quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Quero voar...


Quero voar
Navegar
Nas palavras do acaso
Que saem da imaginação
Qual vento fresco
Que embala o coração
Quero sonhar
Entrar nas estrelas e vaguear
Por entre a lua e a atmosfera
Não ter horas para chegar
Nem ninguém à espera
Para além do imaginar
A donzela, flor, quimera
Que preenche o meu pensamento
O meu sonho, meu momento
A minha ilusão
Meu sentir, a força, o seguir
Com o olhar
A folha seca que cai
Vê-la partir
Por cantos e recantos
Mostrando seus encantos
Na razão do existir
E pelos sonhos
Me embalar
.

16 comentários:

  1. Olá amigo Ricardo!
    Que lindo poema amigo!
    Voar, navegar, sonhar... é muito bom!
    Se tem algo que não nos pode tirar é a nossa imaginação.

    Gostei de ler-te!

    Beijos!

    Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema Ricardo, o "querer voar, navegar ..." Todos deviamos ter o nosso espaço de LIBERDADE sem exigências e com a flexibilidade de podermos vaguear, sonhar... sem limites traçados, dentro dos quais devemos actuar , a isso chamo de felicidade e o segredo está na coragem.... Parabens por mais um poema maravilhoso.

    ResponderEliminar
  3. SOBERBO!...quero chegar aqui a voar
    Ler tuas palavras, e deixar-me sorrir
    Encontro-me neste blogue, a navegar
    Esperando, melhores dias estarão para vir
    .
    Tudo isto para dizer que, ADOREI este poema... " que novidade" lool

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Oi amigo Ricardo,voar e navegar nas palavras.

    Esses são lindos versos de um grande poeta
    como você.
    Parabéns amigo
    bjs.
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Ricardo,
    Sua poesia é intensa, pois querer voar na imaginação é querer ser feliz todos os dias. É tão gostoso ser embalado nesse sonho.
    Muita criatividade você tem
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  6. Bom dia!!!
    Muito legal isso, e a combinação perfeita.
    Afinal a nossa imaginação nos faz ir longe!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  7. Sonhos... que maravilha que são, pois nele podemos estar aonde queremos e com quem queremos... Lindo poema. Um abraço poeta.

    ResponderEliminar
  8. Pelo menos temos o pensamento para voar. Para criar asas e sair pelo mundo a imaginar.
    Lembrei que nossos blogs tem o nome pensamento e devaneios. E são eles, pensamentos e devaneios, que nos dão asas.
    abraço

    ResponderEliminar
  9. Gosto de sonhar , não qual folha seca que cai, mas como pássaro que voa alto.

    Adorei o poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Ver as folhas secas a partir, mas continuar sempre a ser embalado pelos sonhos, e pela poesia.
    Gostei deste voar, desta imaginação toda.
    xx

    ResponderEliminar
  11. Olá Ricardo.
    Lindo poema, quem não gosta de voar ou navegar nos sonhos? huum maravilhoso.

    Este é de ontem.. hoje não há??

    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Olá Ricardo,

    Gostei muito deste voar poético

    as palavras folhas em melodia a embalar...

    Luminoso final de semana!

    Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Um poema bonito com o qual me identifico.
    Tudo de bom para ti
    maria

    ResponderEliminar
  14. Oi ! Amei seu poema, "...Quero sonhar entrar nas estrelas e navegar..." Estou amando conhecer seu blog, parabéns por este dom maravilhoso que tens... Já estou seguindo! se desejar me fazer uma visita e ver alguns dos meus textos este é meu blog http://aspoderosas1.blogspot.com.br/
    Beijos, Larissa.

    ResponderEliminar