quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Imaginação ou desejo?

Escrevo versos sobre as águas
Que deslizam na suavidade
Neles deixo todas as mágoas
E esqueço a minha ansiedade

Na tua tez de suave alvura
Deixo sorrir os meus versos
Junto os dedos na procura
De carinhos, em ti dispersos

Do teu sorrir gravo na mente
Promessas de amor constante
São versos que docemente
Escrevo na forma incessante

Os teus olhos envergonhados
São carícias do meu medo
De amor, líricos, apaixonados
São culpados do meu degredo

8 comentários:

  1. Gostei.Acho q.gosto sempre...
    Acho q. é "desejo" mesmo.
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  2. Que bonito!

    Obrigada pela visita! Beijos!

    ResponderEliminar
  3. Penso que será antes inspiração com desejo!

    Excelente!!!
    Parabéns e beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  4. Poema lindo... por aqui tudo
    perfeito...

    Corri por alguns textos e adorei.
    terei o maior prazer de acompanhar-te.

    Beijos e obrigada pela presença em meu cantinho florido...
    a rosa amiga passou por aqui
    Iana!!!

    ResponderEliminar
  5. hmmm deixa cá ver aquilo que imaginámos não passa quase sempre por grandes desejos nossos????

    Gostei de vir aqui!

    jokas
    Elsa

    ResponderEliminar