quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Dança a música de nós dois

...
Não chores, meu amor, não chores
Nem dentro da tristeza te demores
Pois nem todo o amor é perfeito
Limpa as lágrimas meu amor, limpa
Para que o teu coração não sinta
Como é triste afastá-lo do teu peito
.
Não cantes, meu amor, não cantes
Quando o teu sonho por instantes
É destruído por um sorriso duvidoso
Deixa em teus braços eu ser gente
Ouviu o teu cantar, comovente
Deixa viver esse sonho maravilhoso
.
Não te rias, meu amor, não te rias
Quando a intempérie dos sofridos dias
Te fere a alma e o coração
Cumpre com todos os teus desejos
Deixa  que o calor dos meus beijos
Te façam delirar e dançar de emoção
.
Abraça-me meu amor, me abraça
Deixa fluir teu amor que em graça
Deixa as vis amarguras para depois
Vem dançar, a música da esperança
Afasta a tristeza que em ti, dança
Vem dançar a música que é de nós dois
.

19 comentários:

  1. Linda poesia e dança...Obrigadão pelo carinho lá! abraços, chica

    ResponderEliminar
  2. Maravilhoso versejar amigo Ricardo.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  3. Uma linda dança, nas danças da vida.

    Bom dia RV

    ResponderEliminar
  4. Uma dança de palavras que deu um belo poema. Gostei muito.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. No hay nada como el calor de un beso y abrazo, privilegiados los que puedan disfrutar de ello. Un vals de palabras.
    Un placer venir a leerte.
    Un abrazo Ricardo.

    ResponderEliminar
  6. Cada dia uma surpresa! Estou encantada com a beleza deste poema! Aliás...Não cantas nem danças, mas encantas quem tem o gosto em te ler, como eu! AMEI!

    Beijos-Boa tarde!

    ResponderEliminar
  7. Uma declaração que une: A bela poesia, o amor verdadeiro e a arte infinita da dança!
    Belo!

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Poeta Ricardo. Parabéns pelo poema. Lindo, lindo, lindo :))

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira

    ResponderEliminar
  9. Existem muito bons Poetas em Portugal!
    Lindo demais o seu poema :)

    Bjocas😘

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, Ricardo
    Lindo poema, um forte abraço.

    ResponderEliminar
  11. Que lo que haya que hacer se haga en perfecta unión, bonita poesía. Abrazos

    ResponderEliminar
  12. Que a dança seja o momento exato, que a alegria ocupa todo o espaço e faz o amor uma linda musica.
    Aplausos amigo.
    Semana linda e alegre para você.

    ResponderEliminar
  13. Conhece Dance Me to the End of Love de Leonard Cohen?
    Lembrei-me dessa balada ao ler o poema.

    ResponderEliminar
  14. Bom dia de paz interior, Ricardo!
    A dança da esperança e a mais linda de se dançar.
    Muito bonito todo poema.
    Tenha dias felizes!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  15. Olá, Ricardo

    Um belo poema! Gostei imenso das várias etapas
    que prevêem todas as situações, nas quais algum
    desânimo possa instalar-se no ser amado.
    E não há melhor remédio do que dançarem a música
    eleita dos seus corações.

    Abraço

    Olinda

    ResponderEliminar
  16. Dança... Poesia... Tristeza e alegria... Abraço em harmonia perfeita!!! 👏👏👏👏👏

    ResponderEliminar
  17. Mais um poema sensacional! Maravilhoso este bailado poético, em jeito de declaração de amor!... Adorando descobrir belíssimas inspirações por aqui!...
    Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar