segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Estou aqui...

Senti o teu chamamento
Estremeci
Não por mim
Mas por ti
E por um momento
Pensei
Irei, não irei
Mas como os momentos são momentos
Decidi
E como o que queres, não sei
Diz-me
Estou aqui

5 comentários:

  1. Olá Águia Livre, belo poema Amigo... Gosteu muito!
    Beijinhos de carinho e ternura,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  2. Regra geral, os outros não nos facilitam a vida: não dizem; nós é que temos que "ler" o que eles querem.

    ResponderEliminar
  3. L

    Péssimista? Realista?

    Ou simplesmente... fatalista?
    .

    ResponderEliminar
  4. Realista, creio. Tanto que a ponho sempre em dúvida, para não errar, caso não a esteja a ver bem.
    :)))

    ResponderEliminar
  5. L

    Acredito que sejas realista.

    Mas até onde esse realismo pode interferir no teu querer ou sentir?

    ( Já sei. Não precisas dizer que me estou meter na tua vida. Pronto, tem calma que hoje é feriado :))))
    .

    ResponderEliminar