terça-feira, 10 de julho de 2018

Amor do meu coração ao infinito



Quero que o meu amor seja uma estrela cintilante
Que ilumine o teu coração de um desejo profundo
Que deste amor não queiras nunca estar distante
Pois quando se ama não há lonjura neste mundo
.
Quero que sintas o meu carinho, em cada instante
Que caminhes pelas ruas, com um sorriso aberto
Que entre em teu coração este amor penetrante
Que vagueia pelo sonho por um caminho incerto
.
Quero que sorrias perante o obscuro da incerteza
Em que o teu olhar sorria num abraço de firmeza
Sabendo que o meu carinho é tão robusto e bonito
.
Que não haverão montes, nem mares, nem ondas
Nem campos, nem áridos vales, onde te escondas
Pois o amor será teu, do meu coração ao infinito

8 comentários:

  1. Um poema cheio de sentimento e ternura. Adorei. Parabéns Poeta. Bom dia :))

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça - Feira.

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde, Ricardo!
    Como sempre, os teus poemas são o balsamo para a minha alma. Soberbo!

    Beijo e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  3. Boa noite, Ricardo!
    Poetar com amor ao Amor!
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  4. Poema fascinante...construção poderosa e emoções tocantes!
    Como sempre, encantas quem te lê!

    Um abraço amigo e dia feliz

    ResponderEliminar
  5. Um querer assim só pode ser alcançado… Muito belo, o poema.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  6. Hoje é só para dizer que já estou de volta.
    Amanhã já haverá comentários.

    ResponderEliminar