quinta-feira, 27 de junho de 2013

Água que desliza....


Água que desliza em teu corpo
Te lava de impuridades vadias
Vedando a exactidão do oposto
Deixa partículas nobres e sadias

O teu passar  airoso, tão de amor
Enfeitam a rua à tua passagem
Em passos certos de doçura e cor
Fica teu aroma na fresca aragem

Palavras de ternura que disseste
Fogosidade de leveza  agreste
Que eu estaria vendo e ouvindo

Adorei ver-te linda, maravilhosa
Com esse sorriso de flor airosa
Dizer que não...estaria mentindo
.

44 comentários:

  1. Palavras que nos entram na alma deliciando-nos. Parabéns pelo carinho que nos dedica.

    ResponderEliminar
  2. Quando o poema e música se enlaçam...Só pode dar um resultado PERFEITO

    Adorei. Parbéns
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Desconcertante, lindo de mais, um bálsamo de amor e talento.

    ResponderEliminar
  4. Oi Ricardo

    Descrição doce à uma uma deveras bela e natural mulher e com sutileza fez questão de enaltecê-la.
    Doce sentimento!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  5. Lindo e doce poema!Água que lava a nossa alma e desliza pelo corpo,tirando as impurezas.

    Bjs Ricardo.

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carmen Lúcia

      Gosto da tua visita, sempre agradável e bela

      Volta sempre

      Eliminar
  6. Sorrio, imagino, me inspiro, adoro ler o que escreve e penso: "feliz daquela que tem seu amor".
    beijos
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "feliz daquela que tem seu amor"

      Será assim Ritinha? Se calhar disfarço bem....loool

      Feliz pela tua visita. Volta sempre.

      Bjs doces

      Eliminar
  7. Direi apenas, com palavras simples,"que são lindos todos os poemas que escreves" porquê?
    porque saiem dum coração de ouro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lourdes Patacas

      És um amor de amiga

      Fica feliz

      Eliminar
  8. Outro presente maravilhoso que nos ofereceste! Como todos os dias.É um prazer visitar o teu blog.
    Vou-te dizer uma coisa, geralmente detesto blogs com a música de fundo que geralmente me dão a ouvir, mas tu até com a escolha da música acertaste. Que raio! És imperfeito em quê?...Ah, já sei és do Glorioso!...:-) Estou a brincar, eu até gosto do G. mas realmente não sou verdadeiramente adepta de nenhum clube.
    E a flor airosa só estava a fingir dizer que não...;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Laura Santos

      Nem sei o que te responder, visto que não tenho palavras comparadas com aquelas que me diriges, por conterem tanto carinho e simpatia, em elogios que, decerto NÂO mereço.

      Efectivamente gosto muito da música de fundo que coloquei há relativamente pouco tempo. As pessoas têm recebido bem e por isso vai continuar. Fico muito feliz por gostares.

      Perguntas em que é que eu sou imperfeito...Sou em muitas coisas. A perfeição no ser humano não existe. Apenas uns são diferentes de outros nos seus egos, e formas de expressão.

      Em algumas delas sei que o não sou: Por exemplo, sei, modéstia à parte, ser perfeito em: Ser benfiquista de alma e amor de vida, e ter o gosto de ter o coração preenchido por amigos e amigas de elevado valor humano, como é o teu caso.

      Bem hajas pela simpatia, perfume e delicadeza, que emanas e deixas neste cantinho que já não é meu, mas é sim, de TODOS NÓS.

      OBRIGADO LAURA SANTOS ... OBRIGADO DE CORAÇÃO

      Eliminar
  9. Sempre sublimes as tuas poesias Ricardo.. muito bom te ler rimador nato.abração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva caro amigo Samuel Balbinot

      É sempre um gosto "ver" aqui tão grande poeta

      Abraço

      Eliminar
  10. Poema e musica em harmonia perfeita que nos entram na alma deliciando os nossos corações

    Cada poema sempre mais lindo que o anterior.

    ResponderEliminar
  11. Poema exímio na beleza e no que transmite.

    ag

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existe sempre um lugar

      Volte sempre

      Obrigado pelas palavras amigas

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Lucimar da Silva Moreira

      Obrigado pela visita

      Volte sempre

      Eliminar
  13. Hermoso poema,lleno de dulzura,con el agua lavando todo,para estar radiante y pura,muy bonito.Un ABRAZO

    ResponderEliminar
  14. Obrigada por abrilhantar minha poesia. Um bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nádia Santos

      A sua poesia é só por si um brilho intenso... Quem sou eu para adicionar algo? Definitivamente ... ninguém.

      Bjs

      Eliminar
  15. Bonito poema!!!! Gostei....

    GABY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga Gaby

      Que gosto enorme em te "ver" aqui

      Obrigado

      Volta sempre

      Eliminar
  16. Oi Ricardo!
    Obrigado por mais um comentário
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli

      Quem agradece sou eu.. eu sim sou o privilegiado com a tua visita

      Fica feliz...

      Eliminar
  17. Que belo,Ricardo. Principalmente o verso: "te lava das impuridades vadias".

    Magnífico!


    Obrigada por sua visita e comentário.

    Sobre meu texto "ser idiota" :

    Ser idiota para mim é ter sinceridade,ser sensível,bem educada,ser gente!

    Tudo isso sem ser tola,entende?


    Obrigada pela visita e uma linda quinta!


    Beijos


    Donetzka


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Donetzka

      Eu entendi...Está um texto/poema maravilhoso que gostei muito de ler

      Bjs

      Fique feliz

      Eliminar
  18. Belo soneto transbordando amor e doçura.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Ricardo, todos os teus poemas entram no nosso coração fazendo-nos viajar no tempo e no espaço, sempre na procura de algo que sabemos existir aqui ou além. Os teus poemas são a palavra do teu coração que é de um ser humano único em todos os sentidos, pois és um amor de pessoa

    Beijo de amizade

    ResponderEliminar
  20. Belo poema, sempre valorizando a mulher.
    Lindo!
    Beijos! Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Fernanda Oliveira

      Sempre assim será...

      Fica feliz

      Eliminar