terça-feira, 10 de outubro de 2017

Restas de saudade escorriam pelo seu rosto triste

.....................................

Sentada no areal, suas lágrimas caiam, em prantos
Olhar distante. Mar de tristeza. Ombros descaídos
Seus cabelos serpenteavam soltando seus encantos
Agonia de amor em imagens e desejos desabridos
.
Seu amor viajava no além em oceanos absolutos
Parecia ter-se esquecido de seus choros sentidos
Deixou uns olhos de lágrimas infelizes, enxutos
Não vendo como eram seus soluços consumidos
.
Nostalgia no silêncio do seu coração apaixonado
Lágrimas libertas molhavam seu sorriso cansado
Pingos de amor em alma de mulher desesperada
.
Restas de saudade escorriam pelo seu rosto triste
Na solidão do momento em que nada mais existe
A não ser prantos doces aguados de água salgada
.

10 comentários:

  1. Amigo Ricardo
    Como a saudade faz doer!
    E como o amigo soube tão poeticamente «vestir a pele» de alguém tão sofrido por esse sentimento!
    Muitos parabéns, pois os seus sonetos continuam a deliciar quem os lê.
    Um abraço
    Beatriz
    http://pegadasdeanjo.blogspot.com
    VIDA E PENSAMENTOS

    ResponderEliminar
  2. Tristes, saudosos e lindos versos! abraços, ótima semana,chica

    ResponderEliminar



  3. E QUANDO QUALQUER ONDA SALPICAR
    AMOR DESSA MULHER QUE ESPERA
    VERÁS QUE SALPICAR NÃO É MULHAR
    PORQUE QUEM ESPERA DESESPERA


    E SE NO SONETO QUE TE LEIO
    PUSERES TODA TUA FIRMESA
    TERÁS POR CERTO TOPADO MEIO
    DE ARREDAR O MAR COM CERTESA


    FRENTE AO MAR JÁ FICARÃO A SÓS
    ENTRE DUNAS E CARAMINHEIRAS
    PARA AMBOS ENCONTRAREM A VOZ

    E SATISFAZEREM SEUS DESEJOS
    ENTRE AS MÚLTIPLAS BRINCADEIRAS
    ONDE NÃO FALTARÃO MUITOS BEIJOS


    ResponderEliminar
  4. RICARDO: ISTO NÃO É CONCORRÊNCIA POIS NÃO TENHO CATEGORIA PARA SI. É HÁBITO QUE FAÇO COM QUASE TODOS OS POETAS PORQUANTO DÁ-ME PARA PRATICAR E CORRIGIR. ABRAÇO. LEYRENO.

    ResponderEliminar
  5. Lindo demais!
    Parabéns Poeta.

    Um Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Inspirado na saudade, esse sentimento atroz que todos nós já sentimos, construíste um poema poderoso e soberbamente construído!
    Adorei!! Como sempre mostras a tua garra poética com todo o esplendor!

    Um abraço e continuação de ótimas inspirações

    ResponderEliminar
  7. Mais um poema de elevado valor poético. AMEI.
    Identifiquei-me...Destaco o último terceto.
    .
    {Restas de saudade escorriam pelo seu rosto triste
    Na solidão do momento em que nada mais existe
    A não ser prantos doces aguados de água salgada}

    Beijo e um dia feliz.

    ResponderEliminar
  8. Ricardo um soneto triste em que fala sobre os restos de uma saudade!
    Mas gostei das suas palavras sempre belas.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Um mar de saudades a invadir o coração.
    Tão triste mas tão belo soneto.
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  10. Um soneto cheio de melancolia e beleza. Gostei imenso de o ler.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar