sexta-feira, 12 de março de 2010

Onda


Fosse eu onda em mar agitado
E te visse para mim olhando
A areia iria beijar, apaixonado
E sentir teus lábios fechando

De calma e salutar onda escura
Tua imagem séria em fina areia
Seriam vagas de sensata loucura
Que beijavam teus pés de sereia

Imerso teu corpo de ávido amor
De pensamento corrente de dor
Ondulante em corpo extasiado

Em praia de impaciente ternura
Iria beijar teus olhos de doçura
Fosse eu onda em mar agitado

4 comentários:

  1. Gostei de tudo, mas mais, mais, foi dos pés de sereia. A sério!
    *

    ResponderEliminar
  2. Lenor

    És linda.... no meu imaginário

    Porquê? Porque o deves ser mesmo, na tua estrutura como MULHER

    ResponderEliminar
  3. Linda onda!!

    Beijusss bom domingo migoo!

    ResponderEliminar
  4. Lindo Poema ...
    Sereia /Mulher um génio do mar e terra ... expressado num canto mavioso que naufraga nas ondas do mais subliminar a entrega e o Amor como fim ...

    Parabéns ... muito sentido o que foi escrito ...

    ResponderEliminar