domingo, 30 de novembro de 2008

CAMINHOS DE ESPERANÇA

Viajo em caminhos de esperança
Estradas de sonhos esquecidos
Amores vadios
Caminho entre mares e rios
Da vida fazendo dança
Ao som de musica imaginada
Tão irreal
Quase verdade
De tanto pensada
Tão bonita e amada
Para o teu coração, transportada
Em mensagens que te envio
Em falas que te dou
Quando te confesso quem sou
Quando te digo, aqui estou
Viajando em caminhos de esperança
Abrindo o coração
Solicitando a tua atenção
Ouvindo a tua respiração
Vendo sem ver o teu sorriso
O fechar dos teus olhos
Ouvir uma palavra tua
De mentira, toda nua
De verdade vestida
E eu
Nesta fé que me transporta
Penso
Afinal que importa
Saber se não existe uma porta
Quando eu por crença sentida
Sei que tenho toda uma vida
Quando viajo
Em caminhos de esperança

3 comentários:

  1. Não é fácil, isso de fazer da vida um caminho de esperança...

    Kiss

    ResponderEliminar
  2. Por esses caminhos as viagens são boas. Nem preciso de desejar boa-viagem. Por estar garantido o bom que há nessas andanças.
    :)

    ResponderEliminar
  3. A espearança é sempre a última a morrer... ;)
    Bjs**

    ResponderEliminar