sábado, 24 de janeiro de 2009

Li o teu nome escrito no vento
No coração essas letras, gravei
São flechas cravadas no pensamento
Soletrá-las, confesso que não sei

São letras que dizem a tua graça
Formam o circuito do teu ser
São para mim uma ameaça
Pois não me deixam te esquecer

O vento dizia-me baixinho
Soletrando-me com carinho
O nome que eu queria ler

Era um nome tão bonito
Que confesso, eu fico
Com ele, até morrer

2 comentários:

  1. Olá Águia_Livre,
    bonita declaração de amor, gostei muito!

    Parabéns.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. O mais parecido com o nome do Vento, é Vanda. É?

    ResponderEliminar