sexta-feira, 26 de junho de 2009

Desejos ... no vento

Escrevo palavras no vento
Por água do céu, molhadas
A ti levam o meu lamento
De memórias já passadas

Carícias de água em fino rosto
Desejos extintos na dura mágoa
Amor recordado no desgosto
De um dia teres sido fresca água

Coração que ama, não esquece
Momentos de felicidade e amor
Sol de luz que nos afaga e aquece

Flor de vento em odes olvidadas
Lembranças em pétalas de flor
No vento, promessas acabadas
.

6 comentários:

  1. QUERIDO AMIGO, BELO SONETO... ADOREI!!!
    VOTOS DE UM BELÍSSIMO FIM DE SEMANA...
    ABRAÇOS DE CARINHO,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  2. Ah, mas desejos no vento nos deixam em constante estado de poesis!

    Lindo!

    Bjos!

    ResponderEliminar
  3. ..palavras..coração que ama jamais esquece..no vento as lagrimas incontidas secam,mas as lembranças ficam...o sol aquece ,afaga..a ti chamo em sussurro....volta..

    @Amigo linda poesia de devaneio,amei ,sempre!
    Te mando com carinho um friozinho gostoso daki,tenhas uma boa semana!
    Beijussss!

    ResponderEliminar
  4. Lindo soneto, a forma de escrever poesia que mais gosto!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  5. Lindooooooooo! Coração que ama é belo e bom como o teu soneto.


    Beijos e lindo fim de semana!

    ResponderEliminar
  6. Lindo demais teu soneto!
    parabéns!! Beijos Luz! RO

    ResponderEliminar