terça-feira, 18 de junho de 2013

Porquê essas lágrimas...


Saltam as lágrimas dos teus olhos
Sentimento triste em pureza de alma
Porquê?
Se és linda como os amores
Bela e perfumada como as flores
Se danças como os malmequeres
Se és uma deusa entre as mulheres

Então, porquê essas lágrimas?

Qual a razão porque choras
Quem te faz mal e adoras
Quem te maltrata essa sede de viver
Quem não te dá amor para "beber"
Porque dizes que a tua alma está em chaga
Num gosto amargo de tristeza
Se é maravilhosa a tua beleza
Altaneira, bela e sedutora
Porque fechas os olhos e lacrimejas
Sendo tu doce como as cerejas
Porque te sentes desamparada
Sozinha, angustiada
Dizendo que não és amada
Porquê?
Não me deixas enxugar essas lágrimas
Que molham o teu ser
Que nos fazem estar sofrendo
Com amor te quero dizer
Preferia deixar de viver
Se soubesse que... morrendo
As tuas lágrimas deixavam de correr
.

47 comentários:

  1. Estou sem palavras, emocionada pela maravilha do poema. Quem nunca deixou cair lágrimas por amor?

    ResponderEliminar
  2. Divino...!!!
    Impossível não deixar cair uma lágrima, ao ler tão lindo poema. A minha caiu..!!

    Quantas lágrimas não nos caem por amor?
    Quantas vezes fazemos de conta?
    Quantas vezes nos "sentimos rejeitados/as"?....
    Gostei muito deste lindo e "verdadeiro" poema.

    Parabéns Ricardo.
    Tem um dia Muito feliz
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Também pergunto o porquê de tantas vezes se derramarem lágrimas por amor.
    Se calhar nem o Amor saberá explicar essa realidade
    Poema lindo,AMEI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amar = Lágrimas e sorrisos

      Cada qual dentro da sua dimensão

      Volte sempre

      Eliminar
  4. ARREPIANTE POEMA

    Entra no coração, faz saltar a lágrima numa mensagem de amor tão bonita.

    ResponderEliminar
  5. Deslumbrante e amoroso no seu contexto de amor.
    Lágrimas que caem num desejo que a mensagem chegue ao coração. Lindo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Sara Miló

      Gostei de ler suas palavras bonitas

      Volte sempre

      Eliminar
  6. As lágrimas por amor são delicias apaixonadas, vertentes do coração,pérolas salgadas

    Lindo de mais o seu poema

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria Luz

      Agradeço de coração as suas palavras maravilhosas

      Volte sempre

      Eliminar
  7. Não tenho palavras para o que acabei de ler!

    Emocionante demais...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Outro poema maravilhoso, Ricardo! Com a sensibilidade à flor da pele.Muito obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar
  9. Laura Santos

    Quem agradece sou eu a tua tão simpática presença

    Volta sempre a este NOSSO cantinho

    ResponderEliminar
  10. Bom Dia : Obrigada pelo carinho estou feliz com sua atenção ao meu blog.
    Um Dia abençoado para você.
    Parabéns pelos belíssimos poemas beijos, Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Evanir

      Retribuo: Também um dia abençoado para ti

      Fica feliz

      Volta sempre

      Eliminar
  11. Só posso repetir:LINDO! abraço,chica

    ResponderEliminar
  12. Maravilhoso poema, quem pode conter as lágrimas, quando ela vem ela nos pegam de surpresa, poema emocionante, Ricardo te seguindo te convido para visitar o meu blog, fique com Deus beijos.
    Lucimar Estrela da Manhã

    Divulgue seu Blog no Facebook

    Fan Page

    Faço Afiliação com Blogs


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lucimar da Silva Moreira

      Já visitei seu blogue que achei maravilhoso.
      Linkei o seu endereço aqui no Pensamentos e devaneios

      Obrigado pelas palavras bonitas que me dirigiu

      Volte sempre

      Eliminar
  13. Olá, Ricardo!

    Vi um comentário seu num blogue brasileiro. Ora nada melhor do que vir pesquisar, saber quem é e o que escreve, embora as mulheres não sejam curiosas (deixe que lhe minta, só hoje, porque foi a 1ª vez)).

    Vermelho de fundo, LINDO E APAIXONANTE. Somos seis milhões a gostar do mesmo.

    Quanto àquilo que escreve, é muito sentido e com muito amor. Aliás, este sentimento percorre o seu blogue, que eu vi, de alto a baixo, com intensidade.

    Mas, por que chorará ela, se tem quem lhe queira limpar as lágrimas, dando até a própria "vida" por ela, em poesia, claro.

    Tenha um dia feliz, já que este tempo anormal, não nos ajuda.

    Possuo dois blogues, ambos ativos, e a minha última publicação está no "Luzes e Luares". Apareça. Terei muito gosto. Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luz

      Obrigado pela visita. Já visitei os seus dois blogues, ficando seguidor e linkando os seus endereços aqui no pensamentos e devaneios

      Tem dois blogues muito sedutores, onde a sensualidade é tema de amor. Gostei muito de ler

      Volte sempre

      Eliminar
    2. Olá, Ricardo!

      Gostei muito da sua visita e das palavras que trocámos. Foi muito bom!

      Já me tornei também seguidora dos seus blogues. Obrigada, por ter feito o mesmo, em relação ao meus.

