terça-feira, 16 de julho de 2013

Abandono...


Partiste meu amor, deixando-me só
Pensando na desagradável verdade
Cairam-me lágrimas, ficaram em pó
Presas no sentimento da saudade

Vivi por ti, donzela do meu encanto
Afastei outros amores por devoção
Tua partida foi o  meu desencanto
Dor infinita que fere meu coração

Partiste dando à tua vida outra alvura
Não fazendo eu parte da tua aventura
Que encontres na viagem, novo amor

Que outro afecto venha em tua direcção
Que dê à tua vida outra feliz dimensão
Já que a minha é nostalgia, agreste dor
*

15 comentários:

  1. Fantástico poema, cheio de sentimento

    *Reflecte a dor de um "partida"!
    ...Pode ser que essa partida NÃO tenha sido para todo o sempre!!!

    ADOREI...
    Abraço
    Bom dia

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, Ricardo. Amar também é libertar...

    ResponderEliminar
  3. Bom dia

    Poema maravilhoso.
    Gostei

    Abraço!

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Olá Ricardo!

    Quando um amor despede-se, fica em nós a tristeza e a saudade. Mas às vezes, esse adeus não é para sempre e com o tempo volta.
    Bonito poema.

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    http://jakeemary.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Oi Ricardo
    Que poesia linda e triste!
    No meu coração não tem lugar para tristeza, se não quiser mais, outro ocupará meu coração.
    Mas como poesia é linda.Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  6. OI...
    Imaginar uma partida assim, de um amor tão intenso e ainda desejar que seja feliz com outro amor... Como?
    Não!
    Na próxima lute pelo amor retornando aos braços da qual nunca deveria ter saído.
    bjks
    Ritinha

    ResponderEliminar
  7. Ai como dói este sentimento de abandono, sentir uma dor tão profunda e ser ainda capaz de desejar felicidade ao outro. Não é para todos...
    Gostei muito!

    ResponderEliminar
  8. Só um coração maravilhoso como o teu, depois de abandonado pode desejar sorte a quem o abandonou
    Lindo mostrando quanto é grande a tua alma, qual ser humano, poeta e homem de verdade
    Beijo de saudade

    ResponderEliminar
  9. Cada poema um fascínio e uma bênção para quem lê
    Parabéns pelo dom poético
    Abr

    ResponderEliminar
  10. A minha companheira partiu e que Deus a acompanhe mas desejar-lhe sorte quando se calhar abalou com outro tipo? Nem pensar que vá para longe e não volte mais
    Só um coração muito bondoso pode desejar isso. Que volte? Vai-te embora Satanás
    Claro que gostei do poema mas não perdoo
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Quando existe abandono e depois o perdão só mostra a grandeza de um coração. Até rima
    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Olá amigo Ricardo!
    Belo poema, e um belo gesto de amor!
    Quando desejas a amada que partiu coisas boas, ainda que o coração esteja doendo pelo abandono.

    Muito belo mesmo...

    Beijos!

    Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  13. Olá Ricardo, obrigada por sua visita e comentário!
    Gostei desse soneto apaixonado e triste, parabéns pelos seus textos tb!
    Um abraço
    Gena

    ResponderEliminar
  14. A partida é sempre triste... muito bonito. Um abraço Ricardo.

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde, Ricardo
    obrigada, pela sua visita e comentário
    Parabéns pelos seus poemas
    Abraços
    Araan

    ResponderEliminar