quinta-feira, 19 de junho de 2014

Sol de amor ...

...*...
.
És meu encanto, sol de primavera
Em dias de beleza e vento ameno
A mais luminosa e doce quimera
Deste meu amor que não é pequeno

Por vezes brilha o sol em flórea cor
Noutras desaparece em cruel frieza
Mas tudo se reflecte em puro amor
Nascido das mutações da natureza

No teu doce olhar o verão é eterno
Nunca mostrará as cores do Inverno
Nem a tua beleza perderá o clarão

Espigas de trigo dançando ao vento
São teus cabelos em meu pensamento
Sol de amor dentro do meu coração
.

12 comentários:

  1. Poema cheio de carinho com versos de elevada qualidade, de que gostei muito.
    Muitos parabéns pela veia poética que é excepcional

    ResponderEliminar
  2. Maravilhoso este teu sol de amor. Amei!

    És maravilhoso em tudo o que fazes.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. um soneto muito terno e cheio de amor.
    beijinho

    :)

    ResponderEliminar
  4. Um poema maravilhoso que encanta qualquer pessoa que goste de poesia

    ResponderEliminar
  5. Um poema que reluz diante desse sol maravilhoso
    de amar.
    bjs amigo Ricardo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Poema Lindo
    Que este sol de amor encante o coração de quem te lê. Gostei muito

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde,
    Poema maravilhoso e iluminado pelo seu coração, leitura que encanta.
    Fique bem
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Precioso!!!!! y te invito a que te quedes tambien en mi blog :) http://migraninversionamway.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Sol de amor... queima dentro de um coraçao apaixonado...

    ResponderEliminar
  10. E que continue esse sol dentro do seu coração
    assim sempre terá mais brilho para escrever tão bonito
    Bjuss de bom final de semana
    Bjusss
    Rita!!!

    ResponderEliminar
  11. Amigo Ricardo
    Um soneto,que é um hino de amor à sua amada! Parabéns
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar