuma ocasião
Exista este acto descuidado
Em que uma máscara fique no chão
A poder provocar infecção
Nem o álcool gel deixe de ser usado
..

" R y k @ r d o
.

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Luz de Liberdade

Gifs de Flores e Borboletas animadas lindas! Flowers gifs ...
...
Sendo tu, uma flor de luz, que amo tanto
Por quem o meu coração está enamorado
Não é doença é sim pelo sedutor encanto
Desse brilho, que me deixou apaixonado
.
Sendo tu a Primavera em flor do campo
Continuas a ser uma incógnita suspensa
Não entendo porque te amo assim tanto
Quando só tenho olhares de indiferença
.
Sendo o meu amor, maior que o lamento
E meu coração endurecido pelo tormento
Não irão sofrer pela presença da saudade

Nascendo num campo de pétalas naturais
Sempre ouvi os conselhos dos ancestrais
Que me ensinaram a escolher a liberdade
.

" R y k @ r d o "
.

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Pôr-do-sol no coração


...

É o teu amor o meu sol nascente
O silêncio das manhãs de solidão
A fragrância da madrugada
A intermitência das ondas do mar
,
O barco que navega docemente
A flor que perfuma a minha mente
A fleuma selvagem do meu existir
A aragem que refresca a luz do luar
.
O aroma da flor que desabrocha
A planta gotejada pelo relento
Nas manhãs de branca geada
A doçura, o meu encantamento 
.
O sorriso, a fantasia, a ilusão
O caminho, a seta que me orienta
O pôr-do-sol do meu coração

.........

"" R y k @ r d o "" 
.

terça-feira, 9 de junho de 2020

Corações secos de amor

Resultado de imagem para chuva caindo da nuvem gif | Imagem de chuva
...
Cai a chuva ao romper do dia
Mãos de amor, higienizando
São limpas gotas de nostalgia
Os sentimentos purificando
Com frescos pingos de magia
.
Fina chuva, vida sobressai
De um Céu que sabe lavar
As lágrimas saídas do olhar
Como se a chuva que cai
Fosse um coração a chorar
.
São pingos no ser esplendor
Que as nuvens fazem nascer
Preces enviadas em louvor
Que a natureza vem oferecer
Aos corações secos de amor
...

"" R y k @ r d o ""
.

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Picada no coração

(imagem da net )
Senti no coração uma picada de ternura
Sofrendo o meu peito angústia e tremor
Pensava que o meu peito era armadura
E que nele nunca entraria tristeza e dor
Senti na minha alma o carinho do amor
Que enrubesceu o meu rosto de afeição
Vermelho de rosa que no seu esplendor
Aclarou de afecto as auréolas da ilusão
Passando por mim, altiva, jovial, briosa
Alegre, usando um vestido cor-de-rosa
Um sorriso meritório da minha atenção
Foste na minha vida um sonho acordado
Não sei se foi um devaneio apaixonado
Sei sim que senti uma picada no coração

.
" R y k @ r d o "
.

domingo, 7 de junho de 2020

Poema Sonhado

                   ... ( imagem da net ).....
.
São tantos os sonhos na minha vida
Inscritos nos reflexos do devaneio
Que adormeço com a alma rendida
Aos delírios dos sonhos que anseio
.
São tantos os devaneios que à partida
Quando caminho por veredas solitárias
Em cada momento numa voz contida
Sinto em mim fantasias infiéis e várias
.
Sonhador me confesso, e admitindo
Que sonho e acordo, chorando e rindo
Dos versos que tanto tenho imaginado
.
Sonetos idealizados, versos mal escritos
Que rimados, faltam certos requisitos
Para que o considere o poema sonhado
.
" R y k @ r d o
.

sábado, 6 de junho de 2020

Vento em noite fria

...
Cai a noite. Sopra o vento na escuridão
Ciciando nas fendas dos meus sentidos
Sinto que o meu sono entra em rebelião
E o seu zumbir, entrando pelos ouvidos
.
Arrepia-me o seu sibilar na noite escura
Que na sua passagem alerta as intuições
Parece trazer palavras de amor e ternura
Deixando-me o sono em sérias mutações
.
Sinto que o meu dormir fica inconstante
Por culpa de um vento que num instante
Transforma o escuro na claridade do dia
.
Sem dormir as minhas reflexões sobem
Sentindo que os delírios me consomem
E os meus pensamentos são a noite fria
...

" R y k @ r d o
.

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Criança:- Inocência e Pureza

Abençoada seja a criança que saltita
Pelos campos sob o sol da alvorada
Mostrando à vida a sua alma bonita
Num sorriso de felicidade encantada
Infinita pureza, olhar de feliz ternura
Luz de amor que em seu peito crepita
É o seu sorriso garantia de alma pura
Num corpo frágil de candura bendita
Como pode alguém por mera maldade
Ferir um ser inocente, com crueldade
Privando-a de sorrir, de ter esperança
Que a Lei Divina saiba como condenar
Quem maldoso, tire o direito de sonhar
Existente na inocência de uma criança


" R y k @ r d o
.