domingo, 16 de fevereiro de 2020

Amor em vento que passa



O amor é como o vento que passa
Por todos os labirintos da terra
Em certos instante, até ultrapassa
A própria vivência que encerra
.
É um sentimento de amor profundo
Como um diamante em estado bruto
Lapidado ilumina as artérias do mundo
Inovando a vida superando cada minuto
.
A vida é alegria pelo tempo percorrido
Através da conjugação do verbo amar
É amor dentro de um tempo definido
Onde existe sempre algo para mostrar
.
Procuro no vento os efeitos da eternidade
A bênção que por Deus me foi concedida
Amar-te-ei até na eterna e triste saudade
Para que te saiba amar, além desta vida
.

19 comentários:

  1. Lindo amor que vai pela vida afora! abraços, chica

    ResponderEliminar
  2. Os grandes amores são assim. Inspiram os poetas e perduram para além da vida.
    Abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  3. Sem palavras!
    Um Poema soberbo!! Obrigada pela pérola que nos ofereces a ler! AMEI!
    -
    Candura e entusiasmo de andar em liberdade
    -
    Beijos. Bom Domingo!

    ResponderEliminar
  4. Na verdadeira essência... é um pouco assim!!! Gosto do poema! Bj

    ResponderEliminar
  5. wwoaunh mas que bonito mt sentimento como sempre parabens bjs

    ResponderEliminar
  6. Lindo! Lindo e profundo seus versos!
    O amor é mesmo assim, se é amor é eterno, do contrario nem seria amor!
    Amei cada verso!
    Abraços poeta Ricardo!

    ResponderEliminar
  7. Na sua essência o amor verdadeiro é assim... forte, profundo, cúmplice
    Uma feliz semana, Ricardo
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Uma bela e expressiva dissertação sobre o amor que, para surpresa do leitor, termina numa sentida declaração de amor eterno...
    Gostei muito da sua bela poesia, Ricardo.
    Excelente semana.
    ~~~~~~

    ResponderEliminar
  9. El amor siempre ha sido del viento y del tiempo.
    Me gusta ese final y el poema en sí.
    Feliz semana Ricardo.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  10. Grandiosa definição do amor!!!

    Notável poema com emoções e palavras em perfeita sintonia!

    ADOREI!

    Beijinho e ótima semana

    ResponderEliminar
  11. Ouvi uma vez uma senhora a recitar uma quadra que dizia:
    Verbo amar o mais bonito
    de tanto verbo que existe
    mas só no tempo infinito
    no passado é muito triste.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  12. Um diamante bruto está esperando para explorar toda a sua beleza.
    Belo poema
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  13. Que o amor seja sempre até ao final dos nossos dias.
    Maravilhosa e sentida declaração amor.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Un bello poema en el que nos describes el amor.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  15. A vida a retomar em Macau aos poucos e eu também a retomar os blogues aos poucos.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  16. "A bênção que por Deus me foi concedida
    Amar-te-ei até na eterna e triste saudade
    Para que te saiba amar, além desta vida".

    Boa tarde de alegria, Ricardo!
    Muito lindos são os versos acima também.
    Tenha dias de descanso felizes!
    Abraços fraternos

    ResponderEliminar
  17. Olá Ricardo!
    Parabéns pelo poema tão lindo!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  18. Sensacional inspiração! Adorei cada palavra! Para ler e reler!...
    Muitos parabéns! Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar