quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Águas soltas correm pela encosta do monte

.../...
.
Águas soltas correm pela encosta do monte
Banham planícies pela secagem, torturadas
Agradecem ao destino a bênção dessa fonte
Floreiam lindas flores na sua sede, saciadas

Nasce a manhã e o sol aclara o fresco monte
Ouve-se a música das giestas despenteadas
Existe ventura aquém e além do horizonte
Gotas de vida banham flores apaixonadas

Cantam as aves odes de amor, enternecidos
Olham o par e colam os bicos, embebecidos
Vivem a luz do sentido que a seca desconte

Sente-se que a alegria aflora por todo o nada
Gotas de amor ornam a planície apaixonada
Que floresce pelas águas que caem do monte 
......

16 comentários:

  1. Poema deslumbrante que tem como protagonista a mãe natureza...onde a frescura, a música e o amor domina...como sempre a tua poesia e sensibilidade encantam...parabéns pela fresca e brilhante inspiração...um beijinho de bom dia

    ResponderEliminar
  2. Que lindo! Beijos, ótima quinta-feira

    ResponderEliminar
  3. Lindo Ricardo,como é bela a natureza.
    Adorei.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. oi Ricardo

    água é vida, suprimento essencial na vida do ser humano. A natureza é majestosa =)

    ResponderEliminar
  5. Um soberbo hino à natureza que é tudo o que temos de lindo! Parabéns Ricardo és excelente!

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Não me parece fácil fazer poesia sobre a natureza de uma forma tão maravilhosa como esta que aqui se lê. Fiquei embebecida com tão bonita sensibilidade. É um blogue lindo
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. TÃO BONITO

    Elisabete Lima

    ResponderEliminar
  8. Belo poema, Ricardo! Também eu hoje falo um pouco de planície...:-)
    xx

    ResponderEliminar
  9. Como sempre, quando aqui chego delicio-me com tanta beleza. Mais uma pérola poética.
    Visitá-lo é um bálsamo para a minha alma.
    Li o seu poema na maiores das calmas, ouvindo a música de fundo, e deu-me a sensação que ouvia a água daquela cascata a cair, levando com os seus salpicos no meu rosto... Fiquei com sensação de leveza.
    Muito obrigada

    Um beijinho com carinho

    ResponderEliminar
  10. Grande poeta que agarras na beleza da planície, dos vales e dos montes, nas águas em cascata e fazes um poema maravilhoso
    Grande abraço mano

    ResponderEliminar
  11. Maravilhoso poema, radiando beleza poética. Parabéns.
    A imagem está altamente
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Nunca li nada tão bonito! Tão bom vir aqui. Parabéns.

    ResponderEliminar
  13. Poema maravilhoso tendo como fundo poético, a natureza em muitas das suas vertentes mais belas. LINDO, LINDO, LINDO
    Abraço

    ResponderEliminar
  14. A natureza tem o dom de nos fascinar e inspirar!

    ResponderEliminar
  15. ·.✿✿ミ
    Um lindo soneto cheio de imagens poéticas maravilhosas!!!

    Bom fim de semana!
    Beijinhos。♫° ·.
    ✿⊱

    ResponderEliminar