terça-feira, 22 de junho de 2021

Como esquecer este meu amor

...
Queria falar-te ao coração meu amor sentido
Dizer-te como sofre o meu amor, sem tempo
Mostrar-te como me sinto cansado, perdido
Por esse amor nunca por nós ter sido vivido
Porque sabemos que não há mútuo sentimento
.
Para mim és a flor mais linda que conheço
Mas não te basta saberes que és tão amada
Pensando em ti, deambulo pela rua, padeço
Sofrendo dum amor que sabes, não esqueço
Mas que por amar-te sofro em cada jornada
.
Sei que pelo teu coração nunca vou ser amado
Como sei que um beijo teu não receberei jamais
Não terei em meus braços o teu corpo delicado
Mas nunca queiras um beijo entre nós, trocado
Porque meu amor, pode já ser, tarde demais
.
Confias que o meu amor por ti, nunca acabará
Nem que algum dia deixo de te querer e amar
Mas olha que, tudo o que começa, terminará
Se um dia quiseres, quem sabe se já não estará
No meu coração, outro lindo amor, no teu lugar

...

"" R y k @ r d o ""

.


90 comentários:

  1. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema e desejar uma ótima semana!

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. É bom começar a semana lendo belas palavras.
    Beijos e feliz verão

    ResponderEliminar
  3. El amor entregado, pero con fecha de caducidad, no se puede esperar por tiempo. Aunque esperar mientras se leen tus versos es muy ameno. Abrazos

    ResponderEliminar
  4. Mais um trabalho digno de relevo.
    Boa semana, abraço.

    ResponderEliminar
  5. Mais um poema que gostei muito e só o tempo fará atenuar essa dor:)

    Beijocas e um bom começo de semana e ou Verão:))

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema :)
    Boa semana.

    https://www.dreamsofaprincess.pt

    ResponderEliminar
  7. Esperemos que a amada descubra quem tanto a ama!

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Há amores inesquecíveis! Linda poesia! Feliz Verão! abraços, chica

    ResponderEliminar
  9. Penas de amor, que doloras son. Abrazos y feliz semana.

    ResponderEliminar
  10. Nostálgico poema, basado en el desamor, fuente de inspiración de poetas.
    Yo creo que hay más poesía escrita sobre el desamor, que sobre el amor.
    Un abrazo, Ricardo.

    ResponderEliminar
  11. As boas recordações de grande amor, nunca esquecemos.

    Belo poema, amigo Ricardo!

    Feliz semana!

    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
  12. Bellísimo poema, reflexivas letras.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  13. Olá Ricardo querido

    É mesmo muito triste quando se ama sozinho, mas o poema é espetacular.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  14. Ojalá este amor tan poético y hermoso sea correspondido algún día.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  15. Um amor tão sofrido neste poema, meu Amigo. Até dói.
    Cuide-se bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  16. Bela, sua inspiração, Ricardo!
    Sou daquelas que torce sempre por um final feliz, mas bem sei que nem sempre é assim, a vida nem sempre se dá com encontros e quem sabe, num destes desencontros, algo novo floresce, pra tirar de vez quem não soube dar o devido valor no amor.
    Boa semana, amigo,
    Valéria

    ResponderEliminar
  17. O que dizer deste teu Divino poema?
    Mas cuidado, um coração apaixonado não costuma ter lugar para outro.. Lool Não tenho mais palavras para adjetivar o poema no geral AMEI ����
    ~~
    Queria ser, muito mais, que um Ser
    ~~
    Beijos, e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tempo tudo cura. O esperar também tem um limite de tempo. Tudo o que começa um dia termina. Nada é eterno... nem o amor...
      Grato pelo carinho e palavras lindas, elogiosas que, porventura, nem mereço.... mas gosto.

      Sei que sentes e vives a emoção
      Sei que a tua alma é como chama
      De um fogo que ardendo no coração
      Nada o apaga quando muito ama
      .
      Beijinho em tu.

