quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Amar é um sentimento que nasce em flor

...

Amar é um sentimento que nasce em flor
Que se rega com vocábulos de fidelidade
Que é sorriso, tristeza, sentimento e dor
Quando a palavra se disfarça de verdade
.
Amor nasce, não se inventa, não se implora
Não se brinca com a estirpe do pensamento
Lágrima é tristeza de um coração que chora
Quando a mentira é vil corte do sentimento
.
Coração que ama, desabafa na cor do sorriso
Entrega-se em delírio no limar do improviso
Deambula pelas frias arestas da lúcida ilusão
.
Salta sem rede por declives de dor e tristeza
Acredita que em seu redor só existe a beleza
Caindo muitas vezes em fundos de desilusão
.

5 comentários:

  1. Assim escreve um fantástico poeta. Admirável a forma com que entrela os versos num poema maravilhoso
    .
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Olá, Ricardo!

    Mais um soberbo poema. AMEI. Tenho sempre saudades dos teus poemas, acredita!

    Beijos e um dia feliz

    ResponderEliminar
  3. Palavras de um verdadeiro Poeta! Lindo demais.

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Simplesmente.............SOBERBO!

    Sabes que sempre admirei o teu dom de transformares palavras e emoções em algo poderoso!

    Muitos beijinhos e ótimas inspirações

    ResponderEliminar
  5. Gostei demais de sua forma de escrever,de lidar com os pensamentos e inspiração. Parabéns,sinto-me honrada em conhecer
    e ter oportunidade de ler seus escritos. um grande e fraterno abraço.
    veraportella

    ResponderEliminar