quarta-feira, 7 de maio de 2014

Meu coração, por amar-te, vagueia...

........ /// ........

Meu coração, por amar-te, vagueia
Por entre meu olhar tão sonhador
Erra em desertos de solitária areia
Buscando em cada grão, teu amor

Minha alma anda, algures, perdida
Nascente de esperança, meu sonhar
Sendo tu toda a razão da minha vida
Sofro de amor por não te encontrar

Teu corpo, livro de letras em ternura
Onde desliza a minha ávida procura
De encontrar o meu correcto caminho

Onde encontre um princípio e um fim
Acabando os secos desertos em mim
Por ter encontrado teu amor e carinho 
...

21 comentários:

  1. Bom dia, o Ricardo é um sonhador e um poeta maravilhoso
    Mais um poema cheio de carinho e desejo de encontrar o amor que estou certa vai encontrar nesses seus desertos.
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Lindo e tu sempre com belíssimas inspirações! Ótimo dia,abraços,chica

    ResponderEliminar
  3. Inspiração maravilhosa de um poeta encantador
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Muito bom.
    Por entre as areias do tempo, buscamos o contentamento, longe do lamento.

    Meus parabéns

    Se quizer, fica o convite para meu blog:
    http://rimasep.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  5. O amor traduzido em um poema tao simples e ao mesmo tempo tao belo...

    ResponderEliminar
  6. Bom dia poeta, belo soneto de amor puro. Bj

    ResponderEliminar
  7. Um soneto de amor lindo,onde não pode deixar essa alma tão perdida,
    vagando por um olhar sonhador.
    Gostei muito amigo Ricardo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Ricardo!

    Um soneto, soberbo! Só os os teus poemas para me fazer sonhar. Lindo...lindo...AMEI

    São um encanto os teus poemas. Parabéns

    Tem um dia feliz.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Simplicidade nas palavras beleza no conteúdo. Soneto maravilhoso que faz sonhar o coração de quem ama
    Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Lindo!!!
    O sonho de todo ser humano é ser feliz no amor.

    ResponderEliminar
  11. Ser poeta é ser alguém
    que vive em seu cantinho
    Precisa do amor de quem
    o acompanha em seu caminho

    ResponderEliminar
  12. Soberbo meu poeta preferido!!!!

    Gaby

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde,
    Este seu belo poema tem o dom de fazer sonhar no deserto ou num outo lugar.
    Abraço
    ag

    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Oi Ricardo querido


    Lindo poema.
    O amor sempre presente em teu blog...
    Adorei...


    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  15. OI RICARDO!
    NO DESERTO DE CADA UM, A PROCURA PELO AMOR...
    LINDO POEMA.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Belo soneto, Ricardo...Parece que hoje andou tudo a vaguear...:-)
    xx

    ResponderEliminar
  17. A procura errante de um sonho de amor... o encontro ...para uma realidade num caminho a dois!

    Sem amor não somos nada!

    Belo Poema!

    ResponderEliminar
  18. Cidália, querida!
    Sabe, vc escreve encantadoramente!
    Amaria poder estar presente no lançamento do seu livro - mas, puxa, como moro longe!

    Obrigada pelo carinho de sempre lá no Femme Digital!
    Bjs e sucesso!!!
    Meu Doce Lar
    Fanpage
    Twitter
    G+

    ResponderEliminar
  19. Um coração que vagueia
    E nos devolve poemas de muito amor e ternura.
    abraço

    ResponderEliminar
  20. Amigo Ricardo
    Um soneto muito romântico!
    Uma verdadeira declaração de amor! parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar