quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Cai a chuva...


Cai a chuva
Vertendo gotas de suavidade
Sobre o teu corpo perfumado
São mel em algodão doce
Que me deixa louco
És a minha eterna tentação
Minha louca paixão
Como se a vida se fosse
Num espaço rouco
Nas gotas que caem desalinhadas
Frescas, apaixonadas
Molhando teu rosto, tua alvura
Fazendo escorrer a pintura
Dos teus olhos encantadores
Pelo teu rosto de ternura
Como volúpia romântica
Perfeitos amores
Como um botão em flor
Numa semântica de esplendor
Cai a chuva sem pecado
E dela recebo o teu calor
Que me deixa
Eternamente enamorado
Por ti, meu amor
.

48 comentários:

  1. Não é possível ler sem comentár perante uma preciosidade de leitura; poema, soneto! chamem o que quiserem... mas que é uma maravilha é.Parabens Ricardo,adorei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lourdes Patacas

      Sempre um amor de amiga
      Beijo suave

      Eliminar
  2. Acordar, vir ler, e deliciar-me com um poema maravilhoso como este até apetece dizer: que caia a chuva sobre o rosto da pessoa amada
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Silvia Negrais

      Sempre uma simpatia nos seus comentários que agradeço e me entram no coração
      Beijo amigo

      Eliminar
  3. Poema maravilhoso, ler logo de manhã até a alma relaxa.
    Beijinhos Ricardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fátima Lima

      Que gosto enorme em "ver-te" aqui
      São maravilhosas as tuas palavras
      Volta mais vezes
      Beijinho glorioso

      Eliminar
  4. Acordar e olhar pela janela a chuva caindo, em seguida olhar pra cama e ver seu amor num sono gostoso. O coração feliz.. daí vir aqui e encontrar um poema apaixonante desses. O dia de cinza tem todas as cores possiveis.
    adoro
    BJs
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ritinha

      Falas com palavras sensíveis e sábias. Ver o seu/nosso amor num sono gostoso? Com a chuva a cair o melhor é acordá-lo e viver a Paz da ocasião, lool
      Fica feliz
      Bjs

      Eliminar
  5. E que importa se cai a chuva? Quando o sol brilha radioso no coração apaixonado.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Elvira Carvalho

      É mesmo verdade. Que imposta se a chuva cai se existe amor puro e verdadeiro?
      Mas é tão bom se poder amar ouvindo cair a chuva. Não será?

      Abraço

      Eliminar
  6. Como sempre...Divinal
    Cai a chuva sem pecado
    Por meu rosto jovial
    Que me deixa com agrado
    Ao ler este poema bestial
    Adorei,lindo, lindo.Obrigado

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cidália Ferreira

      Sempre com veia poética

      Beijo em Tuuuuu

      Eliminar
  7. Bom dia Ricardo

    A tua alma bonita e o teu coração único transferem para o teu imaginário puras peças de arte como é este teu poema.
    Conheço muito bem a tua forma de escrever mas em cada poema teu me surpreendes pela positiva pois é uma delicia ler-te e um gosto particular conhecer-te.

    Beijinho desata tua amiga que te estima e respeita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filomena Maria
      .
      Se uma pomba viajasse
      Pelos caminhos da realidade
      Talvez a ti levasse
      Um beijinho meu de saudade
      .
      Fica feliz
      Beijokas

      Eliminar
  8. Perco-me entre as gotas da chuva ao deliciar-.me com o que escreve,BELO e DOCE Poema
    Abreaço

    ResponderEliminar
  9. Lindo poema amigo Ricardo e bem propício
    ao dia de hoje aqui no Brasil.A chuva cai,vertendo
    gotas de suavidade.

    bjs amigo
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carmen Lúcia

      Adoro ver a chuva a cair...E acompanhado pela pessoa amada, ainda é mais suave, e amoroso

      Quem não gosta afinal

      Beijo doce

      Eliminar
  10. Oi Ricardo querido


    Que lindo poema...
    Sensual e ao mesmo tempo delicado.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ani

      Fico feliz por ter gostado...que a felicidade esteja em seu coração
      Beijo suave

      Eliminar
  11. Que lindo poema, adoro chuva, ela me inspira!!!
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ivone

      Obrigado pelo carinhos quente das suas palavras
      Abraço

      Eliminar
  12. E tem coisa mais gostosa do que nos dias de chuva estar com a pessoa amada?
    Melhor ainda é um homem estar eternamente enamorado (coisa rara nos dias de hj).

