domingo, 12 de outubro de 2014

Ao nosso amor rendido...

...*...
.
Perdemos a noção do tempo
Quando nos abraçamos
Num abraço forte
Sem tempo nem hora
No carinho com que nos olhamos
Sem vontade de ir embora
No desalinho ao nosso norte
Deste amor de agora
Que nos leva aos desvarios
Como ondas onde navegam navios
Nossas vozes são ternas
Em promessas eternas
De amor e devoção
Beijo teu olhar derretido
Tremem as tuas pernas
Quando desaperto o teu vestido
E esse levemente, cai ao chão
Ao nosso amor rendido
Ouço suspirar o teu coração
Sem noção do tempo
Por nós dois vivido
...

15 comentários:

  1. SOBERBO!

    Um poema tão bonito e tão real que, por momentos me senti envolvida em todas as suas palavras...Fez-me lembrar um dos encontros com o meu amor em que lhe dei um beijo ( fugidio) mas com vontade de o apertar. Mas ainda tenho a esperança que ele me desaperte o vestido.. ehehehe.... Desculpe estava a sonhar dentro do seu poema. QUE ESTÁ LINDO DE MORRER QUAL A MULHER QUE NÃO SE RENDE??

    Permita-me que lhe deixe um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Como sempre fiquei emocionada com mais um poema que é quase real na vida de qualquer pessoa que um dia se encontrou com seu amor e se entregou aos mimos da felicidade. Obrigado Ricardo por nos trazeres verdades em sentimentos que todos nesta vida já vivemos.
    Beijo de saudade.

    ResponderEliminar
  3. Emocionei-me ao ler, já me faltam as palavras para elogiar tão soberbos e maravilhosos poemas de amor
    Feliz Domingo

    ResponderEliminar
  4. Impossível resistir a tão bela poesia.... Este poema leva-nos a sonhar com o impossível que está escrito em cada frase. Mais um poema ao mais alto nível.
    Estás como o vinho do porto...Na poesia! loooool :-)

    Parabéns Poeta

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Manuela Pimenta ( Marisol)12 de outubro de 2014 às 16:26

    Queria comentar mas perante a beleza e mensagem faltam-me as palavras adequadas mas sempre digo que é LINDO; LINDO; LINDO
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Tanta ternura patente em cada verso que nos toca profundamente...quem ainda não se deixou envolver por um momento tão mágico como este? Quem não se deixou cativar por esses desvarios? Momentos únicos repletos de paixão e amor enaltecidos maravilhosamente por um mestre da poesia...adorei Ricardo...deixas qualquer simples mortal rendido a tanta magia...um abraço e domingo inspirador...

    ResponderEliminar
  7. Fico apaixonada pelos seus poemas, são verdadeiras historias reais. Fiquei emocionada

    Juliana Oliveira

    ResponderEliminar
  8. Lindooooooo de viver... apaixonante! Doces bjusss poeta

    ResponderEliminar
  9. Amigo Ricardo
    Um soberbo poema ao Amor!
    Muitos parabéns
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  10. Mas que hino ao Amor... Qual é a mulher resiste a tão lindas palavras... quem de nós não sonha com uma aventura destas? Parabéns, este poema merece destaque. Lindo de morrer.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Olá,m Ricardo

    Amanhã, é um novo tempo.
    Passei para lhe desejar Paz, Saúde e Alegria.
    Todo tempo, é de reflexão. E este, nos convida sempre, à reflexão. Sobre o dom da Vida, por exemplo.
    Feliz tudo.

    ResponderEliminar
  12. Hermoso el poema, Ricardo, como soñando lo imposible.
    besos

    ResponderEliminar
  13. Que lindo!! De uma sensibilidade enorme!

    Gostei bastante daqui!! Obrigada pela visita lá no Bem-me-quer ;))
    Beijoo'o
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Oi Ricardo,
    Belíssima poesia!
    Existem muita gente boa na blogosfera, daqui à pouco ninguém irá se lembrar de mim, eu tenho outro caminho prazeroso para preencher o vazio do blog. Continuarei escrevendo e imprimindo, para não perder o pique.
    Muito sucesso para você
    Agora é para sempre.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  15. lindo quem nao quer viver?sonhando e deixando borboletas no ar.....um beijo meu amigo,e nunca se esqueça de nós,estamos sempre a espera de poemas como estes

    ResponderEliminar