terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FELIZ ANO NOVO...SEJAM FELIZES


Desejo de coração um feliz Ano de 2014 para todos os amigos e amigas, suas famílias e amigos, visitantes, comentadores/as, e inimigos também. 
Que a Saúde, Paz, felicidade, entre ou permaneça em vossos corações. Sejam generosos/as para quem precisa de um olá, de uma saudação, de algo que os ajude a viver um pouco melhor.
Que a Solidariedade seja sempre o vosso sorriso a fim de que outro alguém também possa sorrir

FELIZ ANO NOVO
.

domingo, 29 de dezembro de 2013

38 anos de casados...xxxxxxxxxxiiiiiiiiii tantos.


“Voavam” os pardalitos em ares de ternura
Davam beijinhos como se o mundo acabasse
Faziam promessas na sua alma bonita e pura
Por um futuro que para si não mais terminasse

Eram pardalitos na força dos 20 anos de pureza
Que se abraçavam, sorriam, sem palavras dizer
Tinham sim uma desmedida e convicta certeza
Ficariam juntos na alegria e tristeza até morrer

E os anos foram passando, e um ninho de amor
Foi sendo construído entre os beirais em flor
De onde nasceu uma pardalita linda e airosa

Faz hoje 38 anos que o casamento feliz, ocorreu
Todos os dias agracio a alegria que Deus nos deu
Parabéns meu amor, és uma mulher maravilhosa
.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Mundo cruel ...feito de escombros.

( Imagem da net)
.

Corriam águas por açudes de cambraia
Cercadas por periferias de amor puro
Surgiam ventanias que saltavam a anaia
Nos desertos de pensamentos inseguros

Juravam os estandartes dos estudantes
Que prometiam sonhos de paz e amor
Em cidades em que todos são farsantes
Nas cantigas e promessas dos doutores

Assim no mediano do atroz sofrimento
Em que no olhar desbota o sentimento
Das roupas que caiam sobre os ombros

Se esquecem da miséria entre arraiais
Das crianças que desconhecem Natais
Neste mundo cruel feito de escombros
.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz Natal para todos os amigos/as e família ...


Que a Saúde, Paz, Amor, Felicidade, Harmonia, e um enorme sentido generoso, entrem em vossos corações ou simplesmente o reforcem, a fim de que este Natal seja divino, para todos/as vós, família e amigos.

FELIZ NATAL

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Ventos que flagelam a tela do meu ser

( Imagem da net)


Ventos que flagelam a tela do meu ser
Que fustigam as folhas do meu momento
São como água que molha o amanhecer
Por entre as pétalas do meu pensamento

Tu és o vento que suavemente me beija
Na tua passagem tão serena, ponderada
Tens a força do amor e a cor da cereja
Que deixa em mim tua chama apaixonada

Sinto teu abraço como sol de Primavera
Onde as flores nascem na fé merecida
És a minha musa qual amor de quimera
Meu sol, meu luar, meu viver, minha vida

***********************************
A todos/as os amigos/as, visitantes, comentadores/as, desejo do coração que passem UM NATAL cheio de AMOR, PAZ, FELICIDADE e ESPERANÇA no amanhã

FELIZ NATAL
.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Caminho por veredas entre trigais...

***

Entre o trigal encontro o meu caminho
Embriagado pelo perfume de uma flor
Onde exalo promessas de tanto carinho
Por alvoradas pétalas do teu lindo amor

Olhares turvos em púrpura de fascinação
Escondo vendavais deste encantamento
Entre searas de espigas loiras de paixão
Deixo ficar lágrimas do meu sofrimento

Palavras que envio através do meu olhar
No isolamento do meu próprio caminhar
Onde deixo esperançar meu pensamento

Encontro as noites em que sonho contigo
Sinto-te sorrir sobre o meu ombro amigo
Fazendo dos teus afagos o meu momento
...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Queria dizer-te que teu corpo é um rio

............

Queria dizer-te que teu corpo é um rio
Onde me deleito nas margens floridas
Qual probidade d`um amor em calafrio
De áureas distantes de dor esquecidas

Queria falar-te em amor, pureza ao luar
Em voz sem som num sorriso fascinado
Dar-te meu carinho, entre beijos te amar
Doçura do teu sorriso, amor encantado

Queria sentir teus doces lábios, ternura
Beijar teu olhar que minha alma procura
Na límpida lágrima que cai por emoção

Entregar-te meus desejos, doce carinho
Receber teu olhar, sincero e meiguinho
E juntar o meu ao teu amoroso coração
*

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Ternura doce te quero amar

( Imagem da net)
.

Na minha reflexão existe a luz
Do sonho que tive em pensamento
Na claridade da estrela que traduz
O brilho do meu puro sentimento

No teu olhar de mulher que chamo
Ao meu sorrir, sentida caminhada
Nas palavras repetidas, eu te amo
Tendo-te não preciso de mais nada

No teu abraço deixo o meu sentir
De verdades que te quero confessar
Em que meu coração possa sorrir
Ternura tão doce te quero amar
.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Só quero um pouco do teu amor...

( Imagem da net)
.

Quando me olhas me sinto desprezado
Que de mim nada queres nem desejas
Mesmo assim por amor fico a teu lado
Sonhando que com carinho me beijas

Sei dos meus erros naquilo que disse
Factos que já fazem parte da história
Nunca pensei que teu amor, partisse
Deixando-me só, triste, e sem glória

Passas sorrindo olvidando o sacrifício
Não me dando um olhar, em benefício
Que acalmaria este coração sofredor

Num afeto que a ti, minha vida, reporto
Pelo teu abraço minhas culpas suporto
E tudo daria por um pouco do teu amor
.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Faz tempo...recordo ... estamos aqui

.
Faz tempo, recordo
Passavas pela minha rua
Altiva, olhar em frente
A primeira frase: bom dia
Sorriste ... tão envergonhada
Menina de saia curta
Blusa tão fechada
Seguiste perante o meu olhar
Embevecido
Parecias balançar como uma flor
Que dança entre pedras coloridas
Teus passos já iam distantes
Mas a tua imagem ficou
Dentro do meu coração
Passaram os dias, e eu esperava
Por ti …em vão..
Não aparecias
Não passavas, não sorrias
Desisti
De esperar…não de ti
Que sem eu contar
Dias depois
Quando caminhava sem olhar
Estavas ali
Noutro lugar, 
Tão perto de mim
Olá …bom  dia
 Respondeste, baixando o olhar
Bom dia…
De alegria…sorri
E hoje ao recordar
Vejo que o tempo voou
Rápido...passou
Mas estamos aqui...
Como a vida juntou
.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Mãos que afagam...carinhos que sossegam

( Imagem da net)
.

Mãos suaves afagam meu rosto
Carinhos de olhar como prenda
Dão-me tudo aquilo que gosto
Oferecidos em amor e oferenda

Sinto em mim teu desejo de amar
De amor que sossegue teu coração
Como uma flor que quer exalar
Todo o perfume da sua emoção

Nos gestos de tuas mãos viçosas
Que afagam quentes e primorosas
Os âmbitos do meu intenso desejo

Deixas ficar teus sonhos de flor
Olhares fiéis, carinhos de amor
Na suavidade de um doce beijo
...

domingo, 1 de dezembro de 2013

Na suavidade do teu olhar...

.
Na suavidade do teu olhar
Está a saudade, a procura
Que tanto desejo encontrar
E receber com tua ternura

Arrepios de verdade sentida
Nas leviandades do meu ser
Quero ouvir tua voz querida
Os meus ouvidos ensurdecer

No pranto da triste ansiedade
Sinto teu amor, sem piedade
Me dando vida e paz ansiosa

Como se nada mais existisse
Teu amor nunca de mim saísse
Nesta felicidade maravilhosa
.

sábado, 30 de novembro de 2013

São tuas mãos soltas de amor

.....

São tuas mãos notas soltas de amor
Afagam como pérolas de sentimento
Não sabem o que é sofrer ou ter dor
São carinho do teu nobre pensamento

Teus olhos são flores em movimento
Como água que se ondula pelo mar
Falam do teu amor com sentimento
Como é lindo o teu modo de olhar

Tuas faces rosadas de amor esculpidas
São de todas as rosas as mais queridas
Utopias de desejos de poetas e sábios

Teus cabelos em caracol que deslizam
Pelos ombros que o teu amor eternizam
Como se eternam os beijos dos teus lábios
...

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Brilhavam as estrelas...

..*..

Brilhavam as estrelas em noite de encanto
Floresciam as altas-rodas em dias escuros
Cobertores desciam das janelas sem pranto
Namorados se beijavam entre ruas e muros

Noite escura, focos de luz, clareavam a vida
Pares de virgens envergonhados se amando
Abraço de fantasia numa voz enrouquecida
Pelos abalos de uma boca, beijo desejando

Promessas de carinho sobre a luz de solidão
Palavras ditas sem som, gestos de emoção
Amores perdidos na frescura de seu manto

Olhares que estremecem em beijos de ilusão
Sobre a força da graça de um nobre coração
Brilhavam as estrelas em noite de encanto
...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Todo o açúcar do meu beijo

..*..

Se o amor chegou, venceu
Como vento vindo do Norte
Não sei como aconteceu
Pois não me calhou essa sorte

Se chorar fosse prova de gostar
Eu choraria no teu regaço
Para saberes que eu te amar
É mais forte que um abraço

E num carinho adocicado
Como prova do meu desejo
Te daria em prato iluminado
Todo o açúcar do meu beijo
.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Corria a lágrima pela vereda ...

**/**

Corria a lágrima pela vereda do teu rosto
Como pingos de chuva em terreno sadio
Procurando teus lábios de que tanto gosto
Onde por amor, de beijos doces me sacio

Lágrima que corre por caminhos de amor
Como a água do mar se esconde na areia
Vem ensopar tua face de perfumada flor
Lembrando-me teu afecto de doce sereia

Essa lágrima que por amor desejo beber
E deixar que molhe meu rosto sem saber
Que cora de anseio de ver teu lindo olhar

Gera em mim fantasias de homem demente
Que apenas por te amar, deseja ternamente
Nessa lágrima de pureza, sua sede matar
.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Amar-te faz vibrar meu pensamento...

.*.
Amar-te faz vibrar meu pensamento
Nos caminhos das fortes sensações
Esvoaça pelos sonhos como o vento
Alvorece quente em minhas emoções

Num sorriso de efeitos de suavidade
Que transmite meu carinho e afeição
Traz em meu viver enorme felicidade
Conduz calma e paz ao meu coração

Acredita nas minhas palavras de amor
De um amor sincero, puro e profundo
Não saberia viver sem o teu esplendor
Que me faz o ser mais feliz do mundo
..

sábado, 23 de novembro de 2013

Caricias na alma...

.
Penso em outros tempos e eras
Em que a felicidade era sentida
Rebolei entre círculos e esferas
Senti o gosto de tua boca unida

Flor do campo, pétalas, girassol
Anunciando todas as Primaveras
Olhar meu, minha vida, meu sol
Em noites arrefecidas e severas

Entre quimeras olhando o vago
Sentindo as frias águas do lago
Adormeci em lágrimas de calma

Nos devaneios do meu coração
Senti a suavidade da tua mão
Fazendo caricias na minha alma
.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Teu olhar, Luz que rompe a noite escura...

( Imagem da net)
.
Teu olhar, luz que rompe a noite escura
Que ilumina o meu coração forte e capaz
Empresta ao luar, tua beleza e formosura
Brilhando com as estrelas em amor e Paz

Teu coração de amor que ama e seduz
O pensamento na solidão do meu existir
Sentindo em meu trilho a estrela, tua luz
Que me faz sonhar e por ti, amar e sorrir

Tua presença exala o perfume da rosa
Mostras esse teu ar de culta e poderosa
Rasgos de teus lábios, amor em desejos

Sorriso que me dás sem que nada te peça
No carinho em que o desejo ri e tropeça
E se sente feliz na doçura dos teus beijos
*

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

São rosas meu bem são rosas.

..........
São rosas meu bem são rosas
Diz a lenda que aconteceu
Mostradas no colo, deliciosas
Que um gesto de afecto, viveu

Recebi estas rosas de carinho
Dadas com amor de pensamento
Quais sentimentos em fino linho
Enviadas pela afeição do tempo

No regaço do amor tão sonhado
Deixadas estas rosas tão airosas
Agradeço num  verso já usado
São rosas meu bem são rosas
.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Ofereço-te o mais puro amor do mundo.

( Imagem da net)


Azul do mar, tua suavidade sadia
Quebranto em ondas de fina cor
Vagas de afecto onde nadei um dia
Deixando nelas todo o meu amor

Nesse teu sorriso de flor ao luar
Prendem-se meus pecados de dor
Nesse olhar de onda azul do mar
Deixo a minha admiração e amor

Sonhos nascidos em corpo de criança
Luz da exaltação em amor e confiança
Desejos deste meu  carinho profundo

Delírios dados por teu olhar inebriante
Nessa força ousada, ilustre e fascinante
Ofereço-te o mais puro amor do mundo
.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Olho o destino ... a chorar

( Imagem da net)
******

Olho o destino
Um espaço sem espaço
Para a melancolia
Voam as aves em sintonia
Correm os rios noite e dia
Sempre na mesma direcção
Procuram chegar
À outra margem
Sem paragem
Para pensar
Na sua solidão
Olho a Rua
Ninguém caminha
Como antigamente
Havia saudações de bom dia
Boa tarde, boa noite
Quando nessa passear se podia
Sem medo da sombra
Ou de uma má companhia
Olho o céu
Nuvens que parecem deslizar
Na pureza de um olhar
Azul permanente
Amigo, carente, reluzente, 
Na forma de estar
Perco o tino
Por tudo amar
Mas parando para pensar
Sinto que...
Olho o destino
A chorar
.

domingo, 17 de novembro de 2013

Deixa-me adormecer...

( Imagem da net)
.
Deixa-me adormecer no teu regaço
No aconchego do teu sedutor olhar
Para que sinta o amor do teu abraço
Onde quero meu carinho repousar

Deixa-me provar teu desejo de amor
Acalmar nas caricias que sabes dar
Imaginando teus beijos de doce sabor
Desenflorar as pétalas de ti, rosa mar

Deixa-me vaguear por entre estrelas
Ter nos sonhos as cores mais belas
Na ternura da minha límpida ilusão

E que sinta teu amor sem queixume
Possa guardar o teu nobre perfume
Na caixinha do meu isolado coração
.

sábado, 16 de novembro de 2013

A alma ecoa em veredas de pranto...


A alma ecoa em veredas de pranto
Como estradas sem fim no infinito
Suores que molham o corpo e tanto
Em palavras sem som que tenho dito

Árduos caminhos da árida paisagem
Para o outro flanco da forte ventania
Como relações que voam na aragem
Foge o amor que te dediquei um dia

No sorriso de uma flor em movimento
Sinto arrepios de carinho e tormento
Quando tacteio a tua pele de ternura

E nas palavras que tento que entendas
Deixo meiguice em forma de prendas
Num amor que tanto te quer e procura
.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A LÁGRIMA QUE DEIXAS CAIR...


A lágrima que deixas cair
Que não te deixa sorrir
Molha teu rosto iluminado
Beija teu coração encantado
Que o destino quer trair

Tua alma de paixão, tão pura
Teus sonhos cintilantes de luz
São as tuas palavras de ternura
De tão fresca beleza e candura
Que eu amo, e tanto me seduz

Teu olhar é amor,  fina poesia
Teus olhos cascatas em pranto
São o sol, o luar, a luz do dia
A força, a fé, o sorriso, alegria
De quem a vida ama tanto

Tuas lágrimas "beijam"o areal
Em que a tua graça, passeia
São como o nadar da sereia
Que por entre águas serpenteia
E que eu tanto desejo secar
.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Correm as águas em perfeita corrente...

.
.
Correm as águas em perfeita corrente
Como correm teus sentimentos puros
Tuas lágrimas de querença comovente
Molham emoções e desdéns impuros

Tuas faces ensopam os meus sentidos
Quando num abraço apertado te beijo
Sopram sensações de carinho, vividos
Que deleitam minha vontade e desejo

Ternura de afeição em plano virtual
Sinto no peito, sentimento celestial
Quando me abraças tão docemente

Crescendo em mim doces sentimentos
Fazendo olvidar lágrimas e tormentos
Correm as águas em perfeita corrente
.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Parabéns querida neta Beatriz...


Eram cerca das 13:40 do dia 11-11-2010, nascia uma FLOR, bela, perfeita, maravilhosa. 
Nascias tu, minha querida e adorada neta Beatriz, linda como os amores. ( saiu ao avô, claro, loooool.)

Fazes hoje 3 aninhos de nascimento. Com a mana Adriana, a mamã Marisa, são as fortunas maiores da minha vida. Não esqueço um "rapaz" de nome Bayron, um grande homem, fantástico marido, fabuloso pai, e estimado genro.

Mas hoje é o teu dia minha querida neta Beatriz. Os avós estão felizes, orgulhosos, vaidosos, e tudo o mais que possa existir no bom sentido

MUITOS PARABÉNS MEU/NOSSO AMOR
.

Nasce o amor numa gota...

( Imagem da net )
...
Nasce o amor numa gota de sentimento
Confunde a ponderação, alegra a alma
Deixa em reboliço o nosso pensamento
Gera amargor, ânsia de dor que acalma

Amar de coração limpo e correspondido
Num perfume de águas revoltas e puras
Tem no sorriso uma vontade e sentido
Atenuando as dores das noites escuras

Amor fascínio da nossa alegre existência
Que gera em cada ser alegria e apetência
Por desejos sonhados em fino esplendor

Faz brotar lágrimas de pureza e solidão
Dá alegria e faz vibrar o nosso coração
Quando nos dias pesarosos se tem amor
...

domingo, 10 de novembro de 2013

Palavras trocadas, entre vírgulas de sentido.

( Imagem da net)


Palavras trocadas, entre vírgulas de sentido
Mensagens duvidadas em toques de teclado
Sentimentos em limpidez ditas ao ouvido
Brincando com o pensamento do outro lado

Risos entre cumprimentos de voz contente
Faziam delícias entre quem não se conhecia
Fez nascer uma amizade linda e comovente
Por mensagens da curiosidade  que crescia

Assim se fez luz numa tarde de sol e pureza
Conheceram-se os amigos da voz e incerteza
Um abraço foi dado em limpidez e verdade

Nasceu a amizade mais linda e consistente
E do desconhecido ficou a alegria da mente
Entre os dois se soube o que era felicidade
.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Sem ti ...não tenho descanso

( Imagem da net )

No teu olhar descanso os meus sentidos
No teu ser descanso as minhas ilusões
Na tua compreensão descanso as minhas frustrações
No teu peito descanso o meu ser
Na tua alma descanso o meu sorriso
Simplesmente porque fazes parte de mim.
E sem ti, não tenho ... descanso.
.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Coração que ama é coração fatal...


Olhei-te com olhos que amam
Depois de tanto erro cometido
Preces de prantos que chamam
Recordando um amor já antigo

Pessoa simples, afável, humano
Como humana é a essência pura
Trocas de palavras, desenganos
Olvidado de plácitos de ternura

Amor que em beijos se multiplica
Nasce no coração, não se explica
A um pobre ser límpido e mortal

Sendo por isso tão belo e querido
Deixa lágrimas em ombro amigo
Coração que ama é coração fatal
.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Amar-te com loucura


Olho a paisagem, sorrindo
Vejo flores agitando a nu
Penso no que estou sentindo
No seu dançar, imagino tu

Vestido perfeito, comprido
Saltos altos em esplendor
Tudo em ti é belo, florido
No jardim a mais linda flor

Danças em gracioso rodopio
Como água que corre em rio
Mostrando a sua formosura

Deixas em mim o teu perfume
Que me aquece em leve lume
E me faz amar-te com loucura
.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Amoras Silvestres...


Em caminhos e veredas escuras
Onde apenas o silêncio impera
Encontram-se amoras maduras
Negras de tanta solidão e espera

Silvados de amoras majestosas
Cercam meu ser e meu caminhar
Amoras se mostram primorosas
Que adoçam o meu guloso olhar

Veredas que encontro nesta vida
Feitiçaria de amora amadurecida
Que olho em ensejo de direcção

Mostram a vida e o meu caminho
São parte do meu sobrio destino
Adornam o meu olhar e coração
.

domingo, 3 de novembro de 2013

Promessas...não serviram para nada.

(Imagem da net)
*********

Caminhava pela estrada
Luzes,  solidão
Decidido, passo trocado
Procurava o além
Tão longe da sua mão
Apenas a intenção
Levava em ritmo cansado
O desejo de alcançar
 a linha de chegada
Em tudo pensava
E num pouco de nada
Sentia desmoronar 
O amor, a união
Fazendo sofrer o coração
Antes da chegada
Da alegria, a tristeza restava
Uma lágrima molhava
O rosto do desespero
De uma vida falhada
Promessas de coração
Trabalho e dedicação
Não serviram para nada
.


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Sempre te amarei...


Vi a tua mágoa escoar pelo rosto
Em lágrimas de algum sofrimento
Não seriam poesias de bom gosto
Ver esses olhos tristes em lamento

Vi teu sorriso tão lindo, escondido
Teus lábios articulando em solidão
Palavras em tom de lamento sofrido
Gotas de pranto saídas do coração

Vi teu corpo que cansado, baloiçava
Tuas pernas trémulas em seus passos
Com lenço branco tua face, limpava
Enquanto te afagava em meus braços

Vi teus olhos de flor branca e pura
Quando ao teu ouvido algo sussurrei
Palavras de amor e de franca ternura
Onde te dizia que sempre te amarei
.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Quando sofre um coração...

(Imagem da net)

Chega o triste amanhecer
Em borbulhas de paixão
Como escuro é o anoitecer
Quando sofre um coração

Viver o dia na esperança
Que melhores dias virão
Olvidando que tudo avança
Quando sofre um coração

Nem as palavras de amor
Convencem a negação
Deixando de haver esplendor
Quando sofre um coração

E assim a idade avança
De encontro à solidão
Tudo na vida nos cansa
Quando sofre um coração
.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Sou explosão, sou segredo...


Sou explosão, sou segredo
Sou coração sem medo
No desejo de te encontrar
Sou caminho percorrido
Sou um amor escondido
Só porque te quero amar

Sou voz surda entre nada
Na imaginação estudada
Sou um homem sozinho
Sou a palavra esquecida
Sou corpo, força perdida
Que te ama com carinho

Sou a vontade, sou o gosto
Sou quem ama o teu rosto
Sou um mártir em degredo
Sou o olhar em noite escura
O querer, esperança, ternura
Sou explosão, sou segredo
.

domingo, 27 de outubro de 2013

A Luz do Túnel...

(Imagem da net)

Entrei no túnel da aventura desejada
No destino assisado que me conduz
Na fé de reaver essa mulher amada
Visionando ao fundo reluzente  luz

Memórias seguiam na minha mente
Sorrisos de amor quase esquecidos
Mas a luz dizia-me bem ali à frente
Que eram verídicos os beijos tidos

Marchei assim num espirito de amor
Brilhava ali a tua  luz em esplendor
Aclarando esse amor que nos juntou

Sovina tristeza me alertou à chegada
No fim do túnel, não subsistia nada
E se havia uma luz, essa se apagou
.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Amor que vivemos...


Deslizo entre lençóis de linho
Buscando a pessoa que  gosto
Sinto o teu sorrir tão docinho
Aclarando a beleza do teu rosto

Lábios doces beijam os meus
Em caricias lentas e delicadas
Transmitem carinhos tão teus
Em tuas ternuras apaixonadas

Amor entre nós dois, trocado
Nas confissões que fazemos
Promessas de apaixonados
Num amor que juntos vivemos
.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Nós dois...um só coração.

(Imagem da net)

Sinto em mim teu corpo em arvoredo
De uma floresta de amor tão desejado
Gerando o sentir de timidez sem medo
De nossos corpos nus se terem amado

Teu olhar limpo como água de cristal
Que encanta nossos sentidos fechados
Produz juras num concerto ao natural
Na meiguice de carinhos apaixonados

Teu sorriso de menina ... intimidada
Num rosto de mulher pura, dedicada
Em sentimento de dádiva e rendição

Enfeita o destino de livre grandeza
Um amor feito de carinho e certeza
Que faz de nós dois um só coração
.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Tua luz Brilha...


Sinto luz brilhar no meu pensamento
Que procura o caminho do teu amor
Alvora no triste e gélido sentimento
Nascendo em meu coração, fina dor

Sinto que ventania em mim trespassa
Sentimentos de inocente e voz sentida
Como rajadas frias de vento que passa
Afastando tua presença da minha vida

Sinto em teu olhar, triste afastamento
Verdade apresada em duro tormento
Fazendo doer a vida de quem te ama

Na justiça de um sentimento de loucura
Buscando no coração uma doce ternura
Que mostre o teu amor arder em chama
.

domingo, 20 de outubro de 2013

É virgem a bruma da elegante margem


É virgem a bruma da elegante margem
Nela embate a limpa água em brancura
Num vai e vem em trovas e coragem
Deixando a harmonia da sua frescura

Embatem as águas revoltas e brisas nuas
De maldade que a ventania faz evaporar
Sente-se o afagar carinhoso de mãos tuas
Na doçura de meigos beijos que vens dar

És a beleza da branca e suave espuma
Que embate no meu olhar como bruma
Refrescando minha dócil visão virgem

Ouve-se nas margens do sonho, a poesia
Da chegada de uma sã e salutar maresia
Que tem no teu ser e amor, fresca origem
.

sábado, 19 de outubro de 2013

Flutuam sentimentos ...


Flutuam pensamentos pelo vento
Que sopram na minha direcção
Como me trazendo o sentimento
Que enriquece o meu coração

Traz amor e a bonança da vida
O teu nome escrito com carinho
Recordando tua doação amiga
Em tom aprazível e meiguinho

Sorriso que aflora ao meu sentir
Amo-te meu amor, sem algo pedir
Que teu coração não deseje dar

Num abraço meigo e apertado
Mostro-te o meu jeito acanhado
Desta minha forma de te amar
.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Nadei em Rios sem fim...


Nadei em rios férteis sem fim
Corri areais e praias desertas
À procura do amor  em mim
Em palavras ditas e incertas

Andei por alguns sós caminhos
Pelos ares em bico de cegonha
Buscando a ternura e carinhos
Encontrar a tua energia risonha

Encontrei o amor em cheia mão
Coando a timidez numa peneira
Expandindo meu triste coração
És água fresca em pura ribeira

Dos teus lábios lindos e frágeis
Como franzina é a pétala da flor
Amei ouvir tuas palavras ágeis
Baixo dizer: Amo-te meu amor
.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Amar perdidamente...


Amar docemente teus olhos lacrimejados
Dor que fere o meu coração transparente
É ter nos braços sentidos descontrolados
Beber tuas lágrimas é amar perdidamente

Recordo com carinho um amor de outrora
Sentindo no peito um frio tão descontente
Perfume de uma flor  que  no ânimo mora
Assim se sabe o que é amar loucamente

Numa vida inteira por sentimento se mente
Quando o coração suspira em amor carente
Recordando o que ficou esquecido no além

É admitir uma primavera  que doura a vida
É sentir o aroma de uma flor muito querida
É amar perdidamente, e não amar ninguém
.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Desgosto dos sentidos...


Acordei
Sentindo dor no peito
Sensação de aperto
De noite mal dormida
Muitos sonhos incompletos
De amor, saudade, repletos
De momentos da vida
Abri os olhos no escuro
Estavas a meu lado
Na solidão do obscuro
Encontrei o passado
de um fim tão duro
Que separou a voz comovente
Dos nossos afectos
De beijos de amor, prometidos
No passar dos tempos
Por contratempos
Em dor, esquecidos
Acordei
Sentindo dor no peito
Pelos sonhos tidos
E uma lágrima rolou
No desgosto dos sentidos
.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Nasce na minha essência...

Nasce na minha essência, o grito
O anelo de te ter em sonho de amor
Como um aperto em coração aflito
Te beijo em aroma de cristalina flor

Como água em rio diáfano e gótico
Sinto na alma o odor dos teus desejos
E acordo ao sentir teu corpo exótico
Degustando o sabor de meus beijos

Descobrindo em ti branco velamento
Em ar fresco de resplendor ardente
Como frincha de desvario do vento

Deixo-me acordar em púrpura torrente
Enlaçando teu corpo de alma quente
Sentindo o teu suspirar em movimento
*

domingo, 13 de outubro de 2013

Ouvi o canto da Sereia...

(Imagem da net)

Ouvi o canto da sereia, menina
Além-mar em odes de frenesim
Tinha uma voz tão feminina
Tão linda, chamando por mim

No seu rosto um sorriso de paixão
Ver seu corpo em água escondido
Fez saltar de amor meu coração
Arrepio que nunca havia sentido

Cabelos molhados, lindos, sadios
Peitos em harmonia de fina frágua
Clamando por amores e arrepios
Como arrepiam as ondas de água

De repente nas águas, desapareceu
Alçando um braço, dizendo adeus
Acordei, sorri do que aconteceu
Adeus Sereia … dos sonhos meus
.

sábado, 12 de outubro de 2013

Perdi a noção do tempo ...

(Imagem da net)

Já perdi a noção do tempo
Em que penso no teu beijo
É simples o meu pensamento
É apenas feito de desejo

Já perdi a noção da ventura
De saber se é amor ou paixão
Talvez seja minha loucura
Amar-te assim de coração

Já perdi a noção da liberdade
Por seres meu porto de abrigo
De dia, és a minha saudade
De noite, sonho contigo

Num amor que sempre senti
Confesso o meu tormento
Por ... pensar tanto em ti
Já perdi a noção do tempo
*

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Lágrimas de pranto...


Tuas lágrimas deslizaram em pranto
Mostrando todo o teu embaraço
Sem voz, mostraste o amor quanto
Sentes alegria por ter o meu abraço

Enxuguei a um lenço de fino papel
Teus olhos encharcados e singelos
Toquei teus lábios, sabiam a mel
Beijei teus olhos formosos e belos

Em desejo de coração apaixonado
Em palavras que nunca dissemos
Sei quanto teu carinho é desejado
Neste amor que ambos queremos

Nesse abraço de amor que trocámos
Selámos nosso destino em fino manto
E juntos com carinho nos beijámos
Entre lágrimas deslizantes de pranto
.