      Vá aparecendo, quando lhe apetecer, mesmo que não haja publicações novas. Farei o mesmo, decerto, por aqui.

      Conversar faz bem ao corpo e à alma.

      Resto de dia feliz.

      Abraço da Luz, que na realidade se chama, Emília.

      Eliminar
  14. Bom dia Ricardo.. formidabilíssimo poema.. rimado e profundo.. sempre bom te ler.. tenha um lindo dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amigo Samuel Balbinot

      Obrigado pela visita

      Aquele abraço

      Eliminar
  15. Oi Ricardo,
    Cuidado com as lágrimas de crocodilos.kkk
    Poema é lindo, mas jamais morreria para não ver as lágrimas do meu amor, pois se fosse o contrário no velório mesmo iria paquerar outra.É tão bom chorar e eu não sabia era durona. Mas agora choro para aliviar a tensão e é muito bom.
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli

      Eheeheheh. Adorei a tua fina e bonita ironia. Só prova que és uma mulher linda de alma e coração

      Retribuo o beijo

      Volta sempre...

      Eliminar
  16. As lágrimas que lavam a lama de forma pura e que saem à procura de alívio. Beijinhos Codália

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fátima Lima

      Até concordo com a sua opinião, embora nem sempre seja assim.

      Não me chamo, Codália nem Cidália

      Sou o Ricardo...

      Obrigado pela visita...

      Volte sempre...

      Eliminar
  17. Gracias por tu encantadora visita, tu poesía es muy bella y sentimental.
    Te dejo un fuerte abrazo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina

      Obrigado pelas palavras bonitas que decerto não mereço... mas gosto

      Volte sempre...

      Eliminar
  18. Tão.....mas tão lindo!!!!! Fiquei sem palavras...tanta profundidade de sentimentos....maravilhoso!!!!! Estou demasiado sensível para lêr o que escreves sem assomar uma lagrimita....!!!! Beijo no teu coração <3

    GABY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gabyyyyyyyyyyyyyyyyy

      Amiga do meu coração

      Que gosto tão grande em te "ver" aqui.

      ADORO TUUUU

      Volta sempre

      Eliminar
  19. Mas uma linda inspiração...
    O amor é mesmo assim.
    Nos traz ternura, sensibilidade...
    Foi isto que seu poema passou para mim.
    Parabéns amigo Ricardo está bela composição.

    Beijos! Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fernanda Oliveira

      Obrigado pelas sua palavras tão simpáticas e bonitas

      bjs de amizade

      Volte sempre

      Eliminar
  20. Pode-se oferecer abrigo, calor, um ombro... mas as lágrimas não deixarão de cair quando a pessoa sofre. Não se consegue penetrar na alma de alguém, mudar seus sentimentos, escrever sua história. Talvez o amor oferecido, gratuitamente, produza os efeitos de renovação que se espera ver. Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá MARILENE

      Concordo inteiramente com as tuas sábias palavras

      Obrigado pela visita

      Volta sempre...

      Eliminar
  21. BOA NOITE !!!!!!!!!!!!!!!
    ESTOU A LER MAIS UM BELO POEMA ...
    BJSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Severa Cabral

      Obrigado pela visita e pelo carinho das suas palavras

      Volte sempre

      Eliminar
  22. Que belo poema de amor,Ricardo!
    És um poeta e dos melhores!

    Amei seu blog e já te sigo também.

    Voltarei mais vezes,pois vou colocar na minha lista de blogs amigos.


    Obrigada pela visita e volte sempre.Seja bem vindo!

    Beijos e ótimo final de terça.


    Donetzka

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Donetzka

      Obrigado pela visita e pelas palavras amigas e super simpáticas

      Volte sempre

      Eliminar
  23. Tocou-me particularmente este poema.
    Muito bem escrito, porque sentido.
    Lembrou-me um poema do ídolo da minha poesia, António Gedeão, chamado "Lágrima de Preta". Isto, muito embora tenha por detrás sentimentos e finalidades muito diferentes.
    Mais uma vez, parabéns e obrigado pelo seu texto

    Para lhe agradecer o poema que fez e me sensibilizou, envio-lhe
    a LÁGRIMA DE PRETA

    Encontrei uma preta
    que estava a chorar,
    pedi-lhe uma lágrima
    para analisar.

    Recolhi a lágrima
    com todo o cuidado
    num tubo de ensaio
    bem esterilizado.

    Olhei-a de um lado,
    do outro e de frente:
    tinha um ar de gota
    muito transparente.

    Mandei vir os ácidos,
    as bases e os sais,
    as drogas usadas
    em casos que tais.

    Ensaiei a frio,
    experimentei ao lume,
    de todas as vezes
    deu-me o que é costume:

    nem sinais de negro
    nem vestígios de ódio.
    Água (quase tudo)
    e cloreto de sódio.



    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia amigo Augusto Canedo

      Adorei "vê-lo" aqui no meu humilde cantinho
      Obrigado pelas palavras amigas que deixou

      O poema de transcreve é muito bonito

      Grande abraço

      Volte sempre

      Eliminar
  24. Bom dia Ricardo. Tuas letras são de uma beleza infinda; parabéns! Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lucy Mara

      Obrigado pelas palavras simpáticas e amigas

      Abraço

      Volta sempre

      Eliminar