A minha Lista de blogues

domingo, 26 de junho de 2022

Velhice, onde tudo não volta mais

 


Soltos, livres, correndo, repletos de confiança
Como se no mundo tudo fosse amor e carinho
Assim se compõe a vida e felicidade da criança
O sorriso, é a pétala, que aroma o seu caminho
.
Rebelde ternura, cabelo ao vento, cara atrevida
Não pensa no perigo, em seu olhar a confiança
Ouve as aves, olha o seu ninho, alma divertida
Ousadia, liberdade, saudável sorriso de criança
.
O tempo corre, a luta diária, forma-se o casal
Novas crianças dão luz à vida, o sol nascendo
Dias diferentes, o poder, discussões anormais
.
Chega a velhice, sofre o idoso, função natural
Outras companhias, olhares tristes, padecendo
Fala-se da vida e de tudo o que não volta mais


..............................
.
.
"" R y k @ r d o ""
.

67 comentários:

  1. El paso del tiempo, recordando que somos lo que fuimos, mejorado, pulido y, al final de nuevo quedando sólo la esencia.

    Un abrazo

    ResponderEliminar
  2. C´est la vie Ricardo
    aos poucos esvai-se até a alegria
    do tempo de cada dia ´.`)

    Bom e belo fim de Semana
    de S. João pra vocês.


    ResponderEliminar
  3. Lembre-se que há muito quem não tenha a possibilidade de ser velho.
    Abraço, bfds

    ResponderEliminar
  4. Una verdad que todos tenemos a la vuelta de la esquina, recuerdos ellos son un aliciente para seguir viviendo. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  5. A vida é uma passagem muito rápida.
    Gostei deste belo poema.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  6. Cuando eres niño sientes que tienes toda la vida por delante, de anciano ves el final del camino, y eso asusta mucho, por no hablar de los "achaques" que has de sufrir. Besos amigo mio :D

    ResponderEliminar
  7. A velhice é o resultado de quem ainda está vive.
    antas recordações a povoam...
    abraços, chica

    ResponderEliminar
  8. É aproveitar o tempo entre essas duas "épocas".

    Bom fds

    ResponderEliminar
  9. Cariño y comprensión , respero y amor necesitan todos.

    Besos.

    ResponderEliminar
  10. Excelente ! Parabéns !

    Bom fim de semana e cordiais saudações

    ResponderEliminar
  11. Pior que envelhecer é não envelhecer!

    Abraço

    ResponderEliminar
  12. O poema é bonito e realista, sobre a velhice. Mas eu acho que o envelhecer poderia ser melhor, se não privilegiássemos tanto a juventude, em prejuízo da velhice.

    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. L’infanzia è il periodo più bello, dovremmo invecchiare senza mai perdere l’anima fanciullesca.Bella poesia, complimenti e buona giornata.

    ResponderEliminar
  14. Vem o "inverno" da vida, em que amadurecer com sabedoria é uma dádiva. Fácil? Não. Mas é desafio.
    Parabéns querido Ricardo.

    Obs: penso que já comentei nessa publicação. Por favor, Ricardo dê uma olhada na deixa de spam. Obrigada.
    Beijão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá estimada amiga

      Não, no Spam não estava/está nenhum comentário seu

      Beijocas.

      Eliminar
  15. Poeta RICARDO!
    Felizes são os que viveram da infância à velhice,porque
    armazenam, na memória, a hidtória das suas vidas.
    Podem conta-las, repriza-las com orgulho ou com tristeza.
    Muitos, nem tem esta oportunidades.Foram ceifados em
    plena caminhada....
    Belíssimo Poema, amigo. Um ótimo final de semana e um
    fraterna labraço, aqui do Brasil !
    Sinval.

    ResponderEliminar
  16. Sólo los niños saben vivir y disfrutar d ela vida....¡Quién fuera niña otra vez! Saludos

    ResponderEliminar
  17. Uma brilhante retrospetiva de vida, num soneto. Parabéns Poeta!

    Beijo. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  18. Lindíssimo poema que adorei ler...beijinhos ....

    ResponderEliminar
  19. Ah o tempo e suas marcas.Belo poema.
    Abraço, bom final de semana!


    ResponderEliminar
  20. Beautiful.

    Love: Mariann Yip
    https://www.mariannyc.com/exploring-cinque-terre/

    ResponderEliminar
  21. Infância - A vida em tecnicolor.
    Velhice - A vida em preto-e-branco.
    Mario Quintana
    Lindo e real poema, Ricardo
    Um abraço
    Verena.

    ResponderEliminar
  22. Infelizmente, Ricardo, nem todas as crianças têm a infância feliz que aqui descreves; muitas atrocidades são cometidas contra elas, tantas vezes pelos próprios pais. Quanto aos idosos, é uma fase que todos querem viver, pois é sinal de que ainda estamos cá, mas para muitos essa época da vida é cheia de amargura e abandono; os filhos são os primeiros a descartá-los como farrapos velhos que já não servem para nada. Como gosto de olhar um idoso e ver os seus olhinhos a brilhar; felizmente ainda os há. Belo tema, Ricardo. Obrigada pela reflexão que nos levas a fazer. Um bom fim de semana e saúde. Beijinhos
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Emília Pinto
      Concordo na integra com as tuas sábias, assertivas e tão verdadeiras palavras.
      Um domingo feliz
      Beijinho

      Eliminar
  23. Uma bonita reflexão para não nos esquecermos que o tempo não volta atrás!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  24. El inevitable paso del tiempo... es tan absolutamente veloz...que cuando nos queremos dar cuenta somos ya mayores, y el tiempo ha volado de nuestras manos.
    Muy hermoso!
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  25. Se puede seguir cumpliendo años y mantener un espíritu joven, a pesar de los achaques que lleva consigo la edad.
    Feliz fin de semana. Besos.

