A minha Lista de blogues

domingo, 12 de maio de 2024

Quando os olhos refletem a dor

 

...

Após a tempestade chegou o momento e tanto
Em que o silêncio foi a dor num grito dorido
Caíram lágrimas geladas, nas veias do pranto
Nos olhos tristes, reflete-se o silêncio sentido
.
Quando na alma, ecoa a voz surda do vento
Salta do coração, a fagulha da fogosa chama
Do amor caem lágrimas, em branca espuma
Dos olhos imóveis, existe a mudez e drama
.
Sendo o momento o mais apenso e constante
Nada pode ser mais luminoso que a verdade
Quando se sente que a saudade está presente
.
No amor existe a força de uma luz irradiante
Na paixão, a clareza, e a força da tempestade
Na dor um misto de luz num olhar sorridente

............................

"" R y k @ r d o ""

.....

40 comentários:

  1. Bonito poema Ricardo, el amor siempre es el sentimiento que nos hace renacer. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  2. Hay momentos díficiles en la vida, que te hacen sufrir de un gran dolor. Como todo en la vida, no es para siempre, también se puede salir del dolor.
    Feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  3. A vida é feita de momentos felizes e momentos dolorosos.
    Seu poema é comovente, mas felizmente a dor não dura para sempre.
    Abraços da Espanha

    ResponderEliminar
  4. acabei de falar de uma peça q os olhos do ator falaram muito de sua dor. nossa. parecia q o poema era da peça. parabéns. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  5. Este poema bem poderia ser o retrato da tragédia que se abateu sobre o estado do Rio Grande do Sul, no sul do Brasil. Quanta dor, quantas perdas!

    ResponderEliminar
  6. El amor siempre nos da fuerza y nos hace feliz. Lindo poema. Te mando un beso.

    ResponderEliminar
  7. Seja bem vindo amigo.
    Uma bela volta com este soneto rico em tradução da dor, do amor.
    Há no olhar triste algo que dilacera.
    Abraços e feliz fim de semana.

    ResponderEliminar
  8. Ricardo, hermoso poema, la vida
    Es alegria y lagrinas, me encanto leerte.
    Abrazos y te dejo un 💋

    ResponderEliminar
  9. La vida es un cóctel de sentimientos. El Amor es el ingrediente que no puede faltar.
    No hay nada como unos ojos para transmitir, ellos no mienten y hablan sin hablar.
    Feliz finde Ricardo.
    Un abrazo

    ResponderEliminar

  10. Bom e belo sábado em toda a harmonia
    e fim de Semana em toda a sintonia
    de amor Ricardo.

    ResponderEliminar
  11. Un brano intenso e di bella lettura che ho apprezzzato moltissimo.
    Buon fine settimana Riccardo

    ResponderEliminar
  12. Gostei muito mas também senti uma grande dor igual ao olhar da jovem da foto! Que estejas bem é o meu maior desejo.
    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde Ricardo,
    Bem-vindo!
    Um soneto lindíssimo evocando uma dor sofrida.
    O silêncio abrange a alegria e a dor, mas tudo o tempo leva. Que a esperança prevaleça.
    Beijinhos e desejos de que esteja tudo bem.
    Emília

    ResponderEliminar
  14. Belo poema, que muito gostei. Parabéns pela inspiração!
    Votos de um excelente fim de semana.
    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com
    https://soltaastuaspalavras.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde e um excelente sábado. Espero que você gostou, das matérias da Gruta do Maquiné. Parabéns pelo belo poema. Grande abraço carioca.

    ResponderEliminar
  16. Bonito poema. Destacou-se p mim: "Nada pode ser mais luminoso que a verdade."
    Bom final de sábado...

    ResponderEliminar
  17. Muito lindo,Ricardo e a verdade ilumina rostos e olhares! abraços, chica

    ResponderEliminar
  18. Tinha estranhado a sua ausência no seu blogue.
    Regressou com um bonito poema.

    ResponderEliminar
  19. Teresa Palmira Hoffbauer12 de maio de 2024 às 20:33

    Uma vida verso é também a tua, Ricardo
    Então, já recuperaste completamente?
    Um domingo feliz com o Benfica a ganhar ao Arouca.
    A ganhar ou a perder és Benfica até morrer 🦅

    ResponderEliminar
  20. Muy bonito Ricardo, me gusta mucho. Besos.

    ResponderEliminar
  21. Os olhos nunca mentem, são demasiado sinceros.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  22. Los ojos son la puerta del alma.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  23. A dor sentida neste poema é um sinal da emoção do poeta. Belíssimo!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  24. De uma profundidade tamanha. Gostei bastante dessa poesia.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  25. Bom dia, Ricardo
    Lindo poema, o olhar da verdade brilha sempre, um forte abraço.

    ResponderEliminar
  26. Sim, a verdade é sempre luminosa , como diz o seu poema.

    Abraço, boa semana :)

    ResponderEliminar
  27. Un hermoso y profundo poema.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  28. Gostei imenso do seu reflexivo e lindo poema, Ricardo.
    Te desejo uma semana abençoada.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderEliminar
  29. Los ojos lo reflejan todo, por eso dicen que son el reflejo del alma.

    ResponderEliminar
  30. Boa tarde e uma excelente segunda-feira. Poema maravilhoso, meu querido amigo Ricardo. Grande abraço carioca.

    ResponderEliminar
  31. Olá Rycardo, muito delicada a sua poesia.
    Nos olhos estão estampados a verdade, a força, a paixão e também a dor.
    Grata por iluminar a blogosfera com poemas que encantam!
    Abraços e excelente semana!

    ResponderEliminar
  32. Retenho: "Nada pode ser mais luminoso que a verdade"!
    Façamos sempre por vivê-la.

    Beijinhos e tudo de bom, amigo Ricardo!

    ResponderEliminar
  33. A poesia do senhor comparo com os poetas do século XVIII como Bocage e Camões. Parabéns.

    ResponderEliminar
  34. "...Quando na alma, ecoa a voz surda do vento..." "Amor... Paixão... Dor..." Lindo! Lindas imagens poéticas! Saúde e Paz e continuação de excelência poética.
    F. Carita Mata

    ResponderEliminar
  35. Maldito seja o toninho
    Enfiado na tasca a beber
    Até se encharcar em vinho
    E apenas ódio ser
    Metro e meio de homenzinho
    Está vivo mas é um cadáver
    Maldito seja o toninho
    Faz o inferno a quem quer viver
    Vendeu a alma ao vinho
    Não existe mais nada no seu ser
    Tudo nele é baixinho
    Peço ao universo justiça acontecer
    Que fique a penar sozinho
    Nestas palavras venho submeter
    O desejo de Justiça contra o toninho
    Na tasca apodrece a beber
    Portanto que acabe encharcado em vinho
    A penar até padecer
    Maldito seja o toninho
    A Justiça contra ele se faça acontecer
    Maldito seja o toninho


    ResponderEliminar
  36. Depois da tempestade vem bonança
    Depois do prnto vem logo o sorriso
    Mas do castigo não vem paraíso,
    Vem arrependimento que nos lança
    À depressão e falta de espern;ca
    Que esqueçam o erro que impôs o castigo
    E a lembrança do erro cometido
    Dará ossivemente mais sentido
    À perda de um amor sublime e antigo.

    ResponderEliminar
  37. A través de la mirada trascienden los sentimientos, el dolor queda tambien reflejado en ellos
    Un abrazo Ricardo

    ResponderEliminar

Gostou do que leu? Se gostou, deixe um comentário. Se não gostou deixe na mesma ... Leve consigo o meu agradecimento pela sua visita. Obrigado de coração.