quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Um olhar ... solitário

Se eu pudesse falar-te e dizer
Olha-me, e sorri sem ironia
Era o mesmo que me apetecer
Amar-te em pura fantasia

Ver os teus olhos sorrindo
E os teus lábios molhados
É na alma estar sentindo
O sabor dos beijos trocados

Num olhar deserto e de paixão
Apoio os meus sentidos nos teus
Entrego-te o meu pobre coração
E afasto-me solitário no adeus
*

2 comentários:

  1. O amor é algo grandioso
    Reflectido no mais puro olhar
    Esse é o sentimento mais puro
    Que o ser humano pode herdar.


    Maravilhosa escrita +.+ Não há palavras

    ResponderEliminar
  2. Olá Micaela

    Que prazer em "ver-te" aqui

    Um beijinho

    ResponderEliminar