terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Sem ti ... Melancólico Castigo.

Imagem relacionada

Manhã fria. Amanhecer em tons de qualquer cor
Saudades de teu sorriso. Desse teu jeito de olhar
Dos teus afagos, dos teus beijos ávidos de amor
Da felicidade de te sentir, de contigo conversar
.
Hoje senti a tua ausência. Teu lugar triste, vazio
Tão escuro o silêncio, sem a luz da tua presença
Abri a janela. Nevava lá fora. Dia cinzento, frio
Dura solidão. Senti-me rodeado na dor, carência
.
Dia sem sol. Nuvens no céu. Meu olhar ausente
És em mim o adormecer, o acordar, o expoente
Saudade de nós, saudades da tua palavra amiga
.
Nevoeiro. Vácuo silêncio de acordes de sentido
Manhã fria. Sorriso fechado num corpo vencido
Melancolia do amanhecer que sem ti me castiga
............................
Autor: EU
.

27 comentários:

  1. poemas que falam de solidão, são sempre tristes embora nem por isso deixem de ser belos.
    Boa semana, Bom Ano
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia. Excelente poema. Por vezes um pouco de solidão é preciso para nos encontramos connosco mesmos. Adorei. Parabéns.

    Para o segundo dia do Ano, temos: "Perambular nesta viagem da vida"
    .
    Bjos e 2018 em grande.

    ResponderEliminar
  4. Intensa a mensagem e bem verdadeira!!!
    Adorei ler ... bj
    ...
    Eu regressei “em força”:
    - dias no Porto com chuva
    https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/olhares-no-e-do-porto.html
    - uma receita bem saborosa:
    https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/tarte-de-cenoura-e-coco.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Passando para desejar um fim de semana bem AGRADÁVEL!!!

      Se quiser passear por Gondramaz … uma aldeia de xisto:
      https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/gondramaz.html

      Se quer uma omolete saudável … veja a receita:
      https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/omolete-de-claras.html

      Aqui encontra recantos com que todos sonhamos:
      https://asarteiricesdagracinha.blogspot.pt/2018/01/recantos-de-leitura.html

      E para todos os que apreciam “poesia” … o meu “poetar”:
      https://mgpl1957.blogspot.pt/2018/01/desta-janela.html

      Eliminar
  5. Poeta, Ricardo águialivre, bom dia !
    Chego a sentir a tua dor... apertando-me
    o peito...
    Parabéns pelos belos versos !
    Um fraternal abraço, aqui do Brasil.
    Sinval.

    ResponderEliminar
  6. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Bom dia caro Poeta, obrigada pela sua presença na minha página.
    Poeta Ricardo, saiba que para mim é sempre um prazer receber visitas de novas pessoas...com poemas tão ricos em sentimento e ao mesmo tempo sofredores em solidão. Adorei o "Sem ti...Melancólico Castigo".
    Volte sempre... será um prazer tê-lo no meu pequeno espaço.
    Um abraço amigo.
    Luisa Fernandes

    ResponderEliminar
  7. Que poema cheio de delicadeza e sentimento, gostei bastante!! Estou seguindo aqui! Que 2018 seja um ano de realizações, saúde, sucesso e amor!
    Tenha uma abençoada semana!

    ResponderEliminar
  8. A mágoa da ausência. A memória agarrada à pele. As palavras intensas de melancolia e de sentimento. Muito belo!
    Que 2018 seja um Ano Bom. Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Un bello soneto y una imagen preciosa.Te agradezco tu paso y comentario en mi blog.Saludos y FELIA AÑO NUEVO

    ResponderEliminar
  10. Um poema que para além de melancólico é lindo demais. Amei. Parabéns meu poeta preferido.

    Beijo. Um excelente ano de 2018

    ResponderEliminar
  11. Sempre conhecemos histórias de solidão, de alguém que ficou só, ou sente-se só. É triste, muito! Solidão leva à depressão, assusta. Teu poema é belo, lindamente construído, mas não deixa de ser impactante, pois nossa mente trabalha...
    Mas gostei muito, Ricardo. Um lindo ano pra você, com saúde, paz e alegria!
    beijo.

    ResponderEliminar
  12. Olá Ricardo
    Depois dos dias cinzentos o sol volta sempre a brilhar, obrigada pela preciosa amizade, abraços.


    ResponderEliminar
  13. Soneto denso, existencial, visceral; triste e belo. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um bom dia, uma boa semana, um bom ano e uma boa vida.

    ResponderEliminar
  14. A saudade dilacera o coração.
    Maravilhoso soneto.
    Bom Ano!
    Um grande abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  15. belo e inspirado soneto
    gostei de ler

    abraço

    ResponderEliminar
  16. Hello your blog is very nice and for this now I follow you on gfc! (#382) Do you want to return the subscription? I am here thanks http://casaninnamamma.blogspot.it

    ResponderEliminar
  17. Belo soneto!
    Gostei de conhecer o seu blogue.

    ResponderEliminar
  18. Lindíssimo poema. Maravilhado. Nostálgico, melancólico, belo. Parabéns!

    ResponderEliminar
  19. Passei para desejar um excelente fim de semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  20. Olá, a solidão é terrível, é uma dor constante que leva a pensar com direito a solidão bateu à porta, quando estamos rodeados por pessoas, não imagino o que a solidão obriga a pensar, o poema é profundo, faz pensar.
    Boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
  21. excelente talento na difícil arte do soneto
    gostei muito

    abraço

    ResponderEliminar
  22. Um mundo de encantamento reina por aqui!...
    AbraçO

    ResponderEliminar
  23. COMENTÁRIO
    DA
    SOLIDÃO



    SE SOLIDÃO FALASSE
    FALAVA DE TODOS NÓS
    SE ELA SE CALASSE
    PERDIRIAMOS A VOZ

    ENTRADOS EM SOLIDÃO
    AFLORAM PENSAMENTOS
    QUER OU NÃO COINCIDAM
    COM OS NOSSOS TORMENTOS

    SOLIDÃO NÃO É FICAR
    ALHEIOS AO QUE PASSA
    POR VEZES É APLICAR

    ALGO DA MEMÓRIA
    A PENSAR NUMA GRAÇA
    LEMBRANDO A HISTÓRIA

    LEYRENO



    ResponderEliminar
  24. Saudade e solidão... admiravelmente transpostos em palavras...
    Parabéns, pelo seu talento poético, Ricardo! Mais um poema verdadeiramente delicioso de ler!
    Abraço
    Ana

    ResponderEliminar