terça-feira, 27 de julho de 2021

É tão doce ser-se avó/avô.

 

Apaga a luz
Sussurraste
Quando a luz era apenas o reflexo do luar
Que entrava pelos buracos do estore
Havia chegado o momento, aquele momento
Em os nossos corpos nus se entregavam
Perante o êxtase do luar
Ouviam-se os sons do arfar
das nossas gargantas
.
Existência de suores e odores
Soltos por dois corpos em movimento
Não existia o mundo
Apenas um desejo profundo
Pernas entrelaçadas
Movimentos de vai e vem
Murmúrios apaixonados
Nova vida
Gerada
.
Acende a luz
Sussurraste
Voz inebriante de outrora
Cansada agora
Como nessa hora
Estamos sós
Acende a luz
Quero olhar-te, beijar-te, 
Dizendo-me ao ouvido
Meu querido

É tão doce sermos Avós

.................................
Sei que o dia dos avós foi ontem. Mas hoje... apeteceu-me
....................................................
Muitas felicidades para todos os avós do mundo
.
"" R y k @ r d o ""
.


38 comentários:

  1. Que lindo e para ser avô/avó tuco começa com um lindo "apagar de luzes"... Beleza de poesia pra data festejar! abraços, chica

    ResponderEliminar
  2. Buen poema les has escrito.
    Dicen que los abuelos disfrutan más de los nietos que de sus hijos.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  3. Olá, boa tarde Ryk@rdo
    Assim é o Amor. Para lá da beleza dos corpos, para lá do ardor da idade. E não tem que parar, não tem de deixar de ser. Apenas passa a ser diferente. De luz acesa, sem medos, nem receios. Sem vergonhas. Que lindo poema! Gostei muito!
    Uma boa tarde para si, um abraço

    ResponderEliminar
  4. Maravilhosoooooo!!!! Estou te aplaudindo aqui, pela lindíssima inspiração, apeteceu-te escrever, o que por fim foi um belo presente para todos que te lemos.

    Linda a trajetória descrita nos teus versos!
    Lindo o encontro de corpos, momento mágico que uma vida pode ser gerada! Filhos, são bênçãos que ganhamos de Deus!

    E a vida passa... e o casal volta a ficar somente os dois, mas agora acrescidos de netos, benção dobrada, por certo.

    Parabenizo a você e a todos que são avós, por este encanto de ver-se nos filhos, nos netos, realmente uma alegria para ser comemorada.

    Ainda não sei como é ser avó, meus filhos ainda são solteiros, mas um dia, se Deus quiser, vou saber o que sente.

    Feliz dia, Ricardo, um abraço
    Valéria

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Ricardo,
    Que poema tão belo e que forma sublime de dizer o quanto é maravilhoso ser avô/avó.
    Parabéns pela inspiração!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  6. Uma maravilha de poema, Rykardo, mesmo!

    Grato abraço

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito da poesia, e o melhor é sempre viver cada momento com quem amamos e sempre aproveitar cada momento.
    Abraços.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderEliminar
  8. Mais um maravilhoso poema. Parabéns Poeta! :)

    --
    Sopra a brisa sobre o vazio da melancolia ...
    -
    Beijo e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  9. Buenas tardes amigo, preciosos versos a esa etapa de la vida a la que todos aspiramos llegar y pobre del que no llegue, mala señal será.
    Encantado de leer.
    Un gran abrazo.

    ResponderEliminar
  10. Hermosos versos. Toda las etapas de la vida son bonitas, supongo que esa también. Lo importante es poder llegar y disfrutarla.
    Saludos.

    ResponderEliminar
  11. Amor é simplesmente amor!
    Ricardo, gostei deste poema terno e iluminado.
    Beijo, boa semana.

    ResponderEliminar
  12. Oi Ricardo
    Acho que não serei avó.
    Meu filho só "fica" traição.
    Que joga fora a felicidade colhe pancadas.
    Beijos
    Lua Singular
    " AMEI SUA POESIA "

    ResponderEliminar
  13. Hermoso regalo para todos los que somos abuelos y mantenemos en la piel el empuje del deseo.
    Hermoso poema!
    Un beso grande!

    ResponderEliminar
  14. Parabéns e felicidades a todos avós paternos e maternos. A vida em movimento. Belo poetar Ricardo. Uma boa tarde

    ResponderEliminar
  15. Olá, amigo Ricardo!
    Espero tenha sido muito feliz seu Dia de ontem!
    O poema é de uma beleza rara onde o Amor dá origem à vida e a descendência abençoada.
    Abraços fraternos

    ResponderEliminar
  16. Ser avó deve ser como comer um doce e saber que não engorda.
    Abraço

    ResponderEliminar
  17. Lindo poema! O amor é a essência da vida.
    O amor é a base da família.

    Bençãos e Paz, para todos os avós do mundo!

    Abençoada seja a sua tarde, Ricardo.

    Saudações

    ResponderEliminar
  18. Preciosa entrada y que felices los abuelos. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  19. Lindo poema, Ricardo! No apagar das luzes tudo começou... a vida desabrochou. No acender das luzes a vida segue com os rebentos desabrochando aqui e ali... a vida dos avós.
    Bjs
    Marli

    ResponderEliminar
  20. Avós são pais com açúcar! :) Que lindo poema. Continuação de boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  21. Que poema maravilhoso!!

    Cumprimentos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  22. Olá Ricardo,
    Poema cheio de sensualidade e paixão, o amor sempre estará na mente dos poetas! E parabéns ao dia dos avós, infelizmente já faz alguns anos que não tenho mais avós.
    Abraços!

    ResponderEliminar
  23. Muita felicidade a todos os vovôs e vovós :D

    Forte abraço,
    Calebe Borges
    🔬🌿🌎🌳🍀☘👨‍💻

    ResponderEliminar
  24. Conheci e fui mimado pelos quatro.
    E o gajo mais porreiro que conheci foi o meu avô materno.

    ResponderEliminar
  25. Lindo poema y bello homenaje a los abuelos te mando un beso

    ResponderEliminar
  26. Un poema bellisimo, para los
    abuelos que se merecen tanto,
    por siempre cuidarnos y darnos
    tanto amor, bravo mi amigo, me
    agrado mucho visitarte.

    Besitos dulces

    Siby

    ResponderEliminar
  27. Bonita homenagem, lindo poema. Parabéns pelo talento!

    ResponderEliminar
  28. Quanta beleza e tiro-te o meu chapéu!!!
    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
  29. Que lindo, Ricardo. Tão romântico e sensual em qualquer época da vida. Abraços.

    ResponderEliminar
  30. Como siempre preciosos tus versos. Buena tarde.

    ResponderEliminar
  31. Terna e linda homenagem.
    Tenho tanta pena dos meus netinhos viverem tão longe.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Ser avós deve ser tão bom, eu ainda estou tão longe pra comemorar a data, uma linda homenagem, abraços.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  33. Uma sentida e terna homenagem aos avós! Para mais numa altura como a que atravessamos, em que muitos, por motivos de segurança, estiveram tanto tempo afastados, dos seus familiares mais queridos e chegados...
    Adorei ler! Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.