quinta-feira, 8 de julho de 2021

Labirintos de pensamentos


 
( Imagem da net )  
 
Dormi mal, não sei porquê, confesso
Acordei sem saber se era noite ou dia
Fui até à janela. Vi luzes enamoradas
Estrelas no Céu, lindas, reconheço
Senti como a noite estava fria
Ouvi silêncios de invisíveis nadas
.
Noite e solidão que, suavemente
Invadiram os meus sentimentos
Alguns olhares, breves momentos
Que só tem quem não dorme
Por não sentir um sono uniforme
Nos labirintos dos pensamentos
.
Senti em mim uma gelada nostalgia
Não sabendo explicar esse sentir
Olhei para trás, a cama estava vazia
Porquê esta ansiedade, estremeço
Talvez um amor que deixou de existir
Dormi mal, não sei porquê, confesso

.............................

"" R y k @ r d o ""

.

65 comentários:

  1. Há noites em que os pensamentos são sombrios e ficam presos... a noite torna-se pesada e não conseguimos fechar os olhos e adormecer...
    Interessante a descrição de uma noite de insónia
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  2. À noite tudo é magnífico e os pensamentos nos perseguem traiçoeiros.
    Belo poema, Rykardo.
    Beijos da Espanha

    ResponderEliminar
  3. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Esas noches largas en que los sueños son dudas, y el descanso no llega. Un abrazo

    ResponderEliminar
  5. Compreenda-se o texto e saúde-se quem o escreveu.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  6. Labirintos de pensamentos pouco coloridos na sua tristeza⁉
    O sol beija o meu nariz (estou sentada na varanda) e segreda-me que os labirintos dos pensamentos são maravilhosamente eróticos e não nostálgicos‼

    ResponderEliminar
  7. Noite, solidão, pensamentos confusos, insónia... hum, só um aromático e quentinho chá de camomila nos salva!
    Beijo, poeta.

    ResponderEliminar
  8. Bom dia amigo poeta!
    Lindo poema, quando chega a noite e não se consegue dormir ouve-se os silêncios de nada! Muitas vezes sinônimo de solidão!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  9. Sentir el hielo de la noche, la oscura soledad al mirar por la ventana, Rykardo...Muy nostálgicos tus versos...ora a Dios antes de acostarte y verás que duermes muy bien. Un abrazo grande.

    ResponderEliminar
  10. A mim poucas coisas me tiram o sono! 🤗... Mais um belo momento poético! Bj

    ResponderEliminar
  11. O poema é muito bonito sim quando se tem insónias todos os pensamentos estão na nossa cabeça um bjo.

    ResponderEliminar
  12. A veces una mala noche te hace recapacitar y pensar en esa soledad y en la oscuridad.Menos mal que el día llega pronto y la luz vuelve a brillar. Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  13. Existem noite assim, atribuladas, que resultam em fabulosos poema. Foi o teu caso. Parabéns Poeta! Amei :))

    -
    Beijos, e um excelente dia ;)

    ResponderEliminar
  14. En ese laberinto de pensamientos se enseñorea el insomnio y más si dentro de ese laberinto se echa de menos ese hueco en la cama que un día fue, tal vez, amor.
    Poema nostálgico entorno al amor desaparecido.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  15. Intimista el poema, me gustó.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  16. Dúvidas, questionamentos...Confusão mental...Linda inspiração, bela poesia! abraços, chica

    ResponderEliminar
  17. Lindo poema, retratando, poeticamente, uma situação que, embora desagradável - a insónia - pode terminar por produzir os seus frutos - um belo poema.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  18. Aquilo da cama vazia é em sentido figurado, não é?
    :)

    ResponderEliminar
  19. O que o pensamento vai buscar...
    Bonito poema!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  20. eu tb tenho tido muitos pesadelos. ando pensando demais. mas tb essa pandemia q não acaba. se cuida. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  21. Hay días en que sin saber porqué la melancolía se apodera de nosotros.
    Lo sé bien por desgracia.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  22. Sempre que tenho insônia, me pergunto se não tinha outra hora para eu ficar ouvindo silêncios gritantes e pensamentos atormentadores, a noite parece ser tão mais longa do que de fato seja.

    Fico querendo que logo amanheça, que o sol traga luz no dia e na minha mente e que tudo o que não foi bom, desvaneça.

    É Poeta, tem noite que é assim...ninguém escapa vez ou outra de passar por momentos destes, a diferença é que depois você acorda e nos traz um belíssimo Poema, como este.

    Um abraço,
    Valéria

    ResponderEliminar
  23. Muitas vezes coisas ruins e triste invadem os nossos pensamentos, e com isso perdemos o sono, mais vamos seguir em frente, abraços.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde Ricardo,
    A insónia, por vezes, deixa-nos confusos, mas nada como a inspiração do Poeta para a transformar num belíssimo poema.
    Beijinhos e ótima tarde.
    Ailime

    ResponderEliminar
  25. Com insónias ou sem elas o poema nasce!

    Abraço

    ResponderEliminar
  26. Olá, amigo Ricardo!
    Belíssimo poema aqui nos traz!
    Nas noites longas de insónias, nascem belos poemas como este.

    Parabéns!

    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
  27. A insónia é um drama...


    Abraços

    ResponderEliminar
  28. Boa noite de serenidade, posta Ricardo!
    O Amor não dá para explicar logicamente e traz sensações iguais.
    Tenha dias abençoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  29. Nada pior do que ter uma noite maldormida. Às vezes eu tenho insônia e pra recuperar o sono depois é difícil.

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  30. Boa tarde Ricardo, tenho muita insônia e de madrugada os meus pensamentos me levam muitas vezes a lê ou ouvi algum programa que eu gravei durante o dia.

    ResponderEliminar
  31. Olá Ricardo
    lindamente escrito!
    espero que a próxima noite seja melhor!

    ResponderEliminar
  32. pois é na noite que eu envento as minhas receitas mais um lindo poema bjs saude

    ResponderEliminar
  33. Em uma noite mal dormida, ao acordar pela manhã queremos que ainda seja noite.
    Que belíssimo poema, gostoso de ler!

    Abraço, saúde e paz

    ResponderEliminar
  34. Hermoso poema a veces hay tantas preocupaciones que no nos dejan dormir. Te mando un beso

    ResponderEliminar
  35. Noche de nostálgicos pensamientos. Saludos amigo Ricardo.

    ResponderEliminar
  36. Oi Ricardo, bom dia!
    Espero que as próximas noites sejam de muita paz por aí. Parabéns pelo poema!
    Bjsssss amigo

    ResponderEliminar
  37. Ainda bem que a noite mal dormida deu origem ao belo poema. O sono pode ser recuperado, o momento já vivido é que não.
    Um abraço e um bom dia.

    ResponderEliminar
  38. Á noite todos os pensamentos tomam proporções dantescas e fizeste um magnífico poema.

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
  39. Dormir mal às vezes não tem qualquer motivo conhecido.
    E às vezes é só falta de sono...
    Magnífico poema, os meus aplausos.
    Continuação de boa semana, caro Ricardo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  40. E nas noites mal dormidas tudo vem ao pensamento.
    Nostálgico e belo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  41. Sua noite de insônia te inspirou lindamente, Ricardo.
    Gostei imenso.
    Tenha um abençoado dia.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

    ResponderEliminar
  42. Noites assim, já as tive. Tenho. São noites cheias de um vazio, um desamparo, e muitas interrogações a acompanhar uma sensação de estranheza e impossibilidade. Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  43. Então desejo-lhe para hoje uma bela noite de sono e sonhos!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  44. Suelo dormir bastante bien, tan sólo me he desvelado en ocasiones muy contadas. Pasar una noche en vela, te impide descansar.

    Besos

    ResponderEliminar
  45. Aunque los pensamientos como nos dice tu enunciado son un laberinto tu nos lo muestras en un bello poema.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  46. Qué hermoso...un poema diferente a los que sueles ofrecernos,pero,no por ello menos precioso.
    Un beso!

    ResponderEliminar
  47. Parece que no silêncio da noite tudo se agiganta : os pensamentos negativos, os sentimentos aflitivos, a solidão, a falta de alguém, e até a cama parece grande demais.
    Grande poema no sentido do conteúdo, escrito por um grande poeta. Parabéns!!

    Beijinhos sem insônia !

    ResponderEliminar
  48. Ficar sem sono é muito chato e os pensamentos e sentimentos ficam confusos, o seu poema expressou muitíssimo bem.
    Boa noite. Abç

    ResponderEliminar
  49. Nunca sabemos ao certo, não é? O que nos tira o sono nas noites longas... Pode ser a cama vazia, ou pensamentos teimosos que não sossegam. Tantas vezes mesmo com a cama ocupada essas noites de vigilia nos atormentam. Mesmo trocando de parceiro de cama, essas noites compridas nos atormentam. Talvez o problema esteja em nós, pensadores poéticos... Talvez.
    Lindo poema!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  50. Mi amigo Rykardo, a pesar de tu mal noche,
    tu musa te inspiro muy bello, un encanto
    visitarte.

    Besitos dulces

    Siby

    ResponderEliminar
  51. Insónias, muitos pensamentos!!

    Beijinhos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  52. Magnífico poema!
    Votos de feliz noite, bons sonhos.

    ResponderEliminar
  53. Labirintos, percepções, pensamentos, saudades e a poesia que a tudo versa.

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  54. Que noite longa amigo, estas que se arrastam numa janela em dias que
    a nostalgia se serve num prato frio. Dureza de pensamentos amigo.
    Um belo trabalho amigo.
    Abraços e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  55. Olá, Ricardo!
    Passando para reler este belo poema!
    E te desejar uma ótima sexta -feira.

    Abraço, saúde e paz

    ResponderEliminar
  56. Muchos besos y espero que está noche duermas bien.

    ResponderEliminar
  57. Las cosas sin resolver van a la cama con nosostros y nos producen insomnio.. clarificador poema. abrazo grande Ryk@rdo!!!

    ResponderEliminar
  58. Ricardo,
    Sua poesia é linda
    e nós remete a sensação
    de quando nos damos conta
    que já somos
    ontem no coração de
    alguém que ainda nos
    é caro.
    Bjins
    CatiahoAlc. do Blog Espelhando

    ResponderEliminar
  59. Noite mal dormida significa que leremos lindos e inspirados versos no outro dia. Parabéns sempre e um bom sono...

    ResponderEliminar
  60. Rycardo!
    A ferida de sua alma e coração, tem transformado suas noites em angústias e as transporta para os versos, bom desabafar.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderEliminar
  61. Ansiedades... dúvidas... incertezas... a essência deste tempo presente, em muitas vertentes!...
    Gostei imenso do poema! Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.