    Parabéns, pela sensibilidade.
    E viva o amor =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bell

      Pois...concordo com a 1.ª frase. Não há nada mais gostoso.
      Quanto à 2.ª, fico a pensar: Estarei eu enamorado ou será apenas imaginação de poeta? Acho que estou mesmo, looool

      Fique bem e feliz

      Eliminar
  13. Bom dia Ricardo.. a chuva tem um poder transformador em nós.. ouvir ela no telhado nem se fala né.. primorosos versos meu amigo.. um lindo dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Via amigo Samuel Balbinot

      A chuva é apanágio de imaginação, se não estiver a cair directamente sobre nós, loool

      Grande abraço para um enorme poeta

      Eliminar
  14. És um escultor das palavras exatas neste belo poema!!!! Maravilhoso! São dos poemas que lemos e sentimos a alma romântica de quem o escreveu! Adoro os teus poemas....meu poeta preferido!!!!! AMEI!
    GABY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá GABY

      Tu sim...és uma mulher encantadora, linda como pessoa, de um coração forte e de ouro reluzente
      O resto são palavras de poeta

      És um doce

      Eliminar
  15. Sabes brincar com as palavras de maneira encantadora e que nos enche os olhos.... poema repleto de paixão. Adorei... bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nádia Santos

      Ler estas palavras escritas por uma poetiza que muito respeito, deixa-me ficar sem palavras, que não sejam de felicidade e admiração, por quem as escreve.TU.

      És uma pessoa linda
      Bjs

      Eliminar
  16. Oi Ricardo,
    Linda poesia, és uma fábrica de fazer poesia do amor
    Acordaste animado, animaste meu blog filosofando Blaise Pascal. Adorei
    Obrigada
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  17. Um poema muito lindo, sempre, sempre.
    Mas tem duas palavras que adoro quando leio, e ficaram muito bem neste poema, ainda o tornando-o mais lindo - Ternura e enamorado.
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula Barros

      Fico muito feliz quando escrevo algo que as pessoas gostam

      Abraço suave

      Eliminar
  18. teus poemas sempre energizam nossos sentires.


    abç

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Margot

      Tua presença é sempre linda

      Poucas palavras mas refrescantes na sua suavidade
      Abraço

      Eliminar
  19. Nossa,
    que lindo :]
    quem dera eu fizesse poemas assim ..
    Sou apaixonada por esses tipos de textos ..
    Parabéns,pois isso é um dom precioso :]

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dayane Silva

      Obrigado pela simpatia da visita..Todos escrevem assim desde que puxem um pouco pela imaginação
      Volte sempre

      Eliminar
  20. UAU Ricardo! Já chove aí por essas bandas?!.... Um poema muito bonito , e neste caso refrescante com essa chuva. Engraçado também tenho um poema sobre a chuva, mas em que a chuva apenas aparece como metáfora de uma situação.
    Estou a gostar muito das tuas inovações, porque embora se possa escrever sempre sobre o amor, é muito bom escrever de forma diferente. Gostei muito.
    "Fazendo escorrer a pintura / dos teus olhos encantadores" fez-me lembrar uma situação tão divertida de há tantos anos atrás !...:-)
    Obrigada, Ricardo por mais um poema lindo, e neste caso, refrescante.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Laura Santos

      Conta ... conta ... conta

      LOOOL

      És linda

      Eliminar
    2. Ah pois conto! Lol Foi quando eu estava a estudar em Coimbra, passei na rua e um senhor que estava encostado a uma igreja lançou-me esta "boca" que nunca mais esqueci:
      " Era bem feito que caísse uma chuvada e borrasses a pintura toda!"
      Pronto é só isto. Na altura não achei graça nenhuma, mas com o tempo comecei a achar piada...:-)

      Eliminar
    3. Ou seja: Ias linda de morrer

      Mas reparaste que estava encostado à igreja, loool...Seria o sacristão?

      Estudar em Coimbra??? hum..muito me contas...

      Fica feliz

      Eliminar

  21. Olá Ricardo,

    Lindo poema inspirado pela chuva e pelo amor.
    Muito terno e apaixonado.

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vera Lúcia

      Palavras bonitas e simpáticas.Obrigado pelo carinho
      Fica feliz

      Eliminar
  22. Não há nada mais próximo de Deus na Terra, do que o encantamento sublime do amor...lindo poema, Ricardo.

    Ghost e Bindi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Ghoste e Bindi, pelas palavras sábias e amigas
      Bom fim de semana

      Eliminar
  23. Belo poema romântico, amigo Ricardo.
    Um abraço daqui do sul do Brasil.

    ResponderEliminar