      Eliminar
    2. É um privilégio ler tua obra,
      poeta. Eu gosto dos nossos
      escritores, mas tu, que és meu
      amigo, me tocas mais com a tua
      poesia que eles.
      Um abraço e obrigado.

      Eliminar
  18. Muito bom, amigo! Terno, apaixonado... mas atento à realidade do tempo que passa! Meu abraço, boa semana.

    ResponderEliminar
  19. Muito bonito este sentido poema!
    Beijinhos e muita saúde!

    ResponderEliminar
  20. Ryk@ardo , seu poema é doído e cheio e cheio de amor .
    Gostei bastante .
    Agradeço a partilha e sua presença amiga no meu espaço .
    Boa semana .
    Abraços

    ResponderEliminar
  21. Boa tarde Ricardo,
    Belíssimo e expressivo poema!
    Quem ama também sofre!
    Gostei bastante.
    Um beijinho e uma boa semana.
    Aiime

    ResponderEliminar
  22. Ricardo!
    Poema mais lindo e com tanto amor que qualquer mulher fica toda apaixonada um bjo e linda semana.

    ResponderEliminar
  23. Los dilemas profundos del sentir que nunca nos abandonan
    y que a veces nos dejan más arrugas que tibiezas en el alma...
    Buena semana.

    ResponderEliminar
  24. Todo lo que empieza termina,más si nunca ha empezado,no se puede hablar de corazón a corazón.Si nunca se ha llegado a vivir ese amor,nunca puede haber entendimiento.
    El tiempo todo lo cura un desamor y todas las fantasías.Bonito y romántico poema.
    Abrazos,Ryk@rdo.

    ResponderEliminar
  25. Então não me parece um grande amor, assim substituído no final!!!
    Boa semana!!

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marisa Cavaleiro

      Acredita nos amores - em separado - eternos?

      Eliminar
  26. Gostei de ler o seu poema tão namorado e tão pouco correspondido, como case ocorre. Mas é lindo sentilo e saber expresalo.
    Para mim, os amores platónicos são os melhores.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  27. Ah...esses amores não correspondidos rendem belos poemas. E como os correspondidos são a minoria creio que representará a muitos . Parabéns pelo sentido poema , poeta Ricardo.

    Beijo carinhoso !!

    ResponderEliminar
  28. Lo importante de este amor es que lo sientas, luego llegaran otros amores, no vale clasificarlo como el más intenso. Nunca es igual en nada. Me encanto tu romanticismo.
    Abrazo

    ResponderEliminar
  29. O amor é bom e saudável quando correspondido. Um poema cheio de lutas interiores.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  30. Un hermoso y romántico poema de un amor no correspondido. Aun así siempre se intenta.
    Un abrazo amigo y buena semana.

    ResponderEliminar
  31. Tomara que isso acabe depressa porque estou na fila para ser substituta!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lenor
      Estás na fila? E consegues ver, do local onde estás, o principio dessa fila?
      ;)

      Eliminar
    2. É uma fila só de mulheres, imensa, parece uma das dos pavilhões da Expo 98. Calculo estar a meio da fila. A latagona que está à minha frente tapa tudo. Elegantíssima, poderosíssima, de longos cabelos louros, umas ancas mirabolantes, umas sandálias que praticamente lhe deixam os pés nus. Acho que nem vai chegar a minha vez, vais-te ficar por ela ou por outra igual que esteja à frente dela.
      :)

      Eliminar
  32. Uma dedicatória lindíssima, neste poema tão sentido, sincero! Às vezes, a vida muda. E às vezes, é para melhor! Beijinhos, uma boa semana!

    ResponderEliminar
  33. Este é um amor condicional. Reciprocidade é o que vai condicionar a sua duração. :)

    ResponderEliminar
  34. Até o amor tem limites quando não é correspondido, não dura eternamente.

