terça-feira, 8 de outubro de 2019

Doçura de amor


Olho o céu. As nuvens parecem caminhar
Ao sabor do vagabundear do pensamento
Olham-me serenas. O que estarão a pensar
Talvez saibam a força do meu sentimento
.
Gostava de as abraçar com um abraço de luz
Para que nossos sentimentos tão desunidos
Não fossem agravo no que de amor traduz
Aliviando a dor porque choram os sentidos
.
Vive-se a vida vagueando através do sonho
Onde se busca a felicidade com fim risonho
Imaginando um doce beijo aromado de flor
.
Onde os teus cálidos lábios me incendeiam
Como as nuvens que olho e me presenteiam
Deixando em meu coração a doçura do amor

6 comentários:

  1. Gosto quando os poetas abrem o coração :)))

    Beijinhos M...

    ResponderEliminar
  2. Boa noite Ricardo!
    Uau! Mas que poema tão bonito.! Poderoso, magistral!!! AMEI!

    Beijos. Boa noite!

    ResponderEliminar
  3. Que lindo soneto, traz leveza, amei ler!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  4. Arrebatador poema
    Gostei de ler
    Abraço
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Pensando em me matar…

    ResponderEliminar
  5. Tão bonito e terno :))
    Hoje, em edição especial:- :- Metáforas de amor (Poetizando e Encantando)

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta-Feira.

    ResponderEliminar
  6. Sensacional inspiração!!!
    Um poema onde as palavras e emoções estão em perfeita sintonia!!!

    Um abraço

    ResponderEliminar