quarta-feira, 2 de julho de 2014

Sem ti as ruas são tristes e escuras

***/***
.
Sem ti as ruas são tristes e escuras
Onde as estrelas se negam a entrar
Flores secas, calam doces ternuras
Onde eu caminho para te encontrar

Meu olhar perde-se na seca tortura
Em velho e sombrio conhecimento
Sentido amor, pétala em curvatura
De beijos trocados no pensamento

Meu sorriso em lágrimas que chora
Na nostalgia, desejos em memória
Aguam minha alma, riso e segredos

Circulo sem saber como te encontrar
Vendo teu amor mais além desaguar
Num rio que se esvai em meus dedos
.

16 comentários:

  1. A vida é assim, o amor desagua mas num rio onde tem barco e marinheiro. Nada acontece por acaso.
    Bonito soneto.

    ResponderEliminar
  2. Como sempre maravilhoso!!!!! Amei <3

    GABY

    ResponderEliminar
  3. Oi Ricardo,um soneto triste,mas lindo em cada verso.
    bjs amigo
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  4. Olá
    Parabéns pelo poema, triste, mas muito belo e profundo nas palavras!!
    Gostei.

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. São os encontros e os desencontros que acontecem apesar de vínculos...
    Belo e melancólico poema!

    ResponderEliminar
  6. Maravilhoso poema cheio de mensagem poética de uma paixão que pode ter acabado na sua essência mas perdura no coração e no pensamento.
    A minha admiração.

    ResponderEliminar
  7. Já estava com saudades de ler um poema novo aqui neste blogue que me "obriga" pelas suas qualidades a visitar todos os dias. Já andava triste por não ter nada de novo para ler.
    Adorei o poema que é um sonho poético.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Um poema fascinante em que cada verso é um hino ao bem poetar
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. ola meu amigo ha muito nao te encontrava,tenho estado menos por aqui ....poema lindo um pouco triste mas sentido,obrigada por existires......♥♥♥

    ResponderEliminar
  10. Maravilhosos versos, identifiquei-me em cada rima!
    Bjs =*

    ResponderEliminar
  11. Maravilhoso poema triste, que me fez chorar verdadeiramente!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. OI RICARDO!
    COM BELAS PALAVRAS, FORMAS VERSOS TRISTES, QUE NOS TOCAM PROFUNDAMENTE.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Passei por aqui e acabei de ver esta tua última publicação.
    - Trabalho excelente.
    Um abraço especial desde este meu Algarve.

    ResponderEliminar
  14. A melancolia da saudade num poema tão belo e tocante.
    Bom domingo
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  15. Amigo Ricardo
    Como a saudade o inspirou a escrever um tão belo poema!
    Parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar