domingo, 22 de abril de 2018

Não era tempo, de ter tempo, de te conhecer...


Não era o tempo de te conhecer
Nem o espaço estava perfumado
Lá fora as árvores dançavam
A música tocada pelo vento
Lembrando valsas emudecidas
.
Não era o tempo, dentro do tempo
De beijar os teus lábios sedutores
De te sentir tremer em meu peito
Nas simetrias ilógicas dos olhares
Nem esquecer o aromas das flores
.
Filas do tempo em sentido inverso
Letras sem som nas paredes opacas
Lábios rasgados pingando sedução
Na luz clara das vidraças sem tempo
Sentia-se o sol quente da esperança
.
É o teu olhar o artículo do prazer
Que invade a minha alma fechada
Nas assimetrias do pensamento
E num tempo que urgia no tempo
Cheguei a tempo de te conhecer
.

9 comentários:

  1. Completo fascínio este maravilhoso poema. Não ter tempo de te encontrar quando se chega a tempo, sem tempo. Lindo demais.
    .
    * Cavalo e Amazona - amizade sem tempo ( Poetizando) *
    .
    Cumprimentos poéticos.

    ResponderEliminar
  2. lindo amigo nao era tempo de conhecer? ha sempre tempo e quando ele chega é delirio um beijo

    ResponderEliminar
  3. Mas encontrou TEMPO para nos presentear com um interessante poema!
    bj

    ResponderEliminar
  4. Filas do tempo em sentido inverso
    "Letras sem som nas paredes opacas
    Lábios rasgados pingando sedução
    Na luz clara das vidraças sem tempo
    Sentia-se o sol quente da esperança"

    Um pequeno fragmento desse poema lindo amigo Ricardo.
    Bjs-Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  5. Boa noite, Ricardo!

    Não tenho muito a dizer. Cada dia uma surpresa! Estás em grande forma poética ...AMEI

    Beijo. Boa noite.

    ResponderEliminar
  6. Atraente e sofisticado modo de escrever. Belíssimo trabalho.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  7. Atrás dos tempos vêm tempos e outros tempos hão-de vir.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  8. Bom a dia. Poema muito bonito. Os meus Parabéns :))

    Hoje:- Meus olhos vagueiam em teus lábios
    .
    Bjos
    Votos de excelente Segunda -Feira

    ResponderEliminar
  9. Um poema cheio de sentimento e beleza e com uma estética poética excelente.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar