terça-feira, 6 de setembro de 2011


Soubesse eu onde tu éstás

Soubesse eu como és

Soubesse eu como pensas

Soubesse eu como sorris

Soubesse eu imaginar-te

Soubesse eu o quanto me imaginas

Decerto que saberia procurar-te

E dizer-te: És tão bonita

1 comentário:

Gostou do que leu? Se gostou deixe uma palavrinha. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita, quiçá, também comentário. Obrigado de coração.