quarta-feira, 5 de junho de 2013

Teus olhos...


Teus olhos cujo olhar me encanta
Formosos como outros nunca vi
Eflúvio em teus cabelos  de Santa
Por eles de louco amor  me perdi

Ver-te passar com esse lindo sorriso
Serpenteando tuas curvas de Rainha
Deixa-me travos irracionais sem juízo
Sofrer por ti, vil desgraça, sina minha

Fecho os olhos num misto de ansiedade
Não sei se és invenção, sonho ou verdade
Sei que és tentação que me assombra

Corro atrás dessa imaginação sentida
Para que faças parte da minha vida
Nem que sejas sombra de minha  sombra
.

6 comentários:

  1. Tanto se corre atrás da imaginação que um dia torna-se real, é como o Benfica, tanto se imagina que o Benfica vai ser campeão que um dia vai ser mesmo.


    ag







    ResponderEliminar
  2. Lindo demais, porém dolorido amar quem não podemos e que as vezes, inventamos. Bjus

    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Ricardo, por estes poemas maravilhosos.
    Que tranquila ,fica a noite, depois de ler estes poemas !.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu Lourdes Patacas, pela tua bonita visita e elevadas palavras.

      Volta sempre
      Fica feliz

      Eliminar