sexta-feira, 13 de junho de 2014

Talvez, pelo caminho errado...

.../...
Amei mulheres bonitas
Românticas, tímidas, atrevidas
Carinhosas, sorridentes
Amei mulheres erradas
Caprichosas, ciumentas
Diferentes, desnaturadas
Amei talvez demais
Poderia não ter amado
Enveredar por um outro lado
Sei que aprendi com o amor
Que para amar e ser amado
É preciso conhecer, 
Perdoar, entender
Que amar é confiança
Caminhar no mesmo sentido
Sorrir, abraçar, beijar
Compreensão, entrega
Viver a tristeza, a bonança
No momento devido
Saber escolher o mais adequado
Agora sei que contigo
O caminho é encruzilhado
Longo, demasiado
Que te amando, caminhei
Talvez, pelo caminho errado.
.

14 comentários:

  1. Poema lindo em que se cruzam caminhos num amor que nasceu dentro de um coração que sabe amar como mostram os poemas insertos neste blogue maravilhoso.
    Amei
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Às vezes,nosso caminhar é por estradas tortuosas até chegarmos
    ao local certo e encontrarmos o grande amor.
    Linda poesia amigo Ricardo.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. " aber escolher o mais adequado
    Agora sei que contigo
    O caminho é encruzilhado
    Longo, demasiado
    Que te amando, caminhei
    Talvez, pelo caminho errado."
    *
    Se calhar todos de nós pensamos um pouco assim
    Lindo poema, maravilhoso mesmo
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Ficará a dúvida desse talvez...Linda poesia! abraços,chica

    ResponderEliminar
  5. Oi Ricardo,
    Nunca precisei apanhar para viver, aprendi com os desamores dos outros e, quando chegou a minha hora escolhi aquele que iria caminhar comigo até a morte, pena que morreu tão jovem.
    Depois de muitos anos refiz minha vida, também escolhido a dedo, pois só sofre quem se joga com qualquer um(a), pois o medo de ficar só(o) nunca influiu para mim.
    Eu sou eternamente feliz, graças a Deus e as minhas escolhas certas.
    Precisamos nos amar primeiro para depois amar o outro.
    E assim vamos criando nossos filhos nos caminhos que os levarão a felicidade plena, foi foi vivido dentro de exemplos em casa.
    Sua poesia é uma lição de vida para os jovens...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  6. Oi Ricardo,
    Desculpa os erros.
    Sua poesia e música me emocionou muito
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  7. nunca sabemos das encruzilhdas da vida.... lindo poema meu amigo ,um beijo

    ResponderEliminar
  8. Emocionei-me ao ler tão profundo poema que não é mais que um grito do coração de um homem bom, de um coração grandioso, que se entrega em toda a plenitude da sua vida. Merece ser amado em todas as facetas do vida a fim de que o caminho deixe de ser encruzilhado e caminhe no rumo certo.
    Beijos de saudade.

    ResponderEliminar
  9. Emocionante poema que relata histórias de vida possivelmente comuns a todos os seres humanos Adorei, adorei, adorei.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Um grito de alma tão duro, que não consegui evitar as lágrimas!

    A vida é feita de encruzilhadas e linas retas, de sol e chuva, dificuldades e facilidades...

    Espero que no teu amanhã encontres o sol, a fim de iluminar o teu caminho, e que volte alegria ao teu coração. Ao fim de uma encruzilhada haverá sempre uma estrada reta.

    Gostei muito do poema, mas de tão emocionante,correram-me as lágrimas.

    Beijo
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  11. Amigo Ricardo, teu poema fez eu lembrar de outro poema; de um poema de Drummond de Andrade. Ele começa assim:
    Que pode uma criatura senão,
    entre criaturas, amar?
    amar e esquecer, amar e malamar,
    amar, desamar, amar?
    Um abraço daqui do país da Copa. Tenhas um ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Do mais triste que já aqui li !

    Não conheço este Ricardo... Upa, Amigo!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Bonito
    Profundo
    Triste
    E quem não amou errado não é mesmo
    Mas nunca é tarde para seguir o caminho certo
    Eu adorei Ricardo sabe que sou sua fã bjussssss

    Bom final de semana
    Bjuss
    Rita

    ResponderEliminar
  14. Amigo Ricardo
    A constatação de um erro,revelada de forma bem poética!
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar