segunda-feira, 6 de abril de 2009

... versos que junto


Vagueiam estrelas em noite amena
Razões ardentes em chama inflada
Sonhos e alma de querença serena
Adormecendo na tua mente amada

Delírios pensados na inconsciência
Réplicas em voz da calma e sossego
Vibrações de ternura de vivência
Acordes de amor infinito sem medo

Afectuoso acordar de branco desejo
Sorriso de pensamento em flor
Grito do coração em achado ensejo
Luzes da noite em sentido amor

Mãos que afagam ventos de alento
Que acariciam coração esfriado
Incutem puro e nobre olhamento
Carícias de amor e afecto desejado
.

8 comentários:

  1. Uns versos? Só?

    Pura delicia de encantar corações.

    Isabelinha

    ResponderEliminar
  2. Versos que revelam uma saudade!
    Amor!
    *
    Saiba que é muito bom abrir minha página
    de recados e lá encontrar as suas palavras.
    Obrigada por seu carinho!
    Tenha uma excelente semana!
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. @Tatiana

    Uma simpatia de uma grande poeta

    Boa semana também para si

    Beijo. AL
    .

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema meu caro amigo!

    bJOS NO coração!

    ResponderEliminar
  5. Amar em silêncio???
    Não se nota nada...
    "Mãos que acariciam, incutem amor e afecto desejado..." - é Amor e é LINDO!

    Venho do Lírios agradecer a tua visita e informar que TERÇA-FEIRA, amanhã, haverá novo post.
    Conto contigo e espero que gostes...

    Beijinhos
    Mariazita - Lírios

    ResponderEliminar
  6. Ando com uma soneira que também só vejo estrelas.
    :(

    ResponderEliminar