segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Deixa-me ver-te sorrir.

Deixa-me olhar-te em silêncio
Sem palavras dizer que te amo
Sorrir
Deixa-me fixar o teu olhar
Fechar os olhos, te imaginar
Que da árvore és o melhor ramo
Deixa-me que te ame
Que te admire
Que o teu amor me inspire
Quando por ti estou chamando
Deixa-me estar a teu lado
Te contemplar, mesmo calado
Ver-te sorrir, por amor
Sentir no meu peito o teu calor
Sorrir
Mesmo que me apeteça chorar
Eu possa sentir
Que mesmo que a vida aos poucos se acabe
Haja uma força que o coração trave
Para que no amor que existe
Mesmo que eu me sinta triste
Possa te olhar e SORRIR

7 comentários: