terça-feira, 29 de março de 2016

Esvoaçam pensamentos sobre as folhas enrugadas

.........................................................
Esvoaçam pensamentos sobre as folhas enrugadas
Lembram tempos antigos de uma vida que passou
Desatinos afligidos por conversas de tantos nadas
Coração endurecido por alguém que tanto se amou

Esvoaçam ideais por entre jardins nus, despidos
De um Outono que deixou estirpes endurecidas
Crescem folhas de Primavera eu caules omitidos
Na recordação do amor em promessas vencidas

Esvoaçam imaginários pelas serranias da saudade
Dor de coração d'uma relação seca por ansiedade
Viagem pelo além das noções fuscas da imensidão

Esvoaçam raízes de ternura pelos trigais e estrelas
Numa dança ritmada de papoilas dantes vermelhas
Hoje, secas e rugadas como rugado está meu coração
.


16 comentários:

  1. Belíssimo Poema
    Amei...Parabéns, já sentia saudades.

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. Olá, Ricardo.
    Esvoaçam os pensamentos, os ideais e até as ternuras, mas ainda resta a vida.
    Bonito poema.
    abç amg

    ResponderEliminar
  3. Boa noite, Ricardo
    Como sempre, quando apareces, surpreendes-nos sempre! Soberbo este teu poema, que está orlado de saudade! Muito bom!


    Beijinhos de boa noite.

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema, poeta
    Uma linda noite!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  5. Que poema lindo com versos cheios de sentimento e sensibilidade.
    Viajei nas palavras...
    Abçs

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, crescem folhas de Primavera com elas novos pensamento e belos poemas, é o caso.
    AG

    ResponderEliminar
  7. Da Primavera ao Outono, tanto na Natureza como na vida, as folhas secam, a pele seca, as flores são mais raras, o viço vai-se, e a temperatura dos dias e das relações podem esfriar.
    Mas a tua poesia não perde o viço. Belíssimo poema.
    xx

    ResponderEliminar
  8. Um poema digno de aplausos.
    Gostei muito Ricardo.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Chego lá da Cidália e vim dar os parabéns! Felicidades sempre! abraços,chica

    ResponderEliminar
  10. Muitos Parabéns Poeta!
    Tenha um dia muito feliz. Bjos com carinho.

    ResponderEliminar
  11. Um soneto com a melancolia dos desacertos do amor...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  12. Olá amigo, um soneto soberbo, que amei demais. Um abraço com carinho

    ResponderEliminar
  13. Como sempre, é um assombro ler a tua poesia! Amei

    Temos um poema do amigo Gil

    Visite aqui»» http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Sentimos a nossa alma esvoaçar por estas maravilhosas palavras e emoções! Lindo demais Ricardo! Adorei e admiro o teu dom sentimental e poétio. Um abraço gigante!

    ResponderEliminar