domingo, 7 de fevereiro de 2016

Viajo através das vírgulas do pensamento

......................................
Viajo através das vírgulas do pensamento
Onde não existem nenhuns pontos finais
Apenas frases que desnudam o sentimento
Esquecendo os trilhos doutros memoriais

Caminho por entre as veredas do coração
Onde se elaboram os alicerces da ventura
Se sentem os cruzamentos da imaginação
Trilhos de verdade em odes de amargura

Quando as preces são palavras sagradas
Nos desejos da ternura ardentes amadas
São olhares de amor e deslumbramento

Ficam saudades nos poemas terminados
Onde as palavras são textos consagrados
Viajo através das vírgulas do pensamento
...........................

14 comentários:

  1. Boa tarde
    Mais uma pérola poética como só tu sabes!! Amei este poema, e a imagem foi muito bem escolhida. Parabéns. Soberbo!

    Um feliz Carnaval
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. De longe com lágrimas nos olhos leio mais um poema teu que entrou no meu coração como uma bala de saudade que me mata em função da distância.
    Lindo maravilhoso com versos de uma imponência poética que só tu sabes escrever. E as lágrimas correm.
    Beijinhos Ricardo Valério.

    ResponderEliminar
  3. Como sempre, qualquer pessoa que seja sensível e romântica, se enternece a ler os seus poemas.

    Parabéns bom de mais!

    ResponderEliminar
  4. lindooooooooooooo!!
    Quanta sensibilidade, Poeta!! Parabéns.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Seus poemas são muito belos demonstrando uma alma sensível e forte inspiração.
    Parabéns por sempre proporcionar aos leitores tanta beleza.
    Abraços

    ResponderEliminar
  6. Soberba viagem pelas vírgulas do pensamento, deixando o coração maravilhado com tamanha sensibilidade! Imagem perfeita que complementa o poema atingindo a perfeição. Adorei!Um abraço e feliz semana amigo Ricardo

    ResponderEliminar
  7. Ricardo, um soneto de encantar, atrai mesmo, dando bons mementos de poesia.
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Gostei deste soneto em que é usada a terminologia da escrita. Bem imaginado.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Soneto muito bem escrito, e sem precisar de pontuação
    alguma!
    Excelente, Ricardo.
    Bom fim de semana, e bom jogo logo à noite!
    xx

    ResponderEliminar
  10. Sempre com poemas de nos encher a alma!
    Amei.

    Beijinhos... agradecia a sua visita. AQ» http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Bom Dia Poeta Amigo..
    Foi com muito carinho que postei um poema de sua autoria no meu blog estou tendo algumas dificuldades para fazer visitas mas fiquei feliz em saber que além de mim muita gente ama seus poemas.
    Poderei agradar mais leitores fazendo novas postagens.
    Isso com sua permissão sem duvidas lá esta seus devidos creditos.
    Um carinhoso abraço.
    Evanir..

    ResponderEliminar
  12. Maravilhoso soneto que adorei. Odes de amargura.. Também os tenho e muitos. Vou voltando aos poucos conforme consigo. Um abraço com carinho

    ResponderEliminar
  13. Maravilhoso soneto que adorei. Odes de amargura.. Também os tenho e muitos. Vou voltando aos poucos conforme consigo. Um abraço com carinho

    ResponderEliminar