    Um abraço, Ricardo
    Feliz semana !

    ResponderEliminar
  35. Oi Ricardo
    Linda e triste poesia simultaneamente.
    Lembre-se da frase: "Um amor morre outro renasce". (minha). Eu amo devagarzinho para não sofrer.
    Eu acredito piamente do amor que sinto por mim, depois vem o outro que nunca saberei se é amor verdadeiro.
    Eu me amo o outro vem depois com cuidado para não sofrer como o personagem da sua estória.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  36. Um belo poema, mas muito triste mesmo :) Quem nunca perdeu um amor?

    Dizem quem um novo amor cura tudo :)

    ResponderEliminar
  37. O amor é lindo mas muitas vezes assustador!!

    Boa semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  38. Lindo e inspirado poema meu querido amigo Ricardo. Boa segunda-feira.

    ResponderEliminar
  39. Amores e desamores sempre estão presentes na imaginação dos poetas. Curiosamente parecem ser os amores saudosos e não correspondidos aqueles que mais os inspiram.
    Abraço, saúde e uma boa semana

    ResponderEliminar
  40. Parece-me uma despedida triste, ou então uma recordação nostálgica.
    Boa semana
    Coisas de Feltro

    ResponderEliminar
  41. Rima... mas será verdade?
    Que infelicidade poética...
    Apetece dizer
    "- Gostas dela?
    - Sim
    - E já lhe disseste que a amas?
    - ..."
    (Ou vice-versa)

    Boa saúde, RiK@rdo.

    ResponderEliminar
  42. Olá RiK@rdo. Poesia linda mas ao mesmo tempo triste.

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    ResponderEliminar
  43. Que lindo poema , aunque es algo triste te conmueve. Te mando un beso

    ResponderEliminar
  44. Grandes amores nunca se esquecem.
    Abraço

    ResponderEliminar
  45. Hay cosas que no se pueden olvidar. Saludos amigo.

    ResponderEliminar
  46. Amores e amores... Há os que perduram e os que são rapidamente esquecidos.
    Triste o poema...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  47. Bom dia, amigo Ricardo!
    Certas pessoas têm facilidade em pôr outro no lugar...
    Impacientes, sofrem e fazem sofrer.
    Tenha dias abençoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  48. Rodrigo um belo poema, muito deste tempo, até o porque refere um amor que, pode não ser incondioional, como nos velhos tempos. Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva caro amigo Daniel Costa

      Não é Rodrigo, mas sim, Ryk@rdo, mas tudo bem. Eu entendi

      Retribuo o abraço.

      Eliminar
  49. Poema lindo, de um amor não correspondido,
    que apesar de grande pode terminar,
    por falta de alimento.
    Temos sempre a ilusão de que é para sempre,
    não é? Mas pode não ser...
    Abraço
    Olinda


    ResponderEliminar
  50. Sendo, sincero não esconde,
    o amor está em todo o lado
    vagueia, sem parar um instante
    não precisa de ser controlado!

    Outro alguém não o detenha,
    na vida de elevadíssimo valor
    então, que mais fim não tenha
    fantástico, esse, poema de amor!

    Continuação de boa semana. Saudações poéticas.

    ResponderEliminar
  51. Quem sabe, não é, Ryk@rdo?... Tenho por mim que às vezes basta alguém saber que o outro está a perder o interesse, para que se sinta imediatamente interessado. Somos estranhos seres, complicados e difíceis de perceber. Desejamos o que não está ao nosso alcance, por vezes não valorizamos o que temos por perto, e perseguimos objectivos que quando alcançados não nos trazem a alegria esperada. O seu poema está muito lindo, fala de um sentimento maravilhoso, e de quanto se sofre quando não se é correspondido. Gostei muito.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  52. Amor não correspondendido pode ser muito atroz.
    E por vezes é o que mais existe.
    Um poema melancolico, mas bonito na sua mensagem.
    Beijo caro Poeta
    :)

    ResponderEliminar
  53. Si un amor no es correspondido, por mucho que duela, hay que tratar de olvidarlo.

