segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Olhei o infinito encontrando teu doce olhar

.........................................
Olhei o infinito encontrando teu doce olhar
Mostrando o tempo que teu coração trunca
Quando meu ego me sussurra que se calhar
Esse nosso amor é infinito, não acaba nunca
.
Palavras sem acepção separam a felicidade
Quando o termo lido aos meus olhos me diz
Que o amor no silêncio da palavra saudade
Está nesse infinito qual assaz destino infeliz
.
Está no teu coração a palavra escrita e nua
Que sabes ser nosso destino e vontade tua
No infinito que olho e me gela em calafrio

Nostalgia de um amor  que um dia nasceu
Esse quente coração que eu sabia ser meu
Hoje não é mais que quente em lume frio
...........


20 comentários:

  1. BRILHANTE! PARABÉNS.

    Beijo, obrigada pela sua visita.

    ResponderEliminar
  2. Olá Ricardo,suas palavras são tristes e repletas de saudades,mas contém muito amor.
    Muito lindo o soneto.
    Bjs e uma feliz semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. A poesia é linda, mas essa música ao fundo... a Ave-Maria me faz lembrar de coisas tão tristes...

    ResponderEliminar
  4. Olá Ricardo!
    Que poema maravilhoso poema! Mesmo com um final mais triste. Amei!


    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  5. Um poema nostálgico a que a rima dá musicalidade.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Lindo soneto, amor nostálgico, amor infinito!
    Amei ler amigo poeta Ricardo, agradeço o carinho da visita, estava com saudade!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  7. Um poema tão doce embora algo triste que me fez recordar algo do meu passado, obrigando uma lágrima soltar-se dos meus olhos. Maravilhoso seu poema

    Abraço de admiração

    ResponderEliminar
  8. Que belas linhas amei, tenha uma semana abençoada e obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  9. SOBERBO! Um poema tocante cujo final arrasa pela intensidade do verso "Hoje não é mais que quente em lume frio", uma metáfora fortíssima.
    Adorei e a tua genialidade poética não tem fronteiras!
    Um abraço com carinho

    ResponderEliminar
  10. Bom dia, poema bem conseguido que trás recordações, "palavras sem acepção separam a felicidade" é perfeito.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
  11. Tão nostálgico e tão belo.
    Um abraço
    Maria

    ResponderEliminar
  12. Ricardo passando para deixar um abraço
    MAria

    ResponderEliminar
  13. Ricardo hoje venho especialmente para desejar um Natal muito Feliz e um Bom Ano Novo. Que 2017 seja um ano pleno de sonhos realizados, alegrias constantes, amizade e amor sempre presentes, excelente saúde, e incontáveis momentos felizes.
    Um abraço
    Maria

    ResponderEliminar
  14. Venho desejar um Natal Feliz e um ano de 2017 repleto de paz e coisas boas.

    Beijinhos - http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Que o este Natal seja de: Paz...Amor...harmonia, no aconchego familiar, sem entrarmos em exageros...Principalmente, que tenhamos saúde. Extensivo aos teus familiares e amigos.
    Que todo 0 Mundo tenha direito ao Natal... BOAS FESTAS.

    ResponderEliminar
  16. Bom dia

    Não querendo esquecer o tema em questão,que vi e li, Passo para vos desejar um NATAL muito FELIZ extensivo a quem tiverem em vosso coração. Saúde, Amor, muitos doces, fraternidade.

    BOAS FESTAS

    ResponderEliminar