terça-feira, 17 de março de 2009

Olhos castanhos são ... t...

Teus olhos, carícias de vida
Flores em planície, fulgentes
Força de alma forte e aguerrida
Que enviam faíscas luzentes

Teu andar de graça, perfumado
Sorriso em lábios de encanto
São rosas em amor vincado
Linho de puro e suave manto

Ver-te passar ondeante de beleza
Seguir-te com o olhar, lampejante
Exaure o meu coração por certeza
De te ver tão fria e tão distante

Tua gentileza em desvelo salutar
Faz de ti a mais bonita e querida
Fico feliz só de poder imaginar
Teus olhos, carícias de vida
.

4 comentários:

  1. Que foto bonita!

    E o poema tb, lindo!

    Bjs no coração!

    ResponderEliminar
  2. Falar assim de olhos, faz-me pensar em olhares.

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema!

    Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
    Nas vastas planícies, terras por conquistar…
    Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
    Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

    Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
    Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
    Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
    Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

    Um resto de uma agradável semana!

    Bem-haja!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar