segunda-feira, 13 de julho de 2009

O tempo ... passou

.
Quando penso em outros tempos
Quando tinha outras primaveras
Sorrio de ter sentido outros ventos
Passando por mim sobre esferas

Foram rápidos, dilacerantes
Lapidaram o meu pensamento
Como facas afiadas, cortantes
Não respeitando o meu momento

Da minha boca amarga e magoada
Saíram ecos em voz molhada
Como quem grita por outrossim

E da que se pensava vida calma
Saíram de dentro da minha alma
Lágrimas só sentidas por mim
.

7 comentários:

  1. O tempo ... e seus reflexos em nós...

    Uma ausência me mata,
    Uma ausência me detém,
    Sobre o tempo,
    O tempo Vem.

    Vem o tempo mudo,
    Vem o tempo no vento,
    Tempo sobre tempo,
    Mas as Recordações
    Essas ficarão no nosso pensamento!

    ResponderEliminar
  2. Sempre perfeito amigo,

    ..sobre o tempo que voa sobre nós...saudades ..

    *Beijusss!*

    ResponderEliminar
  3. Muito lindo e cheio de sentimento este soneto.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  4. A tua poesia é linda demais os sonetos estonteantes... Parabéns, teus versos tocam a alma...
    Beijos Luz! Ro

    ResponderEliminar
  5. Queridas amigas

    O meu obrigado pelos elogios que decerto não mereço. Mas gosto.

    Sejam felizes
    .

    ResponderEliminar