A minha Lista de blogues

terça-feira, 5 de dezembro de 2023

Desatino dos sonhos.

 


O meu coração viaja por áreas sem fim
Transpondo perspectivas, serras e vales
Nem sempre parece gostar de ser assim
Piedoso, para com as tristezas e males
.
Um coração virgíneo qual oração de amor
Que olha em redor em devaneios intensos
Que iguala o mundo à beleza de uma flor
Dentro dos sentimentos impuros e tensos
.
Pobre coração que vive em tempos irreais
Que sobrevive, a intempéries e vendavais
Entre quiméricos sentires, fiéis, risonhos
.
Esquece que a vida sendo a luz do mundo
Nem sempre vive num amor tão profundo
Sendo o amor, mero desatino, dos sonhos
.
.
" R y k @ r d o "
.

53 comentários:

  1. Belos sentires poéticos com grande dominio da metáfora, que muito me agrada. Esse coração que rega a tua mente e faz com que o verso brote com tal beleza. Também que te dirige, mas não passando dum músculo que bombeia, dá essa energia no ir e vir e no amar.
    Abraço de vida

    ResponderEliminar
  2. Uma poesia sensacional Rik@rdo! Parabéns grande poeta lusitano. Um abraço!

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde de sexta-feira e bom início de mês de dezembro. Obrigado pelo texto maravilhoso.

    ResponderEliminar
  4. Gostei deste 'Desatino' , que me deixou mais uma vez, com vontade de voltar... como sempre faço.
    Aproveito a oportunidade para desejar um bom fim-de-semana e um excelente mês de Dezembro.
    Grato pela partilha e atenção de sempre.
    Tudo de bom.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  5. A vida é efêmera. A visagem que temos nesta jornada é como um sopro. E o amor, como diz o poema, um desatino. O que fazer? Seguir o ditado "Carpe diem" e aproveitar o dia!

    ResponderEliminar
  6. Belíssimo poema, que muito gostei de ler.
    Votos de um feliz fim de semana.
    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Cuantas veces los sueños no se cumplen y mas aquellos con el amor por medio.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  8. Que beleza de poesia,Ricardoi! Sempre inspirado! abraços, feliz dezembro! chica

    ResponderEliminar
  9. El corazón siempre está funcionando, solo necesita que le demos amor con el que trabajar. Otro de tus buenos poemas, Abrazos Rykardo

    ResponderEliminar
  10. Magnífico poema teniendo siempre presente al AMOR. Saludos

    ResponderEliminar
  11. Os bons corações são assim mesmo, perdoam os males, infortúnios, enganos, aquilo que não lhes abala de fato, apenas aborrece, entristece, faz tudo ficar pesado.

    Eles sabem que não há nada de bom e produtivo esperando por eles no poço dos ressentimentos, por isso seguem em frente e até perdoam aqueles que foram outrora amigos ou amores em dados momentos.

    Viver é mais importante. E a sabedoria de ser feliz não é para todos que simplesmente querem, pois é preciso ser forte em espírito, visando superar alguns conflitos, vez que a paz é o bem mais importante, em vez de incumbir-se do que alguns realmente merecem.

    ResponderEliminar
  12. Un bonito poema, feliz fin de semana Ricardo.

    ResponderEliminar
  13. Olá, Ricardo
    Bonito poema, desejo um ótimo final de semana, abraços.

    ResponderEliminar
  14. Sempre poético, Rycardo
    Os sonhos as vezes desatinam ...
    Abraços

    ResponderEliminar
  15. No momento em que me encontro, sinto meu coração exatamente dessa maneira. Um mero sonhador.
    Amei os versos.

    Abraços, Rykardo!

    ResponderEliminar
  16. Profundo y bello poema. Es mejor soñar y amar que vivir en la realidad. Te mando un beso.

    ResponderEliminar
  17. Bello y cierto poema, el corazón hace sus viajes y luego la razón, en el caso del amor, hace sus balances.

    Un abrazo, y feliz fin de semana

    ResponderEliminar
  18. Belo poema
    Buon início de mês de dezembro.
    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Immagini intense, e coinvolgenti in una lirica di bella lettura. Buongiorno Riccardo

    ResponderEliminar
  20. És de facto um poeta fantástico e prova está neste poema! Gostei!
    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
  21. acho que como todos meu coração tem vida própria.

    ResponderEliminar
  22. El corazón también tiene días, unos buenos y otros no. Buenos versos Ryc@rdo.
    Buen fin de semana.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  23. Rik@rdo,
    Sua poesia alegra e
    ilumina o coração da gente
    que lê e que ama poesia.
    Bjins de bom domingo
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  24. Que poema tão bonito! Adorei :))
    .
    Sinto-me no caminho da convicção...

    Beijos e um ótimo fim de semana.🌲

    ResponderEliminar
  25. Un soneto exquisito, Rikardo. Un corazón lleno de amor difícil soportar la maldad del mundo, quizá en los sueños el corazón soporte y triunfe...
    Me ha gustado mucho leerte, poeta. Un placer...
    Abrazo. 🌞

    ResponderEliminar
  26. Corações assim sensíveis sofrem sempre muito...

    Cordiais saudações, sereno Dezembro!

    ResponderEliminar
  27. Muitos Parabéns Rykardo pela bela poesia
    que nos trouxestes, escrita com esse teu coração.
    Tem uma boa semana !

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Belos versos! Ainda não tinha visto o
    novo visual de seu blog, gostei!
    Ane/De Outro Mundo 🌷

    ResponderEliminar
  29. Para desatinos, os amorosos parecem-me óptimos.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  30. Olá Ricardo,
    Antes de mais adorei o novo visual do blogue!
    Um belíssimo e intenso poema de amor, tão característico do Ricardo.
    Gostei especialmente deste verso:
    "Um coração virgíneo qual oração de amor
    Que olha em redor em devaneios intensos
    Que iguala o mundo à beleza de uma flor
    Dentro dos sentimentos impuros e tensos"
    Tenha uma excelente semana! Um abraço!

    ResponderEliminar
  31. Somos meio sonho, meio mente consciente, mas... o que é mais real? Se esses sonhos, famintos, doloridos, secos, não existissem, nossa caminhada no deserto pela vida e pela poesia não seria um desafio a seguir. Devemos ser corajosos e acreditar no nosso mundo interior que é um tesouro que ninguém pode tirar de nós e a única coisa que levaremos conosco para a eternidade. O resto, corpo e propriedade, será pó do vento e do esquecimento.

    É um prazer ler você Rykardo, boa semana para você. Um abraço.

    Paty

    ResponderEliminar
  32. Belíssimo poema, que muito gostei de ler.
    Deixo os meus votos de uma feliz semana.
    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  33. A sua veia romântica e amorosa a trazer aqui mais um poema cheio de emoção e sentimento.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  34. Gostei imensamente de ler seu lindo poema, Ricardo.
    Te desejo uma semana abençoada.
    Um abraço.
    Verena.

    ResponderEliminar
  35. Boa tarde de segunda-feira com muita paz e saúde meu querido amigo Ricardo.

    ResponderEliminar
  36. Las tonterías también nos regalan felicidad, el poema es sublime estimado Ricardo.
    Os he tenido abandonados y no os lo merecéis, discúlpame. El adiós de Mily me ha dejado una herida que el tiempo irá cicatrizando.
    Un placer siempre leerte. Un abrazo

    ResponderEliminar
  37. Que bonito, como sempre é costume.

    Cláudia - eutambemtenhoumblog

    ResponderEliminar
  38. Boa Tarde Ricardo
    Como sempre um belo soneto, bem construído e bem rimado escrito com muita inspiração.
    Desejo uma semana cheia de saúde.
    :)

    ResponderEliminar
  39. Boa tarde Ricardo,
    Magnífico soneto!
    O coração abarca os sentimentos e o mundo!
    Beijinhos e continuação de boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  40. Belíssimas palavras.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  41. Um coração sensível, desatinado pelas injustiças do mundo em que tem de viver. Gostei.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  42. Preziose immagini, in questa bella lirica, letta con immenso piacere. Buona serata Riccardo

    ResponderEliminar
  43. Olá!
    Mais um belo poema sobre o Amor e o sofrer de amor! Bom resto de semana!

    ResponderEliminar
  44. Belissimo soneto! Mais uma peça poética com brilhos da tua inspiração!
    O sentir de um coração poético é profundamente sensivel!!
    Parabéns!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  45. A arte do soneto que admiro amigo.
    Perfeito neste desatino amoroso.
    Abraços

    ResponderEliminar
  46. Ese corazón sabe resistir todo, valora cada momento de ese amor que aunque esquivo, igual brinda motivos de sonrisas.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  47. Que todos os sonhos de amor se tornem doces realidades.
    Lindo soneto.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  48. Um belo e sentido poema, que tão bem exprime uma intranquilidade, tão própria destes tempos que atravessamos... Adorei cada palavra! Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou, deixe um comentário. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita. Obrigado de coração.