terça-feira, 21 de setembro de 2021

Sentimentos como folhas de Outono

 


Cheira a Outono e nos nobres caminhos
Encontram-se folhas caídas, amareladas
Esvoaçam ao vento sem terem miminhos
Ontem tão jovens, hoje velhas, cansadas
.
Assim é o homem e a mulher que na vida
Caminham aliados pelo destino, juntinhos
Ninguém imaginando aquela dor sentida
Quando começam a sentir estar velhinhos
.
Como folhas inertes por um destino cruel
Nas aldeias ainda se vive sentado à porta
Onde se degusta, pão barrado, a fino mel
Dando-se a saudação e nada mais importa
.
Sente-se na soalheira da porta que há vida
E velhinhos falam, recordando a meninice
Assim numa forma de vida mais comprida
Se louva essa, e uma terna e suave velhice
.
É tão triste saber que num lar se vai acabar
Mas não se julgue que a família fica bem
Tantas vezes são as lágrimas que dão lugar
À falta da presença do querido pai ou mãe

...

"" R y k @ r d o ""

.

56 comentários:

  1. Lindas palavras para tratar de um tema que toca nossos corações: a velhice como crepúsculo da vida e a perda irremediável.
    Beijos da Espanha e feliz semana

    ResponderEliminar
  2. Mais um bonito poema para começar a semana!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Dos días mas y el otoño ya será una realidad, tus versos nos han dado un adelanto hermoso. Abrazos

    ResponderEliminar
  4. O outono da vida pode ser, para o ser humano, uma confrangedora estação de destino menos agradável.
    Abraço amigo.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  5. Fenomenal este poema Ricardo, tão inteligentemente bem escrito. Parabéns!!!
    Que a sua semana seja feliz.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  6. C´est la vie Ricardo '.`)

    Boa Semana
    bom dia com alegria
    que o frio de Outono
    já se sente e porfia.

    ResponderEliminar
  7. Delicatezza, e accentuata malinoonia, in questi bei versi intinti in scenari autunnali...
    Sempre bello leggerti, Riccardo, buona settimane un sorriso,silvia

    ResponderEliminar
  8. Bello principio de semana, me encanta esas hojas con sus colores y la imagen amigable de años de vivencias. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  9. A vida com seus ciclos e duras consequências. Viver no limite da suportabilidade e ver os dias limitados num cantinho de iguais. É a vida anigo.
    Feliz semana amigo.

    ResponderEliminar
  10. Bonito, real e comovente. Não consigo dizer mais nada.
    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
  11. aqui vamos entrar na primavera. bom outono pra vcs. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  12. Lindo o poema que toca a todos com muita tristeza um bjo linda semana😘🥰

    ResponderEliminar
  13. Hay que ir acostumbrándos poco a poco a las limitaciones del paso de la edad, pese a ello, todavía hay motivos para seguir viviendo y tener nuevas ilusiones, de acorde con la edad.

    Besos

    ResponderEliminar
  14. Que triste resulta cuando van "partiendo" los miembros de la familia y cada vez te vas encontrando más sola.Saludos

    ResponderEliminar
  15. Um poema muito bonito e que, me/nos deixa a pensar...A reflectir! Amei 😘
    .
    Beijo, e uma excelente semana!:)

    ResponderEliminar
  16. Lindíssima poesia e a melancolia das partidas ... Um dia seremos nós a partir... Adorei! abração,chica

    ResponderEliminar
  17. Belíssimo poema, amigo Ricardo!
    Muito atual e pertinente.

    Gostei muito de ler.


    Votos de uma excelente semana!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. O outono é dado à melancolia porque sabemos que a vida se vai estreitando. Mas é bom viver um dia de cada vez. Quando chegar o fim que venha serenamente. Sem doer... Um excelente poema.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  19. Inevitável, mas triste
    Boa semana
    Abraço

    ResponderEliminar
  20. El otoño y la nostalgia van de la mano.
    Es tiempo de melancolía.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  21. Nostálgica e bela homenagem ao outono da natureza e da vida.
    Boa semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. O OUTONO 🍂 é uma admirável fonte de inspiração.
    Quando digo que a tua poesia tem potencial, Ricardo, não é um elogio, é sim um facto.

    ResponderEliminar
  23. Olá Ricardo
    A velhice vai chegando e como é bom envelhecer com leveza, poema muito interessante. Abraços.

    ResponderEliminar
  24. outono é a minha estaçao que gosto mais bonito poema bjs saude boa semana

    ResponderEliminar
  25. Boa tarde Ricardo,
    Outono lembra o declinar da vida e a velhice que se aproxima ou já se instalou.
    O poema toca num tema tão atual que comove.
    Gostei muito.
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  26. Un poema que refleja una realidad y que me gustó leer.
    Saludos cordiales.

    ResponderEliminar
  27. Boa tarde meu querido amigo Ricardo. Poema maravilhoso. Sei que vocês estão perto do outono e nos perto da primavera.

    ResponderEliminar
  28. Sentimental poema. Que tengas una buena semana

    ResponderEliminar
  29. as folhas já se fazem sentir´
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  30. Linda imagem, bem alusiva ao belíssimo poema.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  31. Bello y triste poema . La edad pasa para todos al igual que la muerte. Te hace pensar. Te mando un beso

    ResponderEliminar
  32. Uma linda imagem e um belo sentido e triste poema, essa é a realidade da vida.

    Ricardo, tenha uma boa semana.
    Saudações

    ResponderEliminar
  33. Es verdad, Rykardo. Es muy triste sentir que ya nos llegó la vejez. Pero debemos verle el lado bueno a cada etapa de la vida. Los viejos tenemos más libertad que los jóvenes, pues ya no estamos atados a un reloj que nos obligue a levantarnos tan temprano, ya no andamos tan pendientes de la moda, sino que nos vestimos con absoluta libertad. Muchas veces pasamos desapercibidos entre la gente, pues ya no somos el centro de la atención. Y eso también es ser libre. Celebremos la vejez, porque tiene su lado bonito. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  34. Festeja-se aqui amanhã o Festival do Meio Outono.
    A temperatura e a humidade vão começar a descer.
    Não falha.

    ResponderEliminar
  35. El Otoño, fuente de inspiración de poetas, siempre ha transmitido mucha melancolía, y más, cuando nos acordamos de los ausentes, como tan bien describes en tu bello poema.
    Gracias, Ricardo y un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  36. En tu bello poema nos recuerda que nuestra vida al igual que la naturaleza tiene un final.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  37. Belo poema, sobre um tema que exige reflexão.
    Parabéns, Ricardo.
    Beijo, boa semana.

    ResponderEliminar
  38. Muy bellas letras.
    Te deseo un otoño muy feliz.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  39. E, eu sei o que é perder um pai!
    Muito bonito!
    Boa semana!

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu sei, amiga Maria Cavaleiro
      ( Pai e mãe )

      Boa semana

      Eliminar
  40. Adoro el otoño...
    LO has pintado con preciosas palabras!
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  41. Boa noite, Ryk@rdo
    Não sabemos. Nunca sabemos se vamos acabar num lar, se vamos sequer chegar à idade de ir para um lar. Quem sabe se Alguém lá em cima nos chama antes disso? Ou se nos sai o euromilhões e conseguimos contratar um serviços de acompanhamento domiciliário? Mil e uma coisas podem acontecer. Até lá ainda andamos cá por fora, e somos senhores dos nossos destinos. Temos que aproveitar, sem angústia. Porque nesta vida não existem certezas. De nada.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  42. Um belo poema Ricardo!

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  43. Passando para reler este lindo poema, e desejar uma excelente noite de paz.

    Ricardo, te saúdo, de Natal.

    ResponderEliminar
  44. Fiquei algo triste, mas a vida é assim... A felicidade é feita de momentos...

    Parabéns pela construção do sentido e expressivo poema.
    ~~~~~

    ResponderEliminar
  45. Boa tarde outonal, amigo Ricardo!
    O lar de repouso dos idosos é preferível aos mais tratos no lar.
    Muito bonito poema que se refere a sentimentos tristonhos semelhantes ao Outono.
    Que lhe seja aconchegante e abençoada a nova Estação!
    Abraços fraternos

    ResponderEliminar
  46. Poesia repleta de sensibilidade, beleza e verdade.
    Parabéns nobre poeta!
    Abraço

    ResponderEliminar
  47. O Outono com as suas reflexões. Tudo tem o seu tempo e que cada fase da vida seja vivida com dignidade.
    Poetizou com profundidade...
    Abç meu

    ResponderEliminar
  48. Nos queda claro que ellos nos acogen y ven siempre desde los cielos
    debemos creer desde el corazón...

    Abrazos.

    ResponderEliminar
  49. Muito belo e profundo.
    Tocou-me.

    Beijinhos e bom domingo!

    ResponderEliminar
  50. Me ha encantado este poema, me ha recordado a mis padres y abuela sentados en la puerta. Besos.

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.