    ResponderEliminar
  26. gracias por tu aporte emocional en mis blogs

    ResponderEliminar
  27. É assim a vida, amigo Ricardo.
    São as fazes porque temos que passar...
    Excelente reflexão!

    Votos de um excelente fim de semana.
    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  28. Poética e sábia análise da evolução da vida.
    Infelizmente, a última etapa da vida pode ser bem triste, solitária e dolorosa em muitos sentidos.
    Bom fim de semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  29. Eu também já estou mais p'ra lá que para cá.
    🙂

    ResponderEliminar
  30. Realmente o tempo não para, e até parece passar cada vez mais rápido! Belo poema! Bom fim de semana e boas partilhas sempre!

    ResponderEliminar
  31. hay que intentar ser niño de vez en cuando

    ResponderEliminar
  32. Reflexivo poema, el tiempo no se detiene hay que disfrutar mientras se pueda. Te mando un beso.

    ResponderEliminar
  33. Envelhecer é não se preocupar mais com o futuro
    e desejar que o presente não se acabe.
    E a saudade de ser criança, permanece,
    Bonita foto e poema, Rycardo

    ResponderEliminar
  34. Desde la mirada de un niño todo es descubrimiento. esperanza, y una vida que comienza,
    irremediablemente hemos de llegar al ocaso con más sabiduria, saboreando cada dia ,
    pero nuestra mirada ya está algo mas turbia y mas desespèranzada
    Un reflexivo poema que me ha gustado mucho, feliz fin de semana, on abrazo

    ResponderEliminar
  35. Comovente e verdadeiro mas muitos não chegam lá.
    Beijos e um bom sábado

    ResponderEliminar
  36. Um lindo soneto que reflecte bem o ciclo da vida.
    Bom Fim de Semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  37. Delícia de Poema. Gostei.

    Abraço
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
  38. El mayor de la vejez no es la vejez sino la falta de cariño cuando este no existe. Sentirse abandonados y sin el amor de los suyos.
    Me gustó mucho.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  39. Un poema donde nos muestras dos etapas diferentes de la vida de una forma muy bella.
    Tendré que ponerme al día es tu blogs en la medida de lo posible.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  40. Muy realista y hermoso tu poema.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  41. Emotivas palaras e imágenes donde plasmas este recorrido des de la infancia hasta la vejez.
    Muy bello, saludos poéticos.

    ResponderEliminar
  42. Boa tarde Ricardo,
    A vida é assim. O tempo passa muito depressa, mas a velhice é sabedoria, sorrisos e olhos a brilhar.
    Beijinhos e um bom fim de semana.
    Ailime


    ResponderEliminar
  43. Boa tarde meu querido amigo Ricardo. Obrigado pelo texto maravilhoso. Uma excelente matéria e reflexão.

    ResponderEliminar
  44. Olá Rykardo!
    Lindo poema, os jovens não pensam que a velhice vai chegar.
    Chegar a esse estágio é desafiador, pois cada um chega de um jeito.
    Desejo-lhe uma semana repleta de luz
    Abraços Loiva

    ResponderEliminar
  45. Que linda imagem das crianças. Verdadeira alegria dos pequenos. Tudo de bom. Ainda que a vida é assim tão passageira. Bom final de semana. Rykardo

    ResponderEliminar
  46. Maravilha, Ricardo, realidade sem rodeios e sem subterfúgios!!
    A vida é essa.
    Aplaudindo daqui esse belo poema!
    Um feliz domingo, saúde!!
    Beijo

    ResponderEliminar
  47. Excelente!

    Bom domingo.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  48. Bom dia Caríssimo poeta, um bom tem de reflexão, acompanhado com belas palavras que só quem domina a técnica da poesia o consegue fazer.
    Um bom domingo
    Etan Cohen

    ResponderEliminar
  49. Hay una vejez física e inevitable y otra mental o de sentimientos; nada podemos contra la primera, pero sí contra la segunda.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  50. É o percurso da vida. A velhice é assustadora.
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  51. Também se diz que "Tudo se ganha, tudo se perde"! Saúde e Paz. F. Carita Mata

    ResponderEliminar
  52. Bonita reflexão da infância e da velhice, cada fase com a sua beleza...
    Bom domingo. Meu grande abraço

    ResponderEliminar
  53. This is a beautiful poem. Aging should be a celebrations of one's life. And to be happy of being old.

    ResponderEliminar
  54. Gostei da reflexão. Cada fase tem um encanto apesar das perdas entre elas: "do sorriso, é a pétala, que aroma o seu caminho." Bom domingo

    ResponderEliminar
  55. Por tudo o que disse, precisamos ter mais consciência sobre como gastamos nosso tempo.

    Um dos poemas mais tocantes e realistas que já li, com um contraste que ninguém quer ver quando se está no segundo grupo. Mas que existe.

    Boa semana,
    Simplicidade e Harmonia

    ResponderEliminar
  56. Nem todos têm o privilégio de lá chegar! Abraço

    ResponderEliminar
  57. ... E recordar é voltar a viver!
    Boa semana!

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  58. Recordar é viver!
    Passei para desejar uma semana feliz!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou, deixe um comentário. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita. Obrigado de coração.