    Besos

    ResponderEliminar
  54. Eres el juglar del amor.
    En tus versos siempre hay algo por descubrir.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  55. Felizmente que o tema AMOR não se esgota na alma do poeta... Bj

    ResponderEliminar
  56. Please, don't forget about this love :)
    Beautiful expression!

    hugs

    ResponderEliminar
  57. Hay amores y amores... Y cuando llegan a esta ceguera es mejor olvidar que cualquier tiempo pasado fue mejor. Sino, pasará factura y tenemos que saber que cada día el amor brilla y no en función de su inmortalidad y nuestras circunstancias.

    El poema en si es fabuloso y lleno de nostalgia.

    Abrazos poéticos, amigo.

    ResponderEliminar
  58. Boa tarde meu querido amigo Ricardo. Obrigado por mais um poema maravilhoso e inspirado.

    ResponderEliminar
  59. Oi Ryc@rdo um amor não correspondido é bom para inspirar poemas lindos como o seu, mas nutrir sentimentos não correspondidos é frustrante, acredito que dar oportunidade a si mesmo para encontrar um outro amor é saudável.
    Abraços,Vi

    ResponderEliminar
  60. O Ryk@rdo sempre nos presenteou com belos poemas, este é mais um que aplaudo de pé. Parabéns!
    Continuação de boa semana

    ResponderEliminar
  61. Lindo poema, mas amores não correspondido é muito sofrimento!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  62. Olá, Ricardo, um belo cantar sobre o amor.
    Um poema muito inspirado. Parabéns, poeta.
    Uma boa semana, com muita saúde.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  63. Quando o amor é verdadeiro, fica difícil esquecer, simplesmente lindo o poema, abraços.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  64. Olá Ricardo!
    Amores não correspondidos ficam maravilhosos na literatura e na poesia, mas na nossa vidinha essa daqui, não é nada bom, rs. Lindo e inspirado poema. Aplausos mil!
    Bjs
    Marli

    ResponderEliminar
  65. Muy hermoso poema romántico... Rykardo. Un clavo saca otro clavo dice un dicho...y es verdad. Esto se aplica mucho cuando el amor se acaba y todo puede suceder. Un abrazo grande.

    ResponderEliminar
  66. Como diz Nélson Ned, um cantor bem antigo, com uma voz poderosa.
    " Tudo passa, tudo passará e nada fica, nada ficará..."

    Aproveite bem os seus dias.
    Abraço

    ResponderEliminar
  67. Desencontros de amor, quem os não tem.
    Ricardo, aplaudo e sua enorme criatividade poética.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  68. Quando o amor não é correspondido o melhor mesmo é seguir em frente.
    Belíssimo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  69. Tudo bonito. O desfecho define o que aprendi, amando sem ser amado. Amor é via de mão dupla, se assim não for, paciência, a linha da gente tem que seguir em frente, pois o amor, não está em outra pessoa, está acima de tudo dentro da gente, lá na frente a gente cruza com outro caminho. o resto é espelho retrovisor. Mas sei que demora rs rs.

    ResponderEliminar
  70. Es un poema precioso, con la dureza que a veces nos trae el amor. Besos.

    ResponderEliminar
  71. Ainda bem que pode haver a capacidade de voltar sempre a amar.
    As feridas sangram e doem, mas também cicatrizam.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  72. Que bonito escribes Ricardo. Besos.

    ResponderEliminar
  73. Oi Ricardo, belas palavras para inspirar o final de semana que está por vir.
    Um ótimo final de semana pra você.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderEliminar
  74. Talvez quando ele se decidir seja tarde demais. Essas coisas acontecem. Beijos.

    ResponderEliminar
  75. Tocante e sublime poema!
    Arrasas sempre Ricardo!

    Abraço!

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.