quarta-feira, 14 de maio de 2014

Frutos de um amor proibido.

... /// ...

Bebi a seiva do teu sorriso
Dormi no encanto do teu olhar
Senti que por te amar
Acordei no Paraíso
Com o sabor do teu beijar

Caminhei pelos jardins da ternura
Vendo como as flores me olhavam
Sempre na tua procura
Encontrei a tua formosura
Nos passos que me guiavam

Num abraço que demos então
Na doçura do beijo recebido
Floresceram raízes em meu coração
Numa árvore em gestação
De frutos de um amor proibido
...

23 comentários:

  1. Lourdes Piedade Patacas14 de maio de 2014 às 10:14

    Há alguém que não goste de ler palavras tão bonitas?
    "Com o sabor do teu beijar
    Acordei no Paraiso
    Senti que por te amar
    Dormi no encanto do teu olhar
    Bebi a seiva do teu sorriso " ......

    PARABÉNS poeta por mais um poema maravilhoso , adorei

    ResponderEliminar
  2. palavras lindas amorosa, sentidas, sonhadoras, ainda bem que existes, para que alguem nos faça sonhar,pensar como a vida seria feliz......parabéns amigo ....continua fazendo sonhar,e já gora sonhe muito também .
    um abraço

    ResponderEliminar
  3. Oi Ricardo,como é lindo caminhar pelas
    ruas da ternura.
    Aí só encontraremos muito amor,mesmo que floresçam
    raízes de uma árvore gestante de um amor proibido.
    Lindo e romântico.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Muito belo o teu poema.
    Deve ser uma grande sensação a de acordar num paraíso. Há olhares que podem transmitir o céu ou o inferno, neste caso parecem conduzir ao paraíso, e os amores proibidos encerram sempre um aspecto de impossibilidade trágica que tem fascinado tantos romancistas e poetas ao longo da História.
    Muito bem gizado.
    xx

    ResponderEliminar
  5. É o lirismo a flor da pele, na pureza de uma paixão ardorosa e proibida.

    ResponderEliminar
  6. O Amor é lindo! Poema apaixonante...Mesmo sendo um Amor proibido, é lindo, e bom!

    Parabéns, mais um de TOP.
    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Manuela Sotto Mayor14 de maio de 2014 às 13:28

    Reconheço a minha profunda paixão por este blogue e pelos poemas que aqui são publicados.
    Arrasadores de amor e ternura
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Cada verso, cada rima, uma ode ao amor. Um dos poemas mais bonitos que aqui li e já foram tantos e tantos tão maravilhosos
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. bom diaaa Ricardo

    Caminha pelos jardins da ternura é algo doce e mágico =)

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Ricardo!

    Mais um poema que faz os corações mais sensíveis, sonhar!! Divino.


    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Qual o coração de mulher que não fica extasiada ao ler um poema destes?
    LINDO, LINDO, LINDO

    ResponderEliminar
  12. No cruzamento de vidas...o amor faz as suas partidas!
    Poema subtil e de brisa leve!

    Maravilhoso!

    ResponderEliminar
  13. Palavras para quê? Admiro muito o poeta Ricardo e daí dizer que fala de amor como mais nenhum o consegue.
    Admiro a sua sensibilidade humana que nos oferece em palavras de ternura e amor
    O meu aplauso
    Abreaço

    ResponderEliminar
  14. Na doçura do beijo recebido
    Floresceram raízes em meu coração
    Numa árvore em gestação
    De frutos de um amor proibido
    .
    Nem todos os lindos amores acabam na união conjunta da vida, mas podem ser unidos no coração de presença, no espírito e no encontro de um amor de paixão, vivendo no silêncio dos seus sentimentos, os quais se revelam quando a oportunidade surge e se deseja que surja
    Delicioso de ler este teu poema, Ricardo
    Beijo de amizade

    ResponderEliminar
  15. Só sei que os frutos poéticos (poemas) são intensos e bonitos.
    abraço

    ResponderEliminar
  16. Oi Ricardo,
    É impossível não se emocionar com seus poemas, eles nos encantam.
    Ah! se a realidade fosse essa linda magia.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  17. Será que , alguma vez, o amor é proibido ?

    Boa sorte para logo, Ricardo.

    ResponderEliminar
  18. Sempre intenso nos poemas que escreve.
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Forte paixão em forma de uma linda poesia. Parabéns

    ResponderEliminar
  20. Oi Ricardo querido


    E tenho certeza que esse amor proibido te fez muito feliz...
    Lindo demais teu poema.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  21. Belíssimo poema...
    Onde o amor é escrito com ternura...
    Parabéns!...

    ResponderEliminar
  22. Amores proibidos... dificeis e intensos... belo poema...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  23. Amigo Ricardo
    A Natureza associada aos estados da alma,dá belas composições românticas como a que acabo de ler.
    Parabéns.Gostei